BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Fel



As taças de fel que ergo
Às minhas noites sem fim
Melodias do meu desapego
Rimas tristes que esqueci

A angustia dos meus dias
São fados tristes...amargurados
Nas minhas mãos vazias
Ficam poemas inacabados

Minha vida... imperfeita melodia
Dolentes compassos de solidão
Eterna melancolia
Restos de um coração

7 comentários:

  1. Minha querida amiga

    Por muito amarga que seja a vida, vale sempre a pena ser vivida, para lá da dor e do sofrimento.
    Existe sempre uma luz ao fundo do túnel, nos esperando...

    Uma noite tranquila, e bons sonhos

    Beijinhos

    Mário

    ResponderEliminar
  2. Hay que vivir-la siempre con amor.. la vida aunque se nos presentes los momentos difíciles..

    Un beso

    Un abrazo
    Saludos fraternos

    Que disfrutes de un buen fin de semana..

    ResponderEliminar
  3. Mário
    Obrigada pelas tuas palavras sempre carinhosas, mas a minha luz é muito tenue.
    beijos
    bom fim de semana

    ResponderEliminar
  4. Adolfo
    Obrigada por continuares a ler meus tristes poemas.
    Um abraço
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  5. Todos nós bebemos um pouco de fel, de uma maneira ou de outra..Erguer taças deste amargo
    licor, é brindar com a tristeza...Quer dizer que tens total domínio do que sentes e do que ainda vais sentir...
    Beijos e um bom fim de semana..

    ResponderEliminar
  6. Ricardo
    Sempre brindo com a tristeza...e SÓ.
    Beijos
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora