BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, 2 de outubro de 2011

E este Vendaval...


E este vendaval bramindo no meu corpo...esta noite despida
E este fogo lento que me envolve...e esta cama de espinhos
E estes lençóis tecidos de amargura...e esta morte em vida
E este abismo sem luz por onde vagueio...e estes caminhos

E este silêncio que se fez mágoa...e as palavras rasgadas
E esta sombra que me anoitece o olhar...e o peso do vazio
E este sal que me corre nas veias...as lágrimas sufocadas
E estes braços sem mim...estas mãos sem nada...este frio

E este céu negro que me envolve...este coração amordaçado
E esta madrugada que me doi...que me queima e entristece
E esta ansia de ser...este desejo de querer...no peito sufocado
E esta vida que não passa...e esta noite que nunca amanhece

E este desejo que encendeia o meu corpo...que me fere a alma
E este amor de carne...este vestido de vento...este mar bravio
E esta mulher...voando nas asas de um condor na noite calma
E este leito de solidão...estas rosas secas...este corpo vazio

E este vento que me leva...anunciando a tempestade
E esta vida que gastei...e este tempo que me queima
E este rosto que murmúra...os ecos de uma saudade
E este sorriso inventado...esta dor que em mim teima

E este abismo negro...as dores...as flores...este meu cansaço
E esta dança fúnebre...dolente...onde vagueio sem chegar
E estas sombras na noite...que são o abraço onde me enlaço
E esta lágrima que escorre por dentro de mim...e este mar

113 comentários:

  1. Os ventos também renovam minha querida amiga. Acredite.
    Um grande bj no seu coração

    ResponderEliminar
  2. LINDOS VERSOS SENTIDOS COM A ALMA DO POETA QUE É PURA SENSIBILIDADE!
    UM BEIJO E BOA SEMANA!

    ResponderEliminar
  3. E todos os ventos que nos chegam; é tanto, mas temos que enfrentar. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  4. Eu às vezes fico em dúvida ao compor o pequeno quebra-cabeças que és para mim!!!
    Ao fazer comentários, ou na minha página ou na de outros, vejo alí uma figura calma, tranquila...
    Mas teus textos são sempre tensos, quase amargurados, no mínimo... melancólicos (apesar de sempre bonitos!!!)

    Boa noite, menina de além mar..

    ResponderEliminar
  5. Olá querida amiga, é mesmo um vendaval de sentires e tem tanto de nostálgico como de belo. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga,

    Que beleza! Sentimentos que não se calam, mas escorre em belos versos.


    Beijos com carinho e ótima semana amiga Rosa.

    ResponderEliminar
  7. Querida,
    Deixe que toda esta amargura que toma conta de você, se vá.Quem não nos merece não merece a nossa dor. Teus poemas são pura sensibilidade.És uma poetisa magnífica.Seja feliz! A felicidade está em nós.Tenha dias de puro encantamento.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  8. Olá amiga Sonhadora. È sempre um prazer passar por aqui, e ver belos poemas como esse. Vou roubar as palavras de Eloah, vc tem muita sensibilidade, sabe como expressar o amor. Obrigada pelo carinho da visita! Bjos e linda semana.

    ResponderEliminar
  9. Rosa,
    E este lindo poema tive o prazer de ouvir em Vila Nova de Cerveira, no concurso de poesia, e quem o declamou, fê-lo brilhantemente!

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  10. Rosa

    Sem receio de me copiar, seja como for, a motivação ou fio de condutor, há que convir: aqui lêem-se e vivem-se bons momentos de poesia, como a presente.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. oi minha querida,

    deixemos que os ventos levem de nós
    tudo aquilo que nos incomoda...
    e que a brisa fresca e suave,
    nos traga o amor e as carícias de
    volta...
    você sempre inspirada e intensa...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. ...anunciando a tempestade
    ...e este tempo que me queima
    ...os ecos de uma saudade
    ...esta dor que em mim teima
    ........................
    Todo o género de tempestade nos engrandece; saibamos lidar com ela.....
    Como sempre...belo poema...
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. É bom quando o vento nos arrasta, porque também nos liberta, trnasporta-nos, leva-nos para o desconhecido...
    Muito bonito!

    ResponderEliminar
  14. Estes ventos que trazem a sua poesia de além mar, com palavras doces que ilustram tão bem o que significa o amar. É o mesmo vento que sopra meus cabelos e sussurra ao meu ouvido, que eu não demore a te visitar. bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  15. Esse vendaval que corta o peito e machuca a alma,,,sentimentos sofridos e doloridos de amor...beijos querida e uma bela semana pra ti.

    ResponderEliminar
  16. Temos as épocas de brisas e outras, de vendavais! Vamos passando por tudo!

    Lindo poema, desejo ótima semana,beijos,chica

    ResponderEliminar
  17. E é este poema, é este sentimento, sao estas palavras que te fazem poeta, a melhor delas. Aquela que encanta e que canta suas dores em flores...
    Lindo!
    Lindo demais.

    Beijos

    ResponderEliminar
  18. Meu Anjo.
    Deus abençoe sua semana
    sou sempre grata pelo seu carinho.
    No momento quase não estou conseguindo fazer visitas.
    Porém tenho você no meu coração e pensamento.
    Estarei tentando deixar meu carinho também,
    parabenizar pelas postagens lindas que leio na sua postagem.
    Um beijo no coração .
    Já com saudades e muitas.
    Evanir
    Deixando um convite..
    Aceita ser a madrinha do meu blog representado assim Portugal.?

    ResponderEliminar
  19. Que intensos versos que sua alma lhe dita minha querida... há momentos na vida assim...vem os vendavais e sopram tudo com força, desalinham tudo em nossas vidas... mas espero que ele passe, e em seu lugar venha uma mansa brisa a te deixar numa leveza, numa calma...e na alegria...
    Boa semana minha querida...beijinhos
    Valéria

    ResponderEliminar
  20. Olá, querida!
    Parabéns pelo rico texto,tão recheado de metáforas e tão grande em sensibilidade e beleza
    Bj. no teu lindo coração.

    ResponderEliminar
  21. Somos mares enormes por dentro amiga...não tem jeito de segurar as ondas do amor...
    Beijos e bom dia!!!
    Carla

    ResponderEliminar
  22. Rosa minha querida amiga
    Adoro tuas palavras além de tristes, talvez por eu ser uma mulher muito triste e sofredora.

    Este vendavais que te fazem sofredora, poderão um dia virem a repor a paz e alegria em teu coração.
    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  23. Um autêntico vendaval... De emoções.

    Belo!

    Saudações,
    Clarisse Silva

    ResponderEliminar
  24. Boa tarde, Sonhadora. Belos versos de uma entrega tão triste, angustiante e sem rumo.
    O vendaval uma certa hora, transforma-se em uma bela calmaria.
    Esse estado de espírito não é eterno, mas tem de ser vivido enquanto for necessário, a fim de que a alma fique livre e limpa.Chore o que tiver de chorar, pois o riso, com certeza chegará!
    Parabéns!Sentimentos existem para serem expressados, não importa como!
    Beijo grande, e obrigada pelo seu carinho.
    Portugal me acolhe muito bem!
    Obrigada mais uma vez!
    Fique com Deus, e tenha um lindo dia de paz!

    ResponderEliminar
  25. Olá,Querida Rosa!!

    Minha querida...versos tão perfeitos que deu para sentir um frio na alma, as dores...tristeza...solidão!!
    Tudo tão intenso!!! Lindo!!
    Beijos pra ti!

    ResponderEliminar
  26. Como prometido, aqui estou para agradecer a visita ao Começar de Novo. E assim é a vida...um constante começar de novo; ora é este vendaval...este silêncio. este desejo...este abismo, mas...a cada dia um novo começo a vida nos dá e então será...este sorriso...este amor...este desejo que incendeia nossos corações...esta lágrima que escorre de alegria. É tudo uma vida que a cada dia muda, que a cada dia nos dá um novo começo para de novo recomeçar. Adorei este teu "VENDAVAL" Para mim ele faz um retrato do que é a vida, afinal; um misto de emoções num só dia. Parabéns! Voltarei outras vezes, com certeza. Um beijinho
    Emília

    ResponderEliminar
  27. Oi, Sonhadora! Passei para desejar uma ótima semana a você e me encantei com o poema. Parabéns! Beijos!

    ResponderEliminar
  28. Tudo passa...

    Uma boa semana pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  29. Vendaval passou...nada mais resta! Mentira! Deixa os pedaços de uma vida desfigurada e atraiçoada!
    Deixa as noites e as horas vazias de tudo...Deixa o lodo translúcido onde navega a alma...Deixa as flores murchas que, um dia foram rosas oferecidas com amor...
    Trágico e grandioso este teu vendaval!
    beijo
    Graça

    ResponderEliminar
  30. O poema está muito bem escrito

    e com muita emoção, como eu seu timbre!

    O começar do outono também ajuda os poetas!


    Bjsss

    ResponderEliminar
  31. Imagens lindas que constroem um tempo único de poesia sentida.

    Beijo

    ResponderEliminar
  32. Violento vendaval
    Que assola sua vida
    Aqui no mundo afinal
    É assim minha querida

    Minha querida eu dizer
    Por isso não me leve a mal
    Com respeito escrever
    Esta palavra querida natural

    Na minha maneira de ser
    Digo as coisas sem maldade
    Sem pessoalmente a conhecer
    Respeito a sua liberdade.

    Porque é esse o meu dever
    Assim fui educado
    Não pretende ninguém ofender
    Pelo seu carinho, minha amiga obrigado.

    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  33. nem todos os ventos, nem todos os oceanos, nem todas as divindades, de altar único ou partilhado, nem os sois e os anzois, os mares e os olhares, nada é mais veemente do que a certeza dos pés e dos caminhos que lhes tatuam as solas.
    um beijinho e todos os mapas e constelações, querida sonhadora!

    ResponderEliminar
  34. Olá minha linda amiga sonhadora, fico feliz por me seguir e deixar sua marca lá no meu jardim, seu blog também é muito lindo e encantador, não achei a opção de seguir. Gostaria de segui-la...beijos linda noite para ti.

    ResponderEliminar
  35. Oi Rosa! Mais uma vez, aqui me faço presente para apreciar mais uma das tuas belas criações. Lindo poema. Amei!

    Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  36. Rosa, perdemo-nos aqui, nas palavras que em silencio escrevem sentires e chegam a nós, intensos, envolventes, tocantes...

    um beijo amiga
    oa.s

    ResponderEliminar
  37. Oi Sonhadora,

    E essa mulher que transforma solidão em lindos, lindos versos.
    Te admiro você sabe.

    Beijo meu

    ResponderEliminar
  38. Boa noite, querida amiga Sonhadora.

    Ontem me lembrei de você.
    Esse poema é lindo e fala de um desejo que incendeia.
    Não é o meu caso, mas sobre a solidão em si, acho que ontem, eu a senti ao pé da letra.

    À tardinha, eu estava tão angustiada, que cheguei numa conclusão: Da vida, eu não quero mais nada...
    Um imenso vazio tomou conta de mim, tornando-me assim como ele: Nada!!

    Desejo-lhe muita paz e alegrias.
    Que os desejos continuem a incendiá-la. Enquanto há desejo, há vida.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  39. Mas como podem palavras vestidas de tristeza ser tão lindas?
    Mas como pode a solidão ser tão multidão?
    Eu sei. Só uma alma de verdadeira poetisa, consegue tal "fôlego":
    Não é só poesia...é alma!
    Não queria ser tão exuberante quando lhe digo: os meus sinceros parabéns e admiração.
    Abraço, Rosa

    ResponderEliminar
  40. Todo encanto, todo delirio
    Amei
    Felicidades, sempre.

    ResponderEliminar
  41. Ei Rosa!
    Essa poesia é linda. Adorei!
    Que sua semana seja repleta de alegria!
    Gd beijo

    ResponderEliminar
  42. Rosa, você pisa minha alma...tira de dentro, dores que eu nem tenho...Beijos querida poeta.

    ResponderEliminar
  43. Minha querida amiga !
    Vim aqui é uma emoção muito grande...nesse vendaval de emções nos leva a uma viagem diretamente à alma...
    bjssssssssssssss

    ResponderEliminar
  44. Rosa!

    Sempre o poema perfeito e as palavras sentidas que tocam a alma da gente:"E esta ansia de ser...este desejo de querer...no peito sufocado..."

    A entendo bem...

    Um beijo,saudades!

    Sonia Regina

    ResponderEliminar
  45. Oi amiga senti neste texto muita solidão e tristeza,,,,os vendavais são assim mas passam rápido logo depois vem a calma...
    Apesar de triste um texto muito bem escrito,,,
    A maioria das vezes é neste estado que nasce um belo poema,
    Felicidades e uma semaninha de ventos suaves...

    ResponderEliminar
  46. Olá Rosa querida,

    Lindas palavras. Continuam tristes, porém profundas!

    Desejo ventos de brisa que te alviem o peito...


    Abraços

    ResponderEliminar
  47. Quanta dor feriu este peito magoado da poetisa sofredora, que sucumbe em sua sepultura em prantos, em dilacerações e agonias...
    Sinto todo seu desespero, toda sua luta, nestes instantes de lamentações...
    Sinto este poema como um prantear.
    Como uma despedida, como se ali estivesse...
    É sublime o sentimento humano, concebido em forma de arte, mesmo nos reconditos da dor.
    Um abraço poetisa, e um beijo.

    ResponderEliminar
  48. Que não amanheça, para que possa, na vivência da ausência e da saudade, nos brindar com mais lindos versos.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  49. SONHADORA.

    Não há qualquer perigo em apagar o seu blog, desde que clique em Exportar blog. Nunca de modo algum deve clicar em Excluir blog. Aí sim, apagaria de vez e já não haveria recuperação possível. É simples, seguro e demora pouco tempo. Não esqueça: Painel de Controle: Configurações: Exportar blog e finalmente clicar em: Fazer download do blog.
    Acrescentei mais uma imagem onde mostra a janela que abre quando clicar em Exportar blog. Depois é só clicar em FAZER DOWNLOAD DO BLOG e é só aguardar até acabar o download, que pode demorar alguns minutos, tudo depende da velocidade da sua Internet.

    Passe pelo meu blog e vai ver que não há perigo algum e que é facílimo.

    Um bom dia para si.

    ResponderEliminar
  50. É poesia, sim!...
    Pela ritmo, pela anáfora, pela cadência certa e pela mágoa de um sujeito lírico que integorra a vida a propósito do seu ar descolorido.

    Um beijo

    ResponderEliminar
  51. Um lindo dia repleto de carinho e poesia pra ti minha querida...beijos.

    ResponderEliminar
  52. Rosa,sempre uma poesia maravilhosa e inspirada!Ficou linda!Bjs,

    ResponderEliminar
  53. Olá Rosa querida
    Mais um primor que me deixa sem respiração de tão intenso...

    "E este vento que me leva...anunciando a tempestade
    E esta vida que gastei...e este tempo que me queima
    E este rosto que murmúra...os ecos de uma saudade
    E este sorriso inventado...esta dor que em mim teima"...

    Passagens que me dizem tanto... ai, e quanto!
    É sempre muito gratificante te visitar e ler essas construções perfeitas e magníficas...

    Obrigada por estes "pedaços de ti" que ao compartilhar inebrias...

    beijos com carinho e admiração.
    Anna

    ResponderEliminar
  54. Olá amiga Sonhadora

    Finalmente estou conseguindo comentar nos blogues amigos.
    Um alerta que aparecia no meu blog,
    me levou a não abrir os blog's dos amigos, por uma questão de respeito e segurança.

    Lindo como0 sempre este poema, pleno de sentimento profundo.

    Beijinhos

    Alvaro

    ResponderEliminar
  55. AS lágrimas um dia secam...beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  56. Rosa, minha querida!!

    Lindo demais seu verso...como já havia dito!Meus parabéns, sempre!

    Grata por sua visita, eu andava muito envolvida em dois novos projetos poéticos, agora voltando a rotina...rs Saudades!

    Um grande beijo!

    Reggina Moon

    ResponderEliminar
  57. Amiga Sonhadora

    Sempre que passo em seu blog, me
    sinto maravilhada com seus poemas,
    E este, é mais um dos belos poemas que escreve.
    Beijinhos

    ass: Talita

    ResponderEliminar
  58. os ventos que agitam nossa alma..
    agitam nossas vontades..
    beijos querida ..sempre com carinho imenso..

    ResponderEliminar
  59. Que este vendaval passe sem fazer muitos estragos e que leve as coisas ruins com ele e deixe só o que vale a pena...
    Beijossss

    ResponderEliminar
  60. Rosa-Flor,
    belíssimo poema
    este teu mar
    de lágrimas
    infindas...

    (obrigada por teu carinho e amizade, conte comigo!)

    bjs cheios de carinho por ti

    ResponderEliminar
  61. A sua poesia é de uma tão grande
    profundidade e de um grande
    conhecimento sobre a alma
    humana...que eu chego aqui e fico
    silenciosamente ouvindo/lendo...
    como se estivesse a entrar numa
    Igreja e me recolhesse no silêncio
    das preces...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  62. Magnifica poesia...lendo e contemplando.

    Bjos e otima semana...

    ResponderEliminar
  63. Olá Rosa

    Que lindo!
    Eu sou Kinha do blog AMIGA DA MODA e vim conhecer seu espaço. Gostei e já estou te seguindo. Vou aguardar a sua visita e ficarei feliz se me seguir também.

    BJOOOOOOOOO..................
    WWW.AMIGADAMODA1.COM

    ResponderEliminar
  64. Que construção magnífica!

    Tem umas frases neste seu poema que mereciam ser emolduradas.

    "E este amor de carne/
    este vestido de vento/
    E esta lágrima que escorre
    por dentro de mim...e este mar."

    Parabéns/!!beijos de boa semana♥

    ResponderEliminar
  65. Minha Rosa Rainha passando para saborear teus poemas e deixar aquele beijo!!

    ResponderEliminar
  66. Rosinha

    Sinto que mesmo à distância, sentes o meu estado de espírito.
    É a tua enorme sensibilidade que te faz escrever o que te vai na alma.
    Tu és amor em poesia.

    Meu carinho com meu enorme beijo.

    Luar

    ResponderEliminar
  67. Impossível não pensar em Florbela quando te leio.

    Beijo, minha amiga

    ResponderEliminar
  68. Poetiza Amiga de Excelência:
    Tantos sentimentos doces, ternos e fabulosos.
    Um poema extraordinário de sentimentos (uma monontanha) deles.
    Excelente. O seu versejar é de ouro puro, sabia?
    É perfeita e exímia no que concebe de maravilhar e deslumbrar.
    Bem-Haja, pela honra de eu estar aqui.
    Beijinhos de pureza e respeito imenso pelo seu fantástico valor de poetiza gigantesca e majestosa.
    Sempre a admirá-la

    pena

    Bem-Haja, pela visita linda que me efectuou. Linda como VOCÊ.
    Adorei.
    É notável, poetiza amiga.

    ResponderEliminar
  69. E este poema tão triste, tão amargo que contraria o nome da sua autora.
    Recordou-me uma das minhas poetas preferidas Alda Lara.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  70. USTED HACE QUE UNO SIENTA SUS LETRAS...


    BESOS

    ResponderEliminar
  71. E este corção imenso, tão envolto de carinho a sentir-se sozinho
    E esse recanto dentro do teu imo, de tal forma tão fecundo a desnudar-se em versos tão lindos...

    Deixa passar o vendaval, afoito buscando o que vai dentro do teu baú de guardados querendo jogar pra longe... deixa que leve o vendaval, é amigo querendo te ver sorrir...

    Eterneço-me com teus versos...

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  72. Olá minha querida!

    É muito bom poder voltar aqui neste teu cantinho tão especial e tão bonito...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  73. E este poema que é um vendaval de palavras..esta a tua arte

    Beijinhos
    Verdinha

    ResponderEliminar
  74. ROSITA


    estou a chegar do Blog da EVANIR e venho deixar o mais importante:A minha AMIZADE


    Estou a ver-te...
    Árvore de Outono...
    Porque estás nua?
    Porque deixaste fugir
    As tuas folhas...
    E os teus ramos...
    Ficaram secos e frios...
    Longos e nus...
    Porque deixas
    Porque sofres?
    Porque tem frio?

    Porque...
    É preciso renascer...
    É preciso sofrer...
    Para viveres novamente...

    E assim árvore nua...
    Vais voltar...
    Mais frondosa...
    Mais bonita...
    E...
    Vais estar outra vez...
    Pronta para a nova Primavera...

    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  75. O teu vendaval é de uma beleza extraordinária!!!! por mais fatídico...por mais devastador ...chegamos a gostar dos teus poemas de uma forma muito apaixonada!!! O que escreves é de uma profundidade... de um drama comovente...
    Vejo-me forçada a questionar-te; porque escreves desta forma tão dorida ? O que te inspira? É apenas curiosidade...
    Beijinhos linda rosa.

    ResponderEliminar
  76. Querida Sonhadora

    Um vendaval de emoções, escrito num crescendo de dores desgarradas. E dos confins ecoam versos de F. Pessoa, que irmanam no mesmo sentir:

    Meu coração triste,
    meu coração ermo,
    Tornado a substância dispersa e negada
    Do vento sem forma, da noite sem termo,
    Do abismo e do nada!

    F.Pessoa

    Beijos.

    Olinda

    ResponderEliminar
  77. E este sorriso inventado...

    Suas palavras sempre me comovem, querida.Belíssimo!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  78. E este vendaval que tras todas as saudades e emoções represadas num tempo.Estas lagrimas que correm e lavam toda melancolia, que vive aqui no peito de frente a este mar.
    É muita dor amiga.
    Meu carinhoso abraço.
    Bju.

    ResponderEliminar
  79. E este mar...que tanto te espera de braços abertos, não cansa de esperar o teu sorriso...iça as velas do teu coração e navega...rumo a felicidade...lino poema...
    Um abraço na alma
    Bjo

    ResponderEliminar
  80. wow!
    e este teu texto... tem tanta,tanta força.
    belissimo.
    abraço.

    ResponderEliminar
  81. Rosa

    "E este vendaval (...)" parece ser uma grande tempestade. Afinal é revelador do conhecimento que, de ti, transparece.
    Saber ser e saber estar, acaba por se tornar reconfortante.
    Acho que sabes isso.

    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  82. Olá amiga

    Muitos parabéns, pelos belíssimos poemas com que nos premeia, um maravilhoso vendaval e ficam as belas palavras

    "E este vento que me leva...anunciando a tempestade
    E esta vida que gastei...e este tempo que me queima
    E este rosto que murmúra...os ecos de uma saudade
    E este sorriso inventado...esta dor que em mim teima..."

    Fantástico, parabens

    ResponderEliminar
  83. Sonhadora, esta sede de querer transborda qualquer mar…

    Um beijinho António

    ResponderEliminar
  84. Cada criança que vem ao mundo nos diz:
    Deus ainda espera alguma coisa boa do homem...
    Minha querida amiga que Deus te bendiga e te proteja todos os dias de tua vida.

    ResponderEliminar
  85. Boa Noite Madrinha..
    Estou muito feliz por ter aceitado meu convite.
    Minha filha vai colocar minha madrinha a esquerda perto do meu filho do coração.
    Everson Russo.
    Tenho que esperar ela para colocar não sei mexer na lateral do meu blog.
    O computar dela deve chegar do técnico em mais ou menos 3 dias.
    Mais estou tão feliz que mal posso aguardar ver minha madrinha com seu nome no meu blog.
    Sou muito ansiosa mal posso esperar
    na verdade de coração e espirito ainda me sinto criança.
    Agora esta perfeito meu padrinho Brasil e madrinha Portugal.
    Uma linda noite beijos no coração.
    Sua afilhada.
    Evanir

    ResponderEliminar
  86. Olá amiga e poetisa do Monte da Lua.

    O Vendaval é um sopro e nele viajei
    O Céu negro é a noite solidária contigo.
    O desejo é a tua natureza, a alma
    imensa viajando.
    A lágrima é o sal da vida, transbordando teu mar... chega à serra...

    Poesia com vida, mantendo perfumada a Rosa que nos abraça.

    Beijo e ternura num kandando.

    ResponderEliminar
  87. Minha querida.

    Há sentimentos que nos tomam como autênticos vendavais!
    Mas há também a brisa suave que acalma e enternece.
    Na vida passamos por tudo.

    Para ti, desejo tudo que te trouxer harmonia e felicidade.
    Tu mereces, minha amiga!

    Beijinhos om carinho.

    Janita

    ResponderEliminar
  88. As vezes esses vendaval deixa muitas dores na alma.
    Deixo um abraço e uma ótima continuação da semana. Beijo grande!
    Smareis
    (Atualizei)

    ResponderEliminar
  89. Olá, querida Rosa!
    Seu poema é todo encanto! E tanto o vento como o vendaval, ambos são benéficos para a nossa alma, embora este último seja arrasador...
    Mas sempre nos concedendo enormes lições de vida!
    Um beijo, e grata por visitar-me, sempre!

    ResponderEliminar
  90. Agradeço o seu carinho e a sua visita, na Curiosa.
    Ando tão sem tempo.
    Mas deixei flores para ti no blog.
    Carinhosamente,
    Sandra
    Bjs no seu coração. Pois moras no meu coração, até mais,
    Sandra

    ResponderEliminar
  91. A dor no lirismo da tua poesia, é algo ao qual não se consegue ficar indiferente...

    O mar bravio haverá um dia de acariciar a rocha. Acredito no tempo que adoça todas as marés.

    Um beijinho grande, Rosa.

    ResponderEliminar
  92. Amiga,

    Que tristeza é essa.....?
    Li com lágrimas... :(

    Mas, amada amiga já não minha e sim nossa ;) a dor por mais que nos custe ela é passageira... o vento vem mas, um hora que nem pensamos as coisas começam a voltar pro seu lugar.... acredite! Felicidade desejamos!

    Beijos nossos com enorme carinho
    Hoje aqui
    Flor de sal

    ResponderEliminar
  93. Olá, amiga. passando para desejar um lindo dia! Tudo que vc escreve é belo profundo carregado de emoção. Deixo todo o meu carinho muita luz e bjos no seu coração. Obrigada sempre! Belo fado.

    ResponderEliminar
  94. Obrigado pelas palabras e a tua companhia. Penso que também despareci do teu blog. Agora todo fica tanquilo outra vez...:)
    Biejos e abraço grande

    ResponderEliminar
  95. Um dia repleto de carinho e poesia pra ti minha amiga querida....beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  96. Bom dia Sonhadora
    Lindo poema., porem muito profundo e sentido! Escrito com a voz da poeta!
    Querida depois de fortes ventos vem a serenidade, no centro dos espinhos podemos encontrar lindas e doces flores!
    Jamais poderemos perder a esperança de um novo amanhecer coberto do calor da luz do sol que nos trará tudo aquilo que tanto desejamos! O Amor!
    tenha um lindo dia coberta pelas cores e o aroma das flores
    obrigada pelo seu carinho lá no meu cantinho
    abraço amigo Amigo
    maria Alice

    ResponderEliminar
  97. Madrinha seu nome já esta no meu blog
    como madrinha ao lado do Everson.
    E assim representado Brasil e Portugal .
    Seu link esta a esquerda do blog.
    Deus abençoe se Dia .
    Carinhos da afilhada.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  98. " Venha prestigiar o novo autor no CLUBE DOS NOVOS AUTORES;
    para participar do sorteio dos livros, basta seguir o blog e comentar;
    quanto mais você comentar, mais chances tem de ganhar!"
    Obrigada por seguir-nos!
    Evanir
    Relações Públicas
    do CLUBE DOS NOVOS AUTORES
    http://clubnovosautores.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  99. Venho para deixar um beijito e apreciar as tuas sempre beleas palavras.

    ResponderEliminar
  100. Com este calor sabem bem esses ventos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  101. Sonhadora

    Lindo poema. Desperta leveza de minha alma.
    Bjusss
    Sil

    ResponderEliminar
  102. Passei para agradecer sua visita, bem com suas sempre tão amáveis palavras e, ainda, desejar para você, Rosa Solidão, um bom fim de semana,
    Com um beijinho de amizade, sempre
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  103. Belas palavras...

    Obrigada pela visita e pelo comentário tão carinhoso.

    Bjos

    ResponderEliminar
  104. Olá,Querida Rosa!!

    Tenha um ótimo final de semana, cheio de amor! Deixo o meu carinho e meu beijo com muito respeito e admiração!
    Tudo de bom pra ti!

    ResponderEliminar
  105. "E este abismo negro...as dores...as flores...este meu cansaço..."

    Minha querida, a escolhas das músicas, os poemas profundos...tudo aqui me comove e ao mesmo tempo me seduz.
    Tens magia nas palavras e na alma.

    beijinhos comovidos

    ResponderEliminar
  106. Querida
    "E este amor de carne"...
    Lindo!!!
    Bjm de paz e ótimo fim de semana

    ResponderEliminar
  107. Palavras que rasgam a tua alma Rosa...nada pode ser mais bonito que um sentimento que chora suas dores com dignidade e honras.

    Beijos minha amiga linda

    ResponderEliminar
  108. Boa tarde Amiga
    Hoje vim só para lhe agradecer
    Com um simples dizer
    Muito obrigado pelo seu carinho
    Lá no meu cantinho.
    Muito obrigada pela terna alegria
    Que me traz a cada dia
    Com a presença de sua luz
    Você me conduz
    Ao encontro do segredo de tudo saber
    Que está dentro do meu ser.
    Obrigada por me ajudar
    A ver e a sentir a realidade
    Que me ajudará a caminhar
    Ao encontro da minha felicidade.
    Querida amiga
    Nesta cantiga
    Quero apenas reforçar a minha gratidão
    Obrigada por me estender a sua mão.
    Obrigada por me falar
    Com o sentimento de seu coração,
    E por me mostrar
    O valor de ser amigo
    Que contigo
    Veremos o bem se fortalecer
    E o mau enfraquecer.
    E assim a amizade será de verdade
    Para toda a eternidade!
    Tenha um bom fim de semana
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora