BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Quando o meu corpo adormecer...



Quando o meu corpo arrefecer e não sentires o perfume das rosas...deixa-me ir...deixa-me adormecer...não me chames...não me beijes...não toques as minhas mãos...não me prendas...não chames o meu nome...deixa-me ir docemente nas asas do vento...deixa-me mergulhar na luz que me chama...no luar que me abraça...deixa-me voltar a ser terra...deixa-me ir na mudez das folhas...em silêncio...com um poema nos dedos e nas mãos restos de ternura...no meu corpo sonhos desfeitos e um fino véu de amargura.
Deixa que na minha boca sequem as palavras e do meu corpo se desprendam as mágoas...que os olhos se fechem...se arrastem os pés...que a pele rasgada volte a ser pétala...deixa-me voar no vazio...no abismo profundo ou no céu infinito...deixa-me repousar no labirinto de quem se perdeu...na luz que se apagou...nos restos do coração que gelou.
E quando de  mim nada mais restar que o silêncio de uma prece e os meus olhos se fecharem enfim sobre o nada e arrancar de mim tudo o que me vestiu... quando as flores de Maio murcharem no meu corpo e uma lágrima cair docemente do meu rosto frio...guarda essa lágrima e esse olhar como se fosse o último poema...aquele que nunca leste e que no meu corpo guardei para a derradeira viagem...são retalhos da minha alma...guarda-os com os restos das minhas ilusões...raízes dolorosas dos meus sonhos...guarda-as como se fossem as rosas com que bordei o manto da minha dor...as palavras da minha lápide num poema de amor que a minha boca guardou.
Vou com a noite...deixa-me ir...mergulhada no silêncio e com um grito no olhar...nos braços o cansaço de mim...num voo de andorinha...leve como uma nuvem...na suavidade do entardecer...deixa-me ir na paz da minha planicie...num gesto de abandono...numa sede de infinito...deixa a minha alma poisar no mármore frio da sepultura...no lugar vazio do silêncio... fechar os olhos e deixar-me levar para longe de mim...para o tempo além do tempo...no limite do horizonte...no regaço da eternidade onde serei infinito.

116 comentários:

  1. Infinito e maravilhoso, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  2. Minha querida, não deixe que os temores te assaltem.
    Deixe ao tempo, seu dia e hora chegar.
    Deixo no entanto, estes versos;
    Para tua alma abrandar.

    Deixe quando a morte cobrir com seu manto...
    Deixe que esta hora os anjos lhe acheguem;
    Deixe que milhões de sóis, rubros, radiando,
    Venha a tua alma, com as luzes te abraçarem.

    ResponderEliminar
  3. Olá! Minha querida Sonhadora, que profundo seu poema, devo dizer que você tem um jeito só seu de compor. E isso é maravilhoso. A intensidade se faz presente nas suas palavras, e nos faz viajar ao te ler. Ah, e quero agradecer suas visitas em meu cantinho. Obrigada!
    Beijos!!! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  4. Os versos não deixam a poeta
    morrer
    eles trazem a eternidade
    para este mundo
    onde recende a flor
    o aroma vermelho da rosa
    a poeta sente a morte
    lhe levar
    nas asas da andorinha
    mas os versos são forte
    e resiste o mistério de viver
    nas entrelinhas
    nas metáforas nas metonímias
    e nos vocábulos crus
    não adianta poeta
    teu poema é tua vida
    teus versos não te deixam
    morrer
    e são eles que vão te levar
    para a eternidade
    a andorinha vai ficar no verão.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  5. TUS LETRAS INVITAN A VOLARRRRRRRRR.
    BESOS

    ResponderEliminar
  6. Um poema arrepiante de tão forte e poderoso nas palavras e na mensagem transmitida! Bjs

    ResponderEliminar
  7. Encantador, como tudo que sempre escrever,com a profundidade de tua inspiração! beijos,chica

    ResponderEliminar
  8. Nossa Senhora! A Srta é fenomenal! abraços

    ResponderEliminar
  9. Dolorosas previsões.....?!
    Mas um belo poema
    Beijo

    ResponderEliminar
  10. oi minha amiga,

    para quem ama,
    o infinito é sempre perto e possível,
    e você o fez lindo...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  11. ROSA minha querida ...que lindo...muito lindo mesmo ...AMOR sem limites ...Onde a velocidade perfeita é AMAR pura e simplesmente ...deixo-te um grande beijo e meus muito sinceros parabéns por tão bem enaltecer este nobre e real sentimento positivo O AMOR Pedro Pugliese

    ResponderEliminar
  12. Rosa que poesia belíssima, você atinge o mais fundo do nosso coração com suas palavras sempre tão lindas.
    Meu bem diz a mesma coisa, ele falou assim, 'parece que ouvimos essa moça declamar para nós seus poemas'.
    E é verdade Rosa, sentimos assim mesmo.
    Um abraço e tudo de bom sempre.

    ResponderEliminar
  13. Rosa

    Que lindo texto poética... cada palavras, cada frase, cada recado de um amor voando para a eternidade!!!

    1 beijo Lídia

    ResponderEliminar
  14. Minha querida estou verdadeiramente emocionada, quantas vezes me sinto assim ... mas talento para descrever este sentir não é para qualquer um.

    Beijinhos amigos

    ResponderEliminar
  15. Lindo e encantador...uma leitura que me fez muito bem à alma!!

    Beijinhos!!♥

    ResponderEliminar
  16. Como é difícil deixar partir quem amamos! Às vezes, a vontade de chamar por eles vence nosso bom senso. Belíssimo poema, Rosa! Beijos!

    ResponderEliminar
  17. Intenso e profundo como sempre...
    Uma alma que anseia por um amor arrebatador!

    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Estou a visitar alguns blogs, e tive o privilégio de encontrar o seu, vi na pagina inicial o que escreveu, e como gostei folheei mais algumas páginas e fiquei maravilhado pelo que vi e li.
    Dou-lhe os parabéns, mas queria deixar um apelo continue assim dando sempre o melhor, boas mensagens, bons temas. Gosto de escrever, mas também gosto de ler bons temas, por isso é que parei aqui.
    Meu nome é: António Batalha.
    Sou um servo de Deus,e deixo aqui a minha bênção,que haja paz,amor na sua vida, muita saúde e felicidade.
    PS. Se desejar seguir o meu humilde blog, Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir, se encontrar seu blog.

    ResponderEliminar
  19. Sempre forte ,envolvente e impactante ,os teus poemas Rosa Rainha,beijos!

    ResponderEliminar
  20. E, então continuar sendo, mais linda e feliz...
    Beijos.
    Élys.

    ResponderEliminar
  21. Que belleza de letras querida amiga.Que placer navegar entre algo tan hermoso, donde el silenciose queda callado para que los sentimientos que brotan en tan bello escrito paseen por tu mente llenandolo de una grata sensacion de bienestar. Un gran abrazo.

    ResponderEliminar
  22. Jamais te deixaria ir-se de mim. Jamais.

    ResponderEliminar

  23. Como uma oração de despedida em plena primavera.


    Um beijo

    ResponderEliminar
  24. Rosa,que emocionante e inspirada poesia!Linda demais!bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  25. Um delírio poético do descanso de quem sonhou amar,,,,beijos amiga e uma bela noite pra ti...

    ResponderEliminar
  26. Olá querida Rosinha,

    Há "batalhas", que não se conseguem vencer, porque dizem sempre o mesmo. Por vezes, solta-se-me a língua, ao contrário da canção, composta por Catarina Furtado, "solta-seo beijo".

    Pois é, o seu poema/prosa é um tormento para o meu coração. O que eu escrevo, desata-lhe a língua, o que a Rosa Maria escreve, prende-me o coração e a alma. Que hei-de eu fazer? Nada. Somos, assim. Bem, vamo-nos lendo, com gosto.

    Poema muito rico semânticamente e a nivel de vocabulário, é tipo Corte do Rei-Sol, Luís XIV.
    Ah, amargura!
    Tenho pavor da morte e de tudo o que seja tétrico, mas devo respeitar esta sua agonia, que eu queria que não tivesse fundamento...

    Desejo-lhe um resto de boa semna, em paz e com calor interior.

    Beijinhos da Luz.

    PS: postei um "poemazeco" no "Luzes e Luares". Se desejar, passe por lá. Foi feito por mim, juro, embora não pareça. Obrigada.

    ResponderEliminar
  27. OI ROSA MARIA!
    EM OUTRAS PALAVRAS, QUANDO O AMOR ACABAR, DEIXA-ME IR...
    QUE COISA MARAVILHOSA ROSA, TUAS PALAVRAS SE DERRAMAM E POR MAIS QUE SE QUEIRA DIZER ALGO, JÁ DISSESTE TUDO E COM TANTA PROPRIEDADE QUE POUCO NOS RESTA A ACRESCENTAR.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  28. ...lindo demais para qqr
    comentário!

    então deixo beijos
    nesta alma de poesia!

    adoro!!

    ResponderEliminar
  29. De ti haverá sempre a tua poesia.
    Essa nunca morre e vamos ter os teus versos por muitos anos.
    Beijo grande.

    ResponderEliminar
  30. muitas vezes
    é assim que me sinto querendo
    ir bjs
    linda noite

    ResponderEliminar
  31. Quando o seu corpo arrefecer
    É melhor nisso não pensar
    Pense antes seu corpo aquecer
    Não queira seu coração congelar?

    Gostei da sua voz ouvir
    No telemóvel de Lindalva
    Simpática estava a sorrir
    Assim eu a imaginava!

    Obrigado pela sua visita,
    boa noite, durma bem e bons sonhos.
    Beijinho
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  32. Eu venho aqui só pra te aplaudir amiga. Porque sabes colocar em palavras o que o teu coração teima em calar. Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  33. Rosa minha querida
    Estou de lágrimas nos olhos, de nó na garganta, são tantas as vezes que ssim me sinto,apenas não consigo palavras para o descrever.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  34. Minha querida amiga, lindo o que escreves. Um beijo XD

    ResponderEliminar
  35. Olá!Boa noite!
    Rosa, minha amiga...
    ...O amor verdadeiro tem uma característica básica a meu ver, a liberdade, quem ama verdadeiramente, deixa a pessoa livre para tomar suas decisões, mesmo que elas sejam contra nós, se for para ficarem juntos mesmo, essa história terá, um reencontro, e , possivelmente, um recomeço, mais forte e perene...
    Obrigado !
    Bom final de semana!
    Beijos

    ResponderEliminar
  36. Ah, Sonhadora!

    Antes do corpo adormecer é urgente viver...o teu poema é essa fantástica paixão pela vida, mesmo para além dela.

    Deixo-te o meu abraço com carinho,

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  37. Rosa querida! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis!
    Desculpe pela demora em aparecer!....É sempre um prazer chegar aqui e ser presenteado com um texto lindo como este que escreveste!
    Tem post novo!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  38. A senda segue silenciosamente rumo ao infinito. Na porta está escrito; - Aqui Jazz. É a nova morada da Sepultura. No espaço Sideral, rosas voam e distribuem pétalas perfumadas. É o novo corpo que segue a “Caminho da Luz”.

    Beijos, beijos, beijos...

    ResponderEliminar
  39. ..não queiras ir com a noite...

    Há algo para ti no blue...
    Bj

    ResponderEliminar
  40. Ficam os gestos, os sorrisos, as memórias....
    O infinito...a paixão com que vivemos o tempo...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  41. Preciso que me deixem ir...mas não consigo.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  42. Texto poético como um Testamento de vida para além dos tempos.
    Significativo.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar

  43. Rosa querida,

    Nunca leio seus poemas uma só vez. Preciso relê-los para absorver a beleza das construções que os embalam. Suas inspirações são sempre recheadas de sentimento e intensidade.

    Belíssimo e tocante.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  44. Um luxo
    Adorei, por isso deixo
    meu abraçoo com carinho
    Bjuss de uma atrde feliz
    Rita!!!
    (⁀❤‵⁀,) ✫✫✫..! ♥
    .`⋎´✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤
    ✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫❤✫

    ResponderEliminar
  45. Quanta sensualidade nas palavras e suaves ao mesmo tempo, gostei muito do seu blog. Um otimo dia!
    "O começo é a metade do todo."
    beijos.

    ResponderEliminar
  46. Qh minha querida sonhadora, versos lindos emocionantes e tristes, mais de uma beleza ímpar. Agradeço a tua visita sois sempre bem-vinda, um abraço fraterno . Celina

    ResponderEliminar
  47. "Guarde essa lágrima e esse olhar como se fosse o último poema".
    Um canto triste, mas belíssimo! Bjs.

    ResponderEliminar
  48. Infinito é o verso
    onde a sombra repousa

    Bjo.

    ResponderEliminar
  49. Rosa,
    Existe tanta identificação em certas palavras e trechos das suas poesias que sempre leio mais de uma vez.

    ((nos braços o cansaço de mim...num voo de andorinha...leve como uma nuvem...na suavidade do entardecer...deixa-me ir na paz da minha planicie...))) Quem não se cansa de si... e pra ir em paz?

    Me toca profundamente.
    Beijos e flores para curtimos a primavera.

    ResponderEliminar
  50. Uma bela noite pra ti minha amiga e uma sexta feira repleta de paz e poesias,,,,beijos e flores...

    ResponderEliminar
  51. Um texto triste, mas arrebatado!
    Gostei.

    Beijinho para si!

    ResponderEliminar
  52. Às vezes vivo intensamente essa vontade de ir. Mais um lindo poema. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  53. Um show de poesia se assim posso dizer?! É um prazer visitar este espaço maravilhoso! Bela colheita. Beijo

    ResponderEliminar
  54. Olá Rosa! Passando para apreciar mais uma das tuas belas criações. Adorei!

    Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  55. ... serei infinito ...
    Lindo !
    Gosto muito .


    Um beijo , Rosa Maria , e bom fim de semana ,
    Maria

    ResponderEliminar
  56. Olá,Rosa!!

    Nossa,querida amiga!!Belíssimo!!!!Em cada linha uma promessa, um desprendimento,um sentimento intenso...culminando na essência:o infinito!!!Emocionante!
    Beijos e meu carinho pra ti!

    ResponderEliminar
  57. Querida Rosita

    Um triste mas muito belo poema.

    Obrigada por mais este magnífico momento de poesia e beleza.

    Beijinhos amigos

    ResponderEliminar
  58. As tuas palavras são infinitas tal como a tua sensibilidade!
    Por vezes angustio-me quando te leio. Que seja apenas pura e bela inspiração poética. Porque há tanta dor nos teus poemas, que me aflige pensar que a possas sentir.
    Beijinho, minha querida!

    ResponderEliminar
  59. Como sempre a sua poesia deixa-me
    no profundo silêncio e emoção.
    Como sempre penso na sua imensa
    capacidade de escrita, mas também
    penso, que só alguém que sofre ou
    já sofreu muito, consegue escrever
    tais palavras...e essa parte me
    preocupa MUITO.
    Minha querida amiga, um beijinho
    grande e a certeza da minha imensa
    admiração e ternura por si.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  60. Sempre maravilhosa e a tocar o nosso coração com a sua extraordinária sensibilidade e magia de escrever.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  61. Não há mais sublime do que podermos ir.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  62. Sim...por vezes precisamos tanto de descansar....!
    Beijos

    ResponderEliminar
  63. Um belo final de semana pra ti minha amiga querida,,,muita paz poesias e flores coloridas....beijos e beijos...

    ResponderEliminar
  64. A meu convite, tenho o previlégio de apresentar no meu blog:

    "O Toque de Midas",

    o escritor vianense Porfírio Silva.

    Lindos os teus escritos, adoro ler te!!!
    Beijinho amiga

    ResponderEliminar
  65. Querida amiga Sonhadora!
    Amei!Dos poemas seus que eu já li até agora,esse é um dos mais lindos!
    Desejo um fim de semana maravilhoso pra você!
    Beijinhos!
    Eliane

    ResponderEliminar
  66. Com saudades de te ler, deixei um presente para você no meu blog. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  67. Senti como uma confissão mortuária daquilo que a vida ofereceu e uma despedida para ser colada em sua lápide. Um tanto quanto morbido, mas belo!! Belíssimo!! Beijus,

    ResponderEliminar
  68. Para o tempo além do tempo, teus versos, tua inspiração, hão de pairar em nossos pensamentos mais recônditos, Rosa.
    Uma tristeza lírica e boa de se ler.
    Um suave fim de semana, amiga!
    Obrigada pela sua presença entre nós!Bjssss

    ResponderEliminar
  69. Um lindo sábado pra ti minha amiga,,,repleto de poesias,,,flores e cores....beijos e beijos...

    ResponderEliminar
  70. Rosa

    Teu poema diz que o factor tempo, para ti, caminhará devagar, para por muito tempo, a tua bela poesia o nosso sentir se deliiciar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  71. OI ROSA!
    COMO JÁ COMENTEI SOBRE ESTE BELO TEXTO, HOJE SÓ ESTOU AQUI PARA TE DESEJAR UM FIM DE SEMANA ABENÇOADO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  72. Infinita já és, feita de total poesia minha querida Rosa, reverberas e te tornas ainda mais bela.

    Abraços pra ti e um excelente final de semana.

    ResponderEliminar
  73. Olá minha querida, dava-te o sol e a lua só para não ver o teu corpo partir.
    Mas a nossa viagem um termina e teremos que sair na próxima estação,
    é a lei a que estamos todos sujeitos quer queirqmos quer não, só espero que a viagem se torne bem longa.
    Beijinhos de luz e muita paz...

    ResponderEliminar
  74. No meu blogue, há um desafio que também me foi passado. Espero que te divirtas a responder, como aconteceu comigo. Afinal, é a partilha entre os blogueiros.
    Beijocas e bom fim de semana.~Graça

    ResponderEliminar
  75. Umas palavras carregadas de sofrimento pedindo a libertação dele; uma alma angustiada que pede alívio...que anseia por paz...que quer adormecer para não mais acvordar. de tristeza profunda também tem se fazem belos poemas, embora preferíssimos que só de extase e alegria se fizesse poesia. Sei que é a tua mão que escreve tão belas palavras, gostaria que a tua alma e o teu coração não participassem dessa tarefa, mas...não sei...não se consegue transmitir tanto sentimento sem nada no coração se sentir. Parabéns, amiga! Está divino! Um bom fim de semana
    Emília

    ResponderEliminar
  76. é maravilhoso o que escreves! tens um jeito muito próprio. Belíssimo, querida amiga
    Bjs

    ResponderEliminar
  77. Rosa, ao ler o teu poema, o sol brilha à noite e a qualquer hora...

    http://www.youtube.com/watch?v=I-0IgxM3Azk

    Beijinho, Antonio

    ResponderEliminar
  78. «...deixa-me voltar a ser terra... com um poema nos dedos e nas mãos restos de ternura... no regaço da eternidade onde serei infinito.»
    Rosinha, a poesia que eflui das suas pétalas e da sua alma é infinitamente bela, profunda e comovente...
    A Terra é Mãe de todos nós, é nela que florescemos e, é ela, que um dia nos acolherá a todos em seus braços!
    Beijinhos querida, tenha um lindo e feliz final de semana :)

    ResponderEliminar
  79. ...no limita do horizonte..no regaço da eternidade, onde serei infinito.
    Cada dia que passa há um pouco de nós que parte até que tudo vai e é a eternidade.
    Gostei do seu pedido.

    ResponderEliminar
  80. .

    .

    . nunca o arrefecimento foi amigo da palavra .

    .

    . por isso . por isto .

    .

    . aqueço . aqui .

    .

    . um beijo imenso . um bom.domingo .

    .

    .

    ResponderEliminar
  81. Sinceramente me emocionou, cada palavra
    bjs

    ResponderEliminar
  82. Amiga e Poetisa do Monte da Lua,

    Que o mais um Outono te inspire linhas de sensibilidade em cada folha levada pelo vento. Que os teus poemas caminhem suaves no tapete que os plátanos desenham debaixo de si, alegrem com seu estalar crocante a nascente de teu perfume nos poemas que de ti brotam.

    Saudades - Beijos e Kandandos com ternura imensa

    ResponderEliminar
  83. muito belo, e no entanto muito nostálgico e doloroso.

    um beij

    ResponderEliminar
  84. De uma tristeza pungente...minha amiga.


    Boa semana e um beijo grande.

    ResponderEliminar
  85. Hermoso texto Rosa María,
    siempre un placer pasar por tu espacio.
    que tengas una buena semana.
    recibe un saludo.

    ResponderEliminar
  86. seremos, sim

    infinito

    mesmo que não nos deixem ir


    um abraço, Rosa

    ResponderEliminar
  87. É impressionante a força das tuas palavras, combinada com a beleza literária de cada frase, de cada verso.
    Mais um excelente poema, resumndo.
    Rosa Maria, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  88. Madrinha Querida .
    Com algumas coisas acontecendo aqui mais o casamento do meu filho daqui a 3 semana estou um pouco zonza com tanta coisa ao mesmo tempo.
    Estava com saudades obrigada pelas visitas madrinha querida.
    Uma feliz semana beijos da afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar

  89. Rosita
    adorei o poema como todos que deixas muito bonito.

    obrigada pela tua visita
    é bem verdade o que dizes temos mesmo que rasgar os farrapos para nascer roupa nova

    um beijo grande..

    já passaste no meu blogue de dedais?

    ResponderEliminar
  90. A mesma poesia de sempre, agora com um toque lúgubre, mas sempre fascinante.

    O adormecer, também pode ter encantamentos...

    ResponderEliminar
  91. Belissimo.
    Avassalador, como tudo que escreves
    Beijo na Alma

    ResponderEliminar
  92. Rosa minha amiga, ainda que o corpo adormeça ainda assim o espírito estará vivo para uma nova jornada primaveril de sonhos porque não sabemos do nosso fim de nenhuma forma...mais sabemos que o que plantamos ,colhemos...Se Dor colheremos dor se alegria de viver colheremos encantos se Amor colheremos o amor ainda que tudo se veja contrario...Não enterneça amiga nunca mais tenha sempre a esperança de que o sonho nunca morre !

    Beijo em tua alma e paz para teus dias de glórias Rosa amiga querida.

    ResponderEliminar
  93. Não me canso de te ler, é tão delicada, suas palavras.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  94. Magnifica como sempre e nos faz sentir cada estrofe, cada verso..

    Boa semana amiga, Deus cuide de ti.
    Beijos

    ;)

    ResponderEliminar
  95. Suas palavras são poesia pura. Adoro visitar o seu blog e me deparar com um belo texto. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  96. Olá Rosa, e que tudo esteja bem contigo!
    Volto por cá para novamente me encantar, obrigado por compartilhar tão belo escrito, simplesmente perfeito e intenso como todos os escritos que por cá postas, e parabéns por expressivo poema de sentir tão profundo!
    E já que por cá estou, deixo meu agradecimento por tuas visitas e gentis comentários, e meu desejo que você tenha em teu viver a felicidade deveras intensa, um enorme abraço e, até mais!

    ResponderEliminar
  97. Prosa poética, para variar...
    Não importa, o espírito é o mesmo!

    Beijinho para si!

    ResponderEliminar
  98. Olá Sonhadora, flor poeta!

    Tua poesia me encanta e ao lê-la é como se fora um bálsamo suavizando o meu Ser.
    Consegues magnificamente falar de amor, e mesmo quando se trata do amor que se vai, inda não perde a beleza e a emoção, muito pelo contrário. Creio que os poemas mais belos, são dos amores não realizados, pois deixam as letras pungentemente forte!

    Muito grata pela visita ao Sementes Preciosas. Senti-me bem, com tuas palavras.

    Beijos da Lu...

    ResponderEliminar
  99. Precioso texto amiga, cuantos sentimientos mezclados para formar algo tan hermoso. Siempre es un placer leerte y disfrutarte. Que relajante es pasear por blog entre palabras tan bellas y tanto fluir de sentimientos.
    Un beso con cariño.

    ResponderEliminar
  100. Deixo um beijo de muita amizade.
    Volto no próximo poema.
    Que seja breve.

    ResponderEliminar
  101. Uma bela noite pra ti minha amiga querida e uma boa quinta feira com flores e poesias....beijos e beijos...

    ResponderEliminar
  102. Rosa minha querida,
    as vezes penso em feliz viagem como essa que tão bem descreves,
    mas nem peço que me deixem ir
    pelos inúmeros amores que tenho
    por aqui, nesta vida a mim confiada,
    mas pelas noites vazias me entrego ao sono, sabendo que amanhã é outro dia,
    um novo bonos para que eu possa dar a mim toda a alegria que mereço...

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  103. Querida amiga,

    Meu silencio tem sido longo.

    Mas não tem sido por esquecimento, mas sim por conta dos acontecimentos do dia a dia.

    Quero muito agradecer a sua presença amiga lá no meu cantinho, a qual trás muita alegria para o meu coração.

    Que Deus a abençoe, e realize todos os seus sonhos e projetos.

    Uma linda semana para você coberta de muita paz e Amor!

    Abraço Amigo

    Maria Alice

    ResponderEliminar
  104. Os teus versos e a tua solidão
    de um mundo que muito deu...de um mundo que muito tirou e nada devolveu...e de um apagar lento e sofrido de uma vida vivida...e o encontro no outro lado e a dor da despedida...

    Se isto é a vida...porque nasci eu e tu e tantos?
    Eu não pedi...não tenho culpa de nada!

    Maria luísa

    ResponderEliminar

  105. Fabuloso este teu texto...Revejo-me em tantas coisas que nem imaginas.....

    Adorei

    Com carinho

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
  106. Teu poetar me torna sensível pela beleza e sensibilidade, sejas abençoada sempre Artesã das Letras. Doces beijokas e um bom final de semana com carinho

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora