BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, 25 de outubro de 2009



No ontem da minha memória é noite, como hoje e talvez o amanhã, que devia ser feito de sonhos de olhares, de beijos, em cada página da nossa vida, do nosso olhar, que ficou tão perdido, no teu silêncio, no meu corpo, no nosso olhar, nos meus gritos surdos de mágoa, no que podia ter sido um entardecer de vida com palavras, com gestos.. com corpos cheios de sol, com amanhã. Mas só o silencio das lágrimas a suplicar amor, numa noite interminável, que atravessa o meu rosto vazio da tua imagem...que já não és tu.
Arrependo-me das horas que perdi, do esquecer do lembrar, dos dias que passam devagar...onde já não existes, onde só existe o esquecimento, o não esperar nada, só o silêncio que existe em nós, no tempo que temos para esquecer, em todos os instantes que fecho os olhos, e vejo a noite...uma escuridão infinita, de um passado triste, sem rosto de futuro, no silêncio negro da morte de todos os sonhos, dos sentimentos que não são sentimentos.

19 comentários:

  1. Leerte es bello. aun en la reflexión.. gracias por compartirlo..

    Un beso


    Con un abrazo grande
    Y mis
    Saludos fraternos de siempre..

    ResponderEliminar
  2. Parei na viagem de rumo e estrelas
    Sentei-me à beira de uma lagoa sussurrante
    Um Milhafre fitou-me zombeteiro
    Hesitei na procura do adiante

    Na ilha há sempre uma criatura em vigília
    Há sempre um feiticeiro vento
    Há sempre uma flor que a alma seduz
    Há sempre no acontece um mágico momento


    Bom domingo


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  3. Pecas pelo arrependimento... mas sentes forte.

    Beijos
    V.D.

    ResponderEliminar
  4. ....

    Rm cada palavra, um ai. Em cada frase um lampejo da revolta por esse ai.
    É isso que este teu solilóquio me diz. E, sinceramente, gosto do modo como o dizes.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Sonhadora.
    A vida é cheia de perdas. Infelizmente só as perdas materiais são recuperáveis..Mas se não pudermos nos conformar, as perdas serão ainda mais dolorosas..Não recuperamos, mas compreendemos e assim podemos cumprir o nosso caminho...Não podemos carregar para sempre a dor de nossas saudades. É um fardo pesado demais...
    Beijos..

    ResponderEliminar
  6. Bonito!
    Gostei de ler, parabéns...

    ASS: Diferente

    ResponderEliminar
  7. Olá Amiga Sonhadora! COmo vai??
    Lindo e sentindo teu escrito...
    Te convido para ler a MINHA ROSA DO DESERTO.
    Meu desejo de uma boa semana!
    Um amoroso abraço azul!
    RosanAzul

    ResponderEliminar
  8. Voltei sonhadora!
    Queria te perguntar amiga, como faço para postar imagens com movimentos?? Assim como estas tuas? Não consigo... as minhas ficam estáticas!! rsrs Se puderes me ajudar agradeço!
    Beijo azul!
    Ro

    ResponderEliminar
  9. "Sentes forte.", como diz DeVille, isto é inegável. bjs

    ResponderEliminar
  10. Adolfo
    Obrigada pela tua presença sempre com agradáveis palavras, tudo o que escrevo, arranco da alma.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Profeta
    Obrigada pelo lindo poema.
    beijos

    ResponderEliminar
  12. Vicent
    Obrigada pelas tuas palavras, na vida há sempre arrependimento...
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Victor
    Ainda bem que gostaste dos meus pobres escritos
    Um beijo

    ResponderEliminar
  14. Ricardo
    A vida em seu todo é um fardo dificil de carregar, mas se tivermos companhis pesa metade, o meu peso é só para mim.Gosto sempre das tuas palavras sábias
    Um beijo

    ResponderEliminar
  15. Diferente
    Obrigada. tabém gosto do que escreves.
    bjs

    ResponderEliminar
  16. RosanAzul
    Obrigada pelas palavras bonitas.
    Vou ler a tua ROSA DO DESERTO.
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Cynthia
    Sabes que o teu nome era o antigo nome de Sintra.
    Obrigada por estares presente.
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Querida amiga

    Este poema, foi talvez o que mais me impressionou. Pela carga emocional nele contida.

    Não devemos agarrar-nos a um passado, que já morreu, por muitas marcas que nos deixem. Temos que olhar para o futuro, que nos espera, nunca é tarde para voltarmos a ser felizes.

    Uma excelente semana!

    Beijinho

    Mário

    ResponderEliminar
  19. Mário
    Existiré futuro?
    No meu horizonte verdadeiro, não ficção é dificil
    beijos

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora