BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Tateio a escuridão...nada vejo




No meu olhar há uma casa sem janelas...para lugar nenhum
Sombras pairando no tempo...desenhando os meus passos
Na penumbra da minha pele...são espectros de sombra e luz
Pairando sobre o meu corpo...amordaçando os meus braços

No lugar mais profundo da solidão...no mais ermo da vida
Na viela mais escura da noite...no deambular mais errante
Flutua a minha alma nos umbrais da escuridão... perdida
Entre o tempo e o espaço...no lamento dum eterno instante

Na bruma habitam os sonhos...no espaço breve do tempo
Num lugar recondito da noite...no regaço frio da ausência
Nesse abrigo perpétuo...crepúscular sonho de um momento
Em que me perco e me encontro longe da minha presença

Num lugar frio e distante...cai sobre mim a noite dolente
Adormecendo no meu corpo...sonhando nos meus braços
Pisando os meus anseios...anoitecendo a vida lentamente
Ecoando silêncios mudos...murmurando os meus cansaços

Nas minhas mãos prendo restos de nada...pedaços de mim
Farrapos de sonhos...fiapos de sal e mágoa no meu corpo
Pingos de chuva no meu olhar...pedaços de luar que perdi
Na lonjura onde caminho...esquecendo-me pouco a pouco

Tateio a escuridão...nada vejo...nem a minha alma encontro
Nem uma estrela fugaz que alumie um instante este caminho
Neste labirinto longo e profundo...na ausência do meu corpo
Onde vou tecendo tristemente a vida com os laços do destino



113 comentários:

  1. Olá minha querida, profunda as suas palavras neste poema. Quero também agradecer sua visita. Obrigada! Bjs! Fernanda Oliveira

    ResponderEliminar
  2. Sensibilidade demais. Linda! Um poço de poesia! Beijo

    ResponderEliminar
  3. Cegueira inspirada, linda!!Poesia maravilhosa!! beijos,ótimo OUTONO pra ti! chica

    ResponderEliminar
  4. Escuridão e busca, busca e tato aos laços do destino! abraços

    ResponderEliminar
  5. lindíssimo poema linda ROSA ...Extremamente profundo e de grande reflexão... li por diversas vezes e a cada uma encontrei algo novo no sentir ...maravilha ...parabéns com um beijo Pedro Pugliese

    ResponderEliminar
  6. Uma escuridão que me arrepiou...

    beijinho

    ResponderEliminar
  7. oi minha amiga,

    mesmo sem enxergar nada,
    seu coração bate forte e inspirador...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Ah! Tenho certeza que no íntimo do seu ser... você enxerga como gostaria que fosse. Isso já define sua garra e coragem pela vida! Poema tocante!
    [ ] Célia.

    ResponderEliminar
  9. Palavras que me tocam mais do que nunca, as tuas.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  10. Rosa querida, espero que essa melancolia só esteja presente em seus lindos poemas, pois seu coração merece abrigar muita alegria. Beijos!

    ResponderEliminar
  11. UNA PROFUNDIDAD DIVINA!!!!! ME ENCANTA.
    BESOS

    ResponderEliminar
  12. Tateia a escuridão
    Dando esperanças ao novo dia
    Guardado em teu coração
    Tens a verdadeira simpatia!

    Rosa Maria,sonhadora
    Também és Rosa Solidão
    Na verde flora moradora
    Perfumada rosa em botão!

    Eu te venho agradecer
    Querida amiga, tua visita
    Adoro teu jeito de escrever
    Triste eu o acho acredita!

    Porque escreves assim
    Não te vou perguntar
    Não faria sentido sim
    Tua sensibilidade perturbar.

    Continuação de boa semana para você,
    estimada amiga,
    beijinho
    Eduardo.


    ResponderEliminar
  13. Eu te dou, um pouco da minha luz e encontras o caminho e entregas teus versos,
    feitos de beleza e solidão!

    lindo! Abraço

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  14. O eterno lamento do breve instante

    E o verso que o perpetua

    Bjo.

    ResponderEliminar
  15. A tua luz interior ajudar-te-á a encontrar a saída desse labirinto. Profundo, como sempre.
    Beijos

    ResponderEliminar
  16. Rosa,
    como sempre suas palavras comovem pela poesia melancólica e tão profunda que derrama nos versos.
    beijokas doces

    ResponderEliminar
  17. Minha amiga, quanta tristeza nas tuas belas palavras.
    Um dia verás a luz tenho a certeza!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Tocante!
    Tua escuridão dá-me arrepios!
    Olha e acredita na luz dessa tua sensibilidade que vem bem de dentro do teu coração.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  19. Querida Rosita

    Que maravilha... sempre a deliciar-me quando aqui venho e te leio.

    Sempre Sonhadora, sempre triste, sempre bela no sentir e no escrever.

    Pudesse a luz do Farol iluminar-te o suficiente para saíres desse labirinto e dar-ta-ia com toda a minha Amizade.

    Em O Baú do Farol encontrarás aquilo que te disse que lá iria colocar.

    Obrigada uma vez mais pela partilha e por me proporcionares momentos tão belos de poesia.

    Beijinhos amigos

    ResponderEliminar
  20. Boa noite amada amiga!!!!!
    Amiga das palavras poéticas mais inteligente deste universo das poesias,me deixa sempre triunfando quando te visito...versos incandescentes que só vc sabe colocar nos poemas ...
    bjs de boa noite !!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  21. Esse tatear da escuridão nos mostra muitas coisas em sentimentos obscuros guardados na alma...beijos amiga,,,uma bela noite e ótima quarta feira pra ti...

    ResponderEliminar
  22. Os teus sentimentos cantados, sempre, de maneira tão sublime.
    Amo os teus versos!
    Um beijo

    ResponderEliminar
  23. São sempre tão profundas as tuas palavras! temo repetir-me mais lá vai mais uma vez: adoro os teus poemas...
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Oi Rosa. Uma tateante solidão noturna. Se precisares de um facho de luz tome a minha amizade para seguir estas trilhas numa noite tão escura. Versos lindos e intensos. Beijos com meu carinho
    Gracita

    ResponderEliminar
  25. OI ROSA!
    UM TEXTO ONDE UMA ALMA PRECISA DA LUZ DE UM OUTRO ALGUÉM PARA ILUMINAR SEU OBSCURO CAMINHO.
    LINDO TEU TEXTO.
    ABRÇS


    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  26. Profundo Rosa esta cegueira e pela frente uma corda estirada,equilibrio e sabedoria,para a travessia.Um olhar perdido,mas pleno de luz.
    Linda construção em perfeita inspiração que leva a alma.
    Bom lhe ver e ler.
    Carinhoso abraço de paz e luz.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  27. É sempre com prazer que visito o seu blog.
    E como ainda por cima gosto do fado...

    Bjssss

    ResponderEliminar
  28. Olá!Boa noite!
    Querida amiga Rosa!
    quando ainda ainda há a desesperança, ainda há a escuridão... e há o negro, há o nada...mas da mesma janela q entra a escuridão, entra a luz da esperança que nos dá forças para continuarmos...
    Obrigado pelo carinho da visita
    Boa quarta feira!
    Beijos

    ResponderEliminar
  29. Bom dia
    Como é duro esse olhar cheio de tristeza, angústia e solidão.

    Desculpe, mas pior que seja a vida sobra-nos sempre uma réstea de luz e de esperança.
    Abra as janelas e deixe o Sol entrar. Rasgue a tristeza em farrapos e deixe-a seguir no anoitecer de cada dia.
    Deixe que toda a dor seja dobrada como as ondas que se debatem na costa e tornam o mar cheio de vida e encanto.

    ResponderEliminar
  30. Rosa Sonhadora!
    Belíssimas imagens poéticas!

    Fiquei pensando numa escuridão total, onde nada se enxerga, saída alguma, talvez porque se deva perder para se encontrar... quem sabe para se achar a saída, o melhor é não procurá-la. Sempre existirá um fio de Ariadne.

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderEliminar
  31. Nesta escuridão; - de minúcias a minúcias, existem sinais que levam aos sonhos. São pedaços de uma vida que ainda existe, nesta solitária.
    Nas sombras da luz distante, que vêm da janela, já existem detalhes a serem vividos no porvir.
    Ao nascer do Sol haverá mais vida sim.

    ResponderEliminar
  32. Rosa,poesia de solidão,de muita tristeza mas sempre,sempre maravilhosa!bjs e meu carinho,

    ResponderEliminar
  33. Rosa, linda e sonhadora

    Sua poesia são pedaços de sonhos que desfeitos se mostram tristes e profundos.
    Linda poesia.
    Uma boa quarta pra vc.
    Beijos

    ResponderEliminar
  34. Na bruma habitam os sonhos...
    ...na ausência do meu corpo...
    E as palavras surgem...
    E há vida...
    E há uma grande admiração
    de mim por si.
    Beijinho
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  35. Maravilhoso.....mas ainda não esqueci.'É Noite no Meu País'
    Beijo

    ResponderEliminar
  36. Mais uma belíssima composição poética onde a alma do sujeito lírico
    se abre sob os desencontros da vida.

    Um beijo meu

    ResponderEliminar
  37. Triste, doloroso esse sentir, porém belíssimos seus versos. Creio que todos nós em dado momento da vida se sentiu exatamente assim.
    Beijinhos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  38. A luz está aí algures....e vai iluminar o caminho até encontrar novamente os sonhos e a magia...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  39. Uma poesia tocante e emocionante amiga.
    Um beijo no ♥

    ResponderEliminar
  40. Oi Rosa querida, minha poetiza sentimental, adoro os teus versos, embora tristes ,mais com muita arte, parecendo um pouco com a minha poetiza que também admiro muito Flor Bela Espanca. Um abraço Fraterno Celina.

    ResponderEliminar
  41. ROSA QUERIDA VIM AGRADECER PELOS PARABÉNS, ME EMBEVICI NOS TEUS VERSOS TERMINEI ESQUECENDO ABRÇOS CELINA

    ResponderEliminar
  42. Um belo poema feito de melodia dolente,assim leio estas palavras,e só feito delas se escreve assim.
    Beijos

    ResponderEliminar
  43. Impossível ler seus versos sem entrar neles e sentir um aperto no coração.
    Faz da tristeza e do desamparo um canto mágico. Bjs.

    ResponderEliminar
  44. Uma linda noite pra ti minha amiga querida,,,paz,,,carinho e muita poesia...beijos e flores...

    ResponderEliminar
  45. Querida Madrinha.
    Já postei o poema quando vi seu email já havia feito a postagem.
    Obrigada pelo carinho comigo sempre
    uma linda noite beijos da afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar

  46. Querida Sonhadora

    Tateando, caminhando devagarinho, talvez por uma fresta, por um interstício qualquer se encontre aquele raiozinho de luz, de esperança que transforme o deserto da vida num oásis.

    Belo, Belo!

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  47. Oi Rosa! Passando para apreciar mais um dos teus belos poemas, com ênfase para a estrofe abaixo:

    Num lugar frio e distante...cai sobre mim a noite dolente
    Adormecendo no meu corpo...sonhando nos meus braços
    Pisando os meus anseios...anoitecendo a vida lentamente
    Ecoando silêncios mudos...murmurando os meus cansaços

    Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  48. Olá, amiga. Belissimo seu poema! Soa como um triste lamento, más envolvente. Admirável inspiração Rosa. Quero agradecer seu carinho e sempre amável visita. Obrigada! Boa noite pra vc e ótimos dias. Beijos!

    ResponderEliminar
  49. Há de brilhar o coração em luz
    e os olhos
    como quem traduz

    iluminarão o final do caminho.


    belo texto, extremamente inspirador.

    beijos!

    ResponderEliminar
  50. .



    Ela era forte, tão forte
    que não se humilhou quando
    o marido, com toda ou nenhuma
    razão a deixou na direção da
    casa e da vida que o destino
    conturbou.

    Confira amanhã, 28, no meu
    blog.

    Isso me dará prazer.

    silvioafonso






    .

    ResponderEliminar
  51. Sempre lindos seus poemas nos fazendo sempre meditar.
    Que a cegueira nunca nos impeça de amar...um beijo em seu coração e tudo de bom sempre.

    ResponderEliminar

  52. Rosa querida,

    A melancolia que emana do poema não consegue ofuscar o seu brilho e beleza.
    Você é sempre inspirada e iluminada pela luz dos seus versos.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  53. Mistura de melancolia com doses poéticas das suas palavras: até a tristeza se torna bela. Lindo poema. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  54. Ei minha amiga

    Em cada palavra sua há um sentir, embora escuro, profundo, inquieto traduz grandemente o labirinto da alma...

    Beijos..lindissimo

    ResponderEliminar
  55. São belas imagens poéticas, nocturnas todavia...

    Beijo grande, minha amiga.

    ResponderEliminar
  56. Como sempre amada, linda melancolia...Puro amor que sai em fluidos coloridos e mágicos do seu coração... Beijos

    ResponderEliminar
  57. Neste rendilhado de versos
    a alma em farrapos da flor
    tece com ardor e beleza
    as cores da noite e do destino
    com fios de luz e poesia!
    Beijinho carinhoso Rosinha!
    Bem-haja pelo carinho... e que o sol nos ilumine a todos :)

    ResponderEliminar
  58. Bom dia querida Rosa, agradeço o carinho de tua visita e te parabenizo
    por tua poesia, a qual dá formas à uma emoção. Bom final de semana

    ResponderEliminar
  59. Rosa! Amiga querida! Como você está? Desculpe pela demora.... Não tenho conseguido visitar a todos como gostaria..... É sempre um prazer aqui chegar e mergulhar na tua poesia profunda e intensa! Às vezes triste, mas sempre linda! Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  60. Chique demais. Fico sem palavras sempre!

    bjsMeus

    Catita

    ResponderEliminar
  61. Profundamente melancólico e belo .



    Um beijo grande , Rosa Maria ,
    Maria

    ResponderEliminar
  62. Olá Rósinha, amei demais este maravilhoso poema. Delicioso querida amiga. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  63. Olá Rosa,

    vim para agradecer por sua visita em meu blog e dizer que será sempre bem vinda.

    Muito linda sua poesia, com certeza foi feita com muito sentimento.

    bjs

    marcia-pimentel.blogspot.com.br/2012/09/estou-de-volta-lancamento-do-meu.html

    ResponderEliminar
  64. Um belo final de semana pra ti minha amiga,,,paz, carinho e muita poesia....beijos e flores...

    ResponderEliminar
  65. Querida amiga

    Há dias
    que até
    as palavras
    silenciam...

    Que haja sempre um sonho
    a te habitar o entardecer do dia.

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderEliminar
  66. Poderá haver no teu olhar uma casa sem janelas, mas na tua alma há uma varanda aberta onde o coração vem espraiar o encanto da poesia sempre nostálgica mas terna e bela.
    Nada igual a ti querida amiga.
    Soberbo poema.
    Grande abraço

    ResponderEliminar
  67. Adoro ler suas palavras mágicas, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  68. Rosamaria, descobri esta poesia nos meandros das redes sociais e fiquei sem voz durante tanto tempo. As suas reticências dizem tanto como os versos que são intensos e profundos. Parabéns!

    ResponderEliminar
  69. .

    .

    . há . em tantos olhares . uma névoa que persiste . face à insistência da negra nuvem negra . que teima em ficar . por tempo in.determinado .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderEliminar
  70. Perdida entre o tempo e o espaço
    Tateio a escuridão
    Rosinha, que maravilha!
    Maravilhoso fim de semana, amiga!!!!

    ResponderEliminar
  71. Um belo sábado pra ti minha amiga querida,,,,beijos e flores....

    ResponderEliminar
  72. Rosa Sonhadora!

    Tudo bem?
    Estou com um aviso para todos lá no Humoremconto, tá bom? Só para saberes.
    Grande beijo e ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  73. A escuridão como ladra de encantos, mas há ainda a possibilidade de tatear a luz divinal das soluções mirabolantes minha querida.

    Tua poesia é um manjar, venho beber-te sempre.

    Um fim de semana perfeito pra ti.

    ResponderEliminar
  74. A escuridão algumas vezes faz bem. Ela ajuda conhecermos nosso verdadeiro eu.

    ResponderEliminar
  75. Olá Rosa. O teu poema é a maior janela do teu olhar interior. As tuas palavras são sentimentos que tocam os nossos corações. Trocaste a mascara pela essência, o efémero pelo eterno. Libertas corajosamente a solidão e abres todas as janelas… Beijinho, Antonio

    ResponderEliminar
  76. É no silêncio e na solidão que nascem os sonhos. Mesmo errantes,podem florescer na alma e quem sabe mudar o caminho.
    Você escreve divinamente este lamento da alma que chora.Parabéns linda amiga.
    Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  77. Sempre me encontro nas tuas palavras"Nas minhas mãos prendo restos de nada...pedaços de mim
    Farrapos de sonhos...fiapos de sal e mágoa no meu corpo
    Pingos de chuva no meu olhar"...
    Lindo.
    tenha um lindo final de semana.

    ResponderEliminar
  78. .



    Segunda-feira, 01 de outubro
    você vai se vir na pele de u-
    ma das pessoas que lutou pa-
    ra conseguir o grande amor de
    sua vida e viu, com o passar
    do tempo, a maioria dos dese-
    jos ser assassinada por parte
    de um dos amantes e o esmae-
    cer do grande sentimento.

    Espero você lá.

    Um beijo,

    silvioafonso







    .

    ResponderEliminar
  79. Amiga Sonhadora!
    Que lindo poema!
    Como é sempre tão inspirada!
    Bom fim de semana!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  80. "uma casa sem janelas...para lugar nenhum"

    Sim...por vezes é assim que a nossa alma está...

    Beijos

    ResponderEliminar
  81. tb adorei tua visita, volte sempre.. a programação da tv vai de mal a pior, acho que por isso não assisto muita coisa na tv aberta, prefiro baixar os programas que mais me agradam mesmo, hehehe.. amiga sonhadora, poema profundo, "Ecoando silêncios mudos...murmurando os meus cansaços", perfeito mesmo.. beijos mil e ótimo domingo..

    ResponderEliminar
  82. Fico feliz em perceber que certas pessoas,
    como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
    Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
    melhor de todos os passageiros.
    Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
    e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
    com certeza,o vagão é o mesmo.
    Com saudades desejo um feliz Domingo,
    beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
    A Viagem..

    ResponderEliminar
  83. Fico feliz em perceber que certas pessoas,
    como nós, têm a capacidade de reconstruir para recomeçar.
    Isso é sinal de garra e de luta, é saber viver, é tirar o
    melhor de todos os passageiros.
    Agradeço a Deus por você fazer parte da minha viagem,
    e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado,
    com certeza,o vagão é o mesmo.
    Com saudades desejo um feliz Domingo,
    beijos na sua alma carinhosamente,Evanir.
    A Viagem..

    ResponderEliminar
  84. Querida amiga

    Tens um desafio/miminho no Farol que gostaria que aceitasses.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  85. Vim elogiar mais uma poesia tua, escreves com a alma e com a alma sinto a tua poesia...
    Grata também por tua presença na comemoração do aniversário da Mariazita.
    Ela merece com certeza, beijos e carinhos meus amiga.
    Jady

    ResponderEliminar
  86. Olá meu bem, muito grata pela tua visita, mas é verdade estes modelos agora dos blogues é uma treta nos obrigam a inscrever-nos no Google+ e é uma baralhada que eu não atino nada com isto. A mim também me tem com tecido com outros blogues mas eu a maioria deles tenho adicionados tanto no blogue como nos favoritos se não, ninguém se entende.
    Obrigada meu bem pelo teu carinho sempre atento, beijinhos de luz e muita paz.

    ResponderEliminar
  87. no seu olhar
    há um laço de enfeitar janelas

    não anoiteça assim


    um beijo

    ResponderEliminar
  88. Lindo.
    Fascinar com as palavras é um dom.
    Uma ótima semana.
    Bjs

    ResponderEliminar
  89. e no escuro, nasce a luz.
    basta abrir as janelas e deixar entrar o sol.
    beij

    ResponderEliminar
  90. ...Rosinha minha rainha flor,

    elogiar-te seria chover
    no molhado.

    portanto deixo muitos, tantos
    beijos nesta alma linda e
    repleta de amor!

    bjbjbjbj

    ResponderEliminar
  91. Oi Rosa querida,

    Mais um primor de poesia! O amor em palavras, em veros que traduzem a alma, os gestos e os encantos da alma de quem ama.
    Ler-te é acender a chama do amor dentro de nós!

    Bjs para você Rosa querida e obrigada pelo carinho de sempre no Palavras

    Leila

    ResponderEliminar
  92. Intenso, como sempre querida Rosa, escreves com a alma...!

    Boa semana, beijinho
    cvb

    ResponderEliminar
  93. Querida Rosa,

    Ler seus poemas é uma experiência maravilhosa que se renova todas as vezes que tenho a grata oportunidade de aqui estar.
    Escreves com sentimento que envolve o leitor, parabéns e obrigado por compartilhar conosco, bjs

    ResponderEliminar
  94. Querida amiga Rosa!

    A Angustia e a solidão, fizeram morada em teu coração, na escuridão da noite, e nas sombras do dia, que brota a linda poesia.

    Beijos,
    José.

    ResponderEliminar
  95. Por que "tecendo tristemente a vida com os laços do destino?" Por que não alegremente? São muitos os motivos para nos alegrar! Meu beijo.

    ResponderEliminar
  96. que nessa escuridao consigas chegar ao fundo do tunel e encontrar finalmente a luz
    beijinhos

    ResponderEliminar
  97. Belíssimo poema, apesar da solidão...
    Rosa Maria, tem uma óptima semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  98. Rosa

    A tua mente tateia na solidão para com a tua mente encantar docemente.
    Podes crer, como sempre li encantado.
    Beijos

    ResponderEliminar
  99. Agradeço a você por sua amizade tão especial,
    e por me fazer sentir que sou alguém
    com quem você se importa.
    Agradeço a você por todas suas visitas,
    embora muitas vezes não consigo fazer visitas
    sua presença é marcante no meu blog.
    Deus lhe de uma semana abençoada beijos paz e luz da sua afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar
  100. Boa noite minha linda !!!!!
    vim te ler mais um pouco e desejar uma linda semana...
    bjssssssssssssssss

    ResponderEliminar
  101. OI ROSA!
    JÁ COMENTEI TEU TESTO, MAS POSSO TE DEIXAR MEUS DESEJOS DE UMA SEMANA MARAVILHOSA.
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  102. Quando a poeta torna o instante
    um momento eterno
    os versos não podem morrer
    podem sofrer de solidão
    se ofuscar na escuridão
    mas o claro instante
    vai permanecer na imensidão

    Dominar estes quartetos duplamente
    amplificados rimados internamente
    é o desenvolvimento de uma antiga forma poética
    o domínio de uma forma poética
    é o coração da poeta
    o conteúdo é um fado declamado
    em versos de um sentimento
    dilacerado
    que sei muito bem
    que a poeta é muito mais
    e escreve poemas
    que com certeza um dia vão
    ser revelados
    e um dia saberemos que a rosa
    tem muitas pétalas
    a solidão é apenas uma canção
    que muitos gostam de escutar
    mas sei que a poeta
    é muito mais
    como eu sei...
    um instante dentro da eternidade.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  103. Minha Amiga..
    'È NOITE NO MEU PAÍS' tocou-me tanto, que não fui capaz de recusar a sua disponobilidade.....e ali está ele no meu Blog...
    'PALAVRAS PENSADAS'
    Espero ter feito tudo bem...
    Obrigado
    Beijo

    ResponderEliminar
  104. Minha querida amiga Rosa ,a vida tem muitos labirintos e dentro deses labirintos há estradas que levam a nada e a tudo. A luz e a escuridão . Devemos buscar a estrada da liberdade..e qual seria Ela! Esta estrada é a do coração amiga pois muitas vezes nos damos tanto esperando pelo menos o minimo de alguem e nem este minimo conseguimos ter. Vivemos num mundo onde o prazer a injustiça a orgia ,nos transforma em pessoas sem paz sem chão...A família já se transforma em pequenos encontros onde tudo existe menos o respeito uns pelos outros ..Assim se converte o Amor de homem mulher que deveria ser eterno e verdadeiro mais parece que tudo se é manipulado pelo egoismo humano...será humano ISTO?????

    Um grande beijo minha linda e adimirável Amiga .

    ResponderEliminar
  105. Minha querida amiga Rosa ,a vida tem muitos labirintos e dentro deses labirintos há estradas que levam a nada e a tudo. A luz e a escuridão . Devemos buscar a estrada da liberdade..e qual seria Ela! Esta estrada é a do coração amiga pois muitas vezes nos damos tanto esperando pelo menos o minimo de alguem e nem este minimo conseguimos ter. Vivemos num mundo onde o prazer a injustiça a orgia ,nos transforma em pessoas sem paz sem chão...A família já se transforma em pequenos encontros onde tudo existe menos o respeito uns pelos outros ..Assim se converte o Amor de homem mulher que deveria ser eterno e verdadeiro mais parece que tudo se é manipulado pelo egoismo humano...será humano ISTO?????

    Um grande beijo minha linda e adimirável Amiga .

    ResponderEliminar
  106. Olá querida Rosinha,

    Poesia muito rica, semântica e estilisticamente.
    Eu, nas sensualidades, e a menina, nas perdições da dor, das angústias, das sombras e dos recantos, onde não encontra nenhum canto de amor, nem uma moda, sequer.
    Entendeu-me, perfeitamente.
    "Nem às quatro da madrugada, o passarinho cantou"!?

    Cantaremos nós, "até que a voz nos doa".

    Obrigada pela visita e comentário. Desate a língua, quando quiser. Jogamos, em casa.

    Boa semana.
    Beijinhos da Luz.

    ResponderEliminar
  107. Não conhecia o blog, vim ver e gostei. E fiquei.

    Nas minhas mãos também gosto de prender farrapos de sonhos.....

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  108. Poema forte, intenso que nos faz voltar atrás para o reler, com agrado.
    Que o manto da sua vida seja manta de retalhos mas de pedaços de amores vividos e partilhados.
    Tenha uma bos semana.

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora