BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, 15 de novembro de 2009

Silencio


Agitam-se as mortalhas do silêncio...lentamente
Como folhas nos instantes da lembrança
Sustendo em minhas mãos docemente
Nas cinzas...a promessa da esperança
No silêncio do meu olhar... desolação
Esqueço-me de mim...vida adiada
Nos meus longos dias...a imensidão
Da vida que já foi...hoje é nada
Estou perdida...entre a sombra e o instante
Na triste penumbra da solidão
Chamo por um tempo já distante
Onde o dia não era escuridão
Percorre o meu corpo...este sentimento
Que me possui por completo...dolorido
Afogo-me nas brumas do esquecimento
Sem esperança no amanhã...sonho vencido

23 comentários:

  1. Nunca te esqueças de ti...pois se esqueceres ninguem se vai lembrar...por experiencia sei que só nós podemos lutar por nós e se nos deixamos cair para sair do buraco as forças faltam e, quem nos vê lá raramente nos dá a mão para sair...
    Por isso, FORÇA mesmo que custe muito tenta levantarr e começar a andar...
    Passei, parei e adorei...
    Beijinho com muitooooo

    SOL

    ResponderEliminar
  2. Olá amiga!
    Seus poemas são bonitos, bem elaborados, sofisticados, mas... tão tristes!
    Gostaria de ler poemas tão belos, porém com uma pitadinha de alegria e esperança...
    quem sabe na próxima visita?
    Um domingo cheio de alegrias!
    Uma ótima semana!
    Beijinhos carinhosos.
    Itabira - Brasil

    ResponderEliminar
  3. Há muitas coisas que concorrem para a morte, pessoas, idéias, falta de idéias, impotência, doenças, vida sedentária, diretrizes, etc.

    Aqui, onde estou, passei à perceber, que devo sobretudo castigar o corpo para isolar-me da morte, porque o isolamento dentro do paraíso ecológico já foi conquistado.

    Agora, resgato o que se não funcinar, vai quebrar trabalhando, o corpo junto com toda a calma e paciência que faz "jus" ao eterno.

    "O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte".

    Friedrich Nietzsche.


    ps. Grato pela sua "presença".

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. QUERIDA SONHADORA, MARAVILHOSO POEMA, ADORO A TUA ESCRITA AMIGA... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderEliminar
  6. Sabe, minha Flor adoro os teus poemas.
    Gosto deste silêncio sofrido e bebo tuas lágrimas... por quanto tempo? Até quando terás esta leitura de tua vida? Vermelho é cor do sangue e da vida, por tanto, liberte seus versos da tristeza perene e experimente, só experimente, rir de si mesma. bjs

    ResponderEliminar
  7. Sonhadora

    Escreves com tanta força e energia que se torna dificil para mim acompanhar-te..Busco a melhor compreensão, mas sempre acaba de joelhos diante desse mar de tristeza..Mas quero também aplaudir-te e agradecer por este belo relato..
    Beijos carinhosos..

    ResponderEliminar
  8. Olá Sonhadora! A boa poesia é sempre bem-vinda aos meus olhos. Obrigado pela visita. Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Lua Prateada
    Obrigada pela tua visita...e pelas palavras, que são realidade e verdade.
    Um beijo
    Volta

    ResponderEliminar
  10. Inês
    Obrigada pela visita e pelas palavras ternas.
    Um beijo carinhoso
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  11. Lis
    As suas palavras são muito bonitas, obrigada por elas.
    Obrigada pela visita
    Um beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  12. Pelos Caminhos da vida
    Obrigada pela visita, minha amiga.
    Um beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  13. MPereira
    Palavras sensatas...muito obrigada
    Volte sempre
    Um Beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  14. Fernanda
    Obrigada pela visita e pelas palavras de eligio...não mereço tanto.
    Volte sempre
    Um Beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  15. Cynthia
    Obrigada pelas palavras de conforto...sua presença já faz parte do meu cantinho.
    Um beijo carinhoso
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  16. Ricardo
    Tal como a Cynthia...fazes parte deste cantinho,
    pois foste o segunso a ler-me.
    Sempre palavras lindas.
    Um beijo Carinhoso

    ResponderEliminar
  17. Um Poema
    Obrigada pela visita, e pelo elogio.
    Um Abraço
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  18. Manu
    Também gosto muito do que escreve, continuarei a visita-la.
    Um Beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  19. Perdón por mi ausencia.. te aprecio mucho,.

    Besos

    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos
    que tengas una feliz semana..

    ResponderEliminar
  20. Adolfo
    Como sempre...és maravilhoso.
    Um Beijo
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  21. Poema que revela uma dor, com necessidade de se dar a conhecer. da-lhe esse tempo, conhece essa dor por todos os prismas... apenas assim a podes vencer e sair dela mais forte. os nossos sonhos podem por momentos adormecerem, mas nunca morrerem.

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora