BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quinta-feira, 24 de julho de 2014

O outro lado de mim...


Há um lado de mim que vive desejando partir e outro ficar
De um lado a vida...do outro lado a morte a chamar por mim
E depois para além disto que somos...o que vai de nós restar...
Talvez um regresso ao ponto de partida ou o princípio do fim

Há um lado de mim que vive envolto num véu de penumbra
Alma pronta para nascer de novo e reencontrar aquela que era
Apagar o meu nome e voltar a ser menina vestida de espuma
Percorrer de novo o caminho onde ainda encontre a Primavera

Há um lado de mim que vagueia sem destino...sem horizonte
Escondida dentro de mim sem luz para iluminar a escuridão
No sepúlcro onde espero para atravessar o outro lado da noite
Levando nas mãos rosas vermelhas e no meu corpo a solidão

Há um lado em mim que sobrevive para além da tempestade
Arrastando esta alma que teima em ficar no lado de cá da vida
Mesmo que o outro lado de mim esteja morto...que já seja tarde
Para voltar a percorrer os lugares vazios desta alma sem guarida

Há um lado em mim que é luz e chama...céu negro e inferno
Tão presente e tão ausente esse tempo que passou e não ficou
Na dor que já não doi...no branco que é negro...no frio eterno
Da névoa que me ensombra o olhar...no sorriso que se apagou

Há um lado de mim que me chora...outro que teima em sonhar
Na noite que dorme comigo...na ausência que afaga meu corpo
Como se fosse a sombra negra da morte que me está a afagar
Um laço que me sufoca e que me vai matando pouco a pouco

103 comentários:

  1. Sou a primeira!!!!!!!kkk
    Amiga querida!
    Tudo bem contigo?
    Que saudades dos teus versos!
    Agradeço tuas visitas aos meus blogs durante meu afastamento. Isso foi precioso!
    Teus versos afagam o nosso coração e alma.
    Muitas beijocas, Rosa!

    ResponderEliminar
  2. Bom dia Rosa
    Difícil comentar a delicadeza dosa seus poemas. Uma linha que nos separa em duas realidades diferentes.
    Lendo-a apenas penso naquela frase encontrada num campo de concentração:

    «Hoje vou estar alegre...amanhã não»

    E todos os dias são HOJE. Um presente que haveremos de enfeitar com o nosso melhor sorriso.

    ResponderEliminar
  3. Beleza de poesia nessa divisão de momentos e personalidades! bjs praianos,chica

    ResponderEliminar
  4. Há um lado da Srta que se expande além-mar, além-mares! Abraços

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Rosa,
    Somos feitos de vários lados, colecionando vários ângulos. Temos lados iluminados e escuros, tal e qual a lua.
    Somos a ida e a volta. Somos tudo, a ser nada.
    Bjo amigo

    ResponderEliminar
  6. oi minha amiga,

    somos feitas de dualidades,
    e enquanto um lado quer o outro sempre está em dúvida...
    lindos teus versos...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Oi Rosa
    Vim abracá-la depois de um período de descanso.
    Gosto desse lado' que sobrevive a tempestades',
    vamos focar nele e resistir aos laços que nos sufocam.
    Bonita constatação Rosa
    como sempre , perfeita!
    fica os abraços

    ResponderEliminar
  8. Como sempre,meus aplausos à você,maravilhosa Rosa Maria!
    Temos muito que aprender para chegarmos à grandes escritores e poetas,principalmente lendo esses lindos versos.
    bjs com carinho.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. SIEMPRE TUS TEXTO MUY SIGNIFICATIVOS. GRACIAS.
    UN ABRAZO

    ResponderEliminar
  10. Rosa Maria, não pensa assim,
    passam as nuvens no céu azulado
    perfumada ROSA no teu jardim
    sejas feliz, deixa a morte de lado!

    Um beijo.

    ResponderEliminar
  11. Pois é né dona moça! kkkkk O bom do seu excelente poema é que um lado faz contraponto ao outro e assim atinge-se ao equilíbrio, né não? kkk

    Porreta

    O Sibarita

    ResponderEliminar
  12. Todos somos essa sombra e essa luz, essa menina que fomos e essa mulher madura que não deseja cair de podre, e que se dá conta de todos os opostos de que é feita a vida e todos os nossos sentimentos. Sei muito bem do que falas, só que nunca poderia expressar-me de forma tão bela.
    Adoro a tua poesia, Rosa, e tenho grande admiração por ti, pela forma crua e honesta como te mostras em cada verso.
    Que a Poesia viva sempre em ti!
    xx

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde Rosa!
    lelo poema! Uma divisão que nos faz pensar, nos faz buscar o equilibro entre um lado e o outro. Entre os dois lados da vida!

    Rosa estava com saudades de vir aqui.
    uma linda semana para você!
    Abraço Amigo!
    Maria Alice!

    ResponderEliminar




  14. "Hoje vou estar alegre.....amanhã já não..."
    É um bom mote, para...
    'O outro lado de mim'
    Mas já tinha saudades deste seu estilo...
    Tudo de bom
    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Rosa,que encanto de poema! Vivemos sempre a descobrir coisas sobre nós no decorrer da vida. Podemos ser muitas coisas ao mesmo tempo,como sua linda poesia! bjs,

    ResponderEliminar
  16. Todos nós temos dois lados, mas é sempre possível que o lado luz prevaleça :)
    Beijinhos, Rosa! :)

    ResponderEliminar
  17. Oi Rosa,
    Meu Deus: você quer ser poetisa no céu ou na Terra(inferno), pois nos dois lugares irá encantar com seus versos envolventes.
    O que uma leiga pode falar da sua poesia:Simplesmente maravilhosa e digna de aplausos.
    Beijos poetisa
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  18. Oi Rosa,
    Que bela poesia.
    Acho que todas nos passamos por esses polos diferentes.
    Ser a noite e ser o dia
    Ser as ondas e a calmaria
    Ser o veneno e ser o antidoto.

    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Poeta
    Minha Alma e Meu Contrário
    passariam por tal fadário
    se não fosse Eu a decidir
    em cada momento
    o lado que mais me convém
    (cada um de nós, somos três - descubra isso)

    :))

    ResponderEliminar
  20. Tentei perceber o poema! Vou ficar meditando no mesmo e ver se o consigo entender. Ele diz o que não diz,... e o que não diz, diz.
    -----------
    Que a felicidade ande por aí.
    Manuel

    ResponderEliminar
  21. Sempre ha um lado q completa o outro, porem existem os lados q jamais completam se belo post, lindo momento e vc merce receber beijinhos e beijinhossssss

    ResponderEliminar
  22. Sensacional sempre!!! Não sei quantos lados você tem, todos nós temos mais de um... mas garanto... mas todos os lados que você tem, se juntam numa grande poeta que você é.

    ResponderEliminar
  23. Ai Rosa, como comentar um poema em que cada verso é, de per si, um poema? Um mundo de sentires em cada momento dual da alma poética? É tão valioso um lado como o outro! Apesar desta aparente dicotomia, que apenas as palavras expressam, a essência é una!
    Adorei, querida amiga!
    BJO na tua alma :)

    ResponderEliminar
  24. Anjos que viajam diariamente comigo é
    que apoia nas nossas em pleno voo,
    que dão as suas asas para eu continuar meu caminho.
    São verdadeiros Anjos que lutam comigo para vencermos a
    injustiça e a indiferença expressa no mundo,
    São meus fiéis companheiros
    de viagem que vão comigo até aos
    confins do mundo e me ajuda a trazer esperança,
    Fé e Amor.
    Na Mochila lhe trago amor, carinho um abraço apertado
    e muitas saudades.
    Que seu Fim de semana seja abençoado
    e tremendamente feliz.
    Beijos e meu eterno carinho.
    Da sua afilhada..
    Evanir.
    Continuas a grande poetisa que conheci.

    ResponderEliminar
  25. Oi Rosa! Eis que mais uma vez, aqui me faço presente para me deliciar com a leitura de mais uma das tuas belas criações. Lindo e profundo poema.

    beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  26. Olá,Boa noite,RosaMaria
    Que belo, obrigado por compartilhar!
    ...a vida consciente se torna possível apenas quando duas forças complementares interagem. Assim, não é a dualidade em si que é um problema, mas o fato de darmos preferência a uma das polaridades em detrimento da outra. Ao fazê-lo, a vida se desequilibra..."O quanto eu perco em luz,conquisto em sombras."
    Obrigado pelo carinho,belo final de semana,beijos!

    ResponderEliminar

  27. Olá,

    Passei para lhe desejar: Bom tudo.
    Beijo na Alma.

    ResponderEliminar
  28. Há sempre uma linha que nos separa e a chave é encontrar o equílibrio entre essas linhas que fazem parte de nós...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  29. .

    Trago-te flores, mas
    rogo-te um beijo.

    Palhaço Poeta





    .

    ResponderEliminar
  30. Querida Rosa Maria

    Que leia pela primeira vez, pela leitura imaginará estar a ler uma típica sofredora. No entanto estamos em frente de uma grande poeta, que sempre traçou o cenário, talvez de influências, das célebres cartas se Sóror Mariana,
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Com muito carinho nesse fim de semana
    venho desejar muitas coisas abençoadas
    para você.
    Se Tiver avó..Feliz dia da avó.
    Feliz dia do escritor para mim
    escritor é todo aquele ,
    que escreve um livro ou simplesmente
    uma poesia até mesmo quando escolhe um poema.
    O fato de escolher um poema ou um texto
    para postagem não deixa de participar da vida do escritor.
    O escritor esta no coração de cada um de nós.
    Eu não me considero importante mais do
    que ninguém por ter escrito
    um livro.
    Um feliz e abençoado final de semana beijos da afilhada.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  32. O outro lado de ti é muito sensível e belo...

    Beijinho

    ResponderEliminar
  33. A dualidade que há em todos nós dissecada num poema: a Rosa.
    Bfs.

    ResponderEliminar
  34. OI ROSA MARIA!
    ASSIM SOMOS, NUM MOMENTO O TUDO, EM OUTRO O NADA, NUM A VIDA EM OUTRO A MORTE, NUM O PARAÍSO EM OUTRO O INFERNO, SOMOS PURA INCOERÊNCIA.
    LINDO, INSPIRADO E SENSÍVEL TEU TEXTO AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  35. Minha querida e doce amiga RM,
    em todos os lados que fazem parte de ti, mesmo com a negritude com que os desenhas, não sou capaz de ver senão a luz que se esconde nesse vazio do teu Eu, que é tudo onde guardas a brancura dos silêncios!
    E que o laço da vida seja para ti uma guarida.
    O meu enorme carinho num grande beijinho

    ResponderEliminar
  36. Uma poesia perfeita, bela demais e mostrando do quanto o ser humano é dual, bjos minha linda e parabéns pelo dia do escritor, bjos Luconi

    ResponderEliminar
  37. º°。❤❤° ·..
    Eterna dualidade humana!...
    Bom fim de semana!
    Tudo de bom!
    Beijinhos.
    Brasil.
    ❤° ·..

    ResponderEliminar
  38. Que haja sempre um dos lados que leve a renascer.

    Bjs

    ResponderEliminar
  39. Somos todos divididos, mas adoro todas as suas faces.
    Lindo poema, querida Rosa.
    Beijos,
    Renata

    ResponderEliminar

  40. Simplesmente fabuloso este teu poema Rosa Linda.

    As lágrimas vieram-me aos olhos, pois tocou-me muito.

    Esse teu lado que chora é o desabafo da alma, mas nunca abandones o lado que sonha....

    Bom fim de semana

    É tão bom ler-te

    Bjgrande do Lago

    ResponderEliminar
  41. Há um lado de mim que é exatamente assim.....

    Belíssimo..

    Bjos

    ResponderEliminar
  42. Sonhadora, possui tom romântico, solidão, a tristeza, ademais mencionas a morte, porquê? Sendo tão bonito aquilo que escreves.
    Sempre a superação e a esperança num dia melhor, mas para isso temos que colocar muito de positivo e assim enfrentar o dia a dia com maior êxito.
    Abraços de vida

    ResponderEliminar
  43. Temos todos o verso e o reverso, não é?

    Gostei muito do poema e do fundo musical

    Abraço grande, Rosinha

    ResponderEliminar
  44. Sempre uma brisa suave ler tuas letras minha querida e perfeita escritora.

    Um beijo especial em uma mulher que merece todas as rosas de seu jardim interior.

    Rachel Omena

    ResponderEliminar
  45. O mais complicado Rosa é saber lidar com estes lados bjs tenha uma linda semana

    ResponderEliminar
  46. Amiga Sonhadora!
    Mais um lindo poema esse!
    Interessante como você desliza entre os opostos, entre um lado seu que sofre e o outro que sonha.
    Espero que sua próxima semana seja iluminada.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  47. Oi, amiga. Estava com saudades!! È sempre belo seus versos. Adorei como Expressa essa dualidade!! Perfeito! Deixo meu carinho e agradeço por estar presente em minha página. Ando um pouco ausente, más não deixarei de passar por aqui. Grande bjo no seu coração! Feliz semana. Passarei lá no refúgio para ver o vídeo com Malu!

    ResponderEliminar
  48. Olá, queria Rosa
    Nessa dualidade vamos todos nós até nos integrarmos mais e vivermos com mais equilíbrio interior...
    Mas é muto bom percebemos os altos e baixos... os movimentos do espírito em nós...
    Lindo poetar e tão sensível!!!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  49. Que prevaleça o lado que quer sonhar, inspirar,cantar em versos,
    Que prevaleça o lado que quer fazer poesia para nos encantar.
    Mais uma obra prima querida amiga.
    Uma linda semana a voce.
    Meu carinhoso abraço de muita paz e saúde a voce.
    Beijos

    ResponderEliminar
  50. somos assim, sempre em contradição...
    um poema muito bom e sempre ao teu estilo.
    um abraço

    beijo

    :)

    ResponderEliminar
  51. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  52. As moedas têm sempre o outro lado. Cada um deles não se "vê" mas comunga a mesma massa. Uma face sem a outra não faz a moeda, ou, pelo menos não lhe atribui qualquer valor.
    Saber ser, tem a contradição permanente. Assim seja!
    Uma manífica Poesia.
    Parabéns.

    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  53. Rosa, querida

    Extraordinário teu poema! Essa ligação do "Eu" que se divide em dois,
    um alegre, outro triste!

    O teu outro lado, visto através de um espelho, reflete tua alma na contradição do Bem e do mal e da luta que se desenrola em ti e traz ao cimo estes versos que fazem doer os olhos e os sentidos. Poeta, adorei os dois, um de uma forma, o outro de outra forma, representam teus personagens no "Palco da Vida"...
    Parabéns!

    Adorei
    a forma como eles estão Apresentados e Representados!

    (não é fácil) Beijos,

    Maria Luísa Adães - "os7degraus"

    ResponderEliminar
  54. A poesia está dentro de ti, flui para nos encantar.
    Os teus poemas alimentam.
    Deixa ficar o lado que quer ficar, esse é o verdadeiro.

    ResponderEliminar
  55. De lágrimas nos olhos te li...e vejo em mim o outro lado, uma contradição que faz doer.
    Belo o teu poema e a musica que gostei muito também.

    Tem uma boa semana minha querida.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  56. Somos o sim e o não, um misto eterno de contradições, querer e não querer, viver e morrer, luz e sombra...Como te entendo minha querida, como me traduzes nas tuas belíssimas palavras!
    Belo poema Rosinha.
    beijinho meigo de luar

    ResponderEliminar
  57. Há dois lados em si e ambos são muito fortes,
    daí não se conseguirem anular. No meio fica a
    sua sublime poesia, que me faz estremecer ao
    lê-la.
    Bj. e muita amizade
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  58. Tal como as máscaras da tragédia grega, assim é a vida.
    Dissociável ,impetuosa, desprevenida...
    Bonito de ler.

    Beijo amigo. D

    http://acontarvindodoceu.blogspot.p

    ResponderEliminar
  59. Minha querida Rosinha
    Somos feitos de contradições e incertezas, como tão bem defines neste excelente poema.

    Que tenhas dias muito felizes.
    Beijos com muito carinho

    ResponderEliminar
  60. Até o lado negro, que assombra e carrega tristeza, exala beleza em seus versos. Bjs.

    ResponderEliminar
  61. Querida Rosa,

    Simplesmente magnífico...

    Uma forma poética brilhante de descrever

    a dinâmica das duas forças interiores,

    positiva-negativa,vida-morte e luz-sombra...

    O poema tem uma melodia linda,adorei!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  62. Querida Rosa
    O antagonismo pulsando dentro do coração uma querendo ficar e sobrepor-se à negatividade. É preciso deixar que ela venha e subjugue o negativismo. Lindoooo!!!
    Beijos com meu eterno carinho

    ResponderEliminar
  63. "Do outro lado de mim" há um pássaro verde com asas de infinito e o seu voo é sempre o mesmo grito a falar de amor...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  64. .

    Uau! Quanta poesia diz um poeta
    quando as circunstâncias apertam-
    lhe a garganta...

    Um beijo e parabéns pelas palavras
    sérias e bonitas.

    Ah, eu vou seguir seu blog...




    .

    ResponderEliminar
  65. Lindo, lindo, lindo!
    Querida Rosa Maria, você poetisou exatamente o que estava a sentir ontem, até comentei com meu marido e ele falou, "por que não transforma este sentir em poesia"?
    Não preciso mais, você o fez para mim, agradeço querida amiga.
    Beijinho sno coração.

    ResponderEliminar
  66. Respondi assim no meu blog:

    Miguel 30 de Julho de 2014 às 15:17

    Minha querida Rosa Maria
    Agrada-me muito que tenhas gostado das fotos que fiz com muito carinho - mas pouca técnica :), que não domino - para partilhar convosco.
    Obrigado pelos parabéns e pelo beijinho...
    Aparece sempre que possas. Gosto muito de te ver por cá...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  67. Temos vários lados.
    Não há nisso qualquer problema, só temos que os saber conciliar e fazer com que eles nos dignifiquem.
    Magnífico poema. Gostei imenso.
    Rosa Maria, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  68. Há um lado seu que eu admiro muito: a sua poesia. Beijos.

    ResponderEliminar
  69. Estas inspirações poéticas são únicas! sublimes!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  70. Querida Rosa obrigado pelos votos de saúde, poesia linda tem o seu lado triste mais é feita de tal maneira que se torna linda, um abraço da amiga Celina.

    ResponderEliminar
  71. Oi, Rosa!
    Ler seus poemas também é fazer uma auto análise de nós mesmos. Como temos coisas em comum! É essa humanidade que nos faz conscientes de nossas fragilidades, mas que também nos dá força para não esmorecer.
    Beijus,

    ResponderEliminar
  72. Como disse meu querido amigo Carlos menino beija-flor, não importa quantos lados tu tens, o que importa é que todos estão dentro de ti poeta maravilhosa. Poesia divina. Um bj

    ResponderEliminar
  73. Retorno de férias e tinha acerteza de aqui encontrar uma bela poesia como sempre.
    Beijos,
    Élys

    ResponderEliminar
  74. Muito bem escrita, Rosa!
    Esse paradoxo, essa batalha interna, retratou com imensa sensibilidade e sabedoria!
    Grande abraço, sucesso e um ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  75. Quem não se atreve a encarar a própria solidão e finitude, não saberá sorver o lado doce da vida, sempre a temer a sombra na orla da floresta...
    Na sua linda poesia vc nos leva pela mão por esses recantos tão escondidos, mas tão presentes, de todos nós...
    Um caloroso abraço, querida RosaMaria!

    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  76. Oi Rosa querida



    Amei o poema mas essa frase me encantou...

    "Há um lado de mim que me chora...outro que teima em sonhar."

    Lindo de viver...


    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar


  77. Estimada!

    Palavras que contém uma mensagem para reflexão.

    Bjs

    ResponderEliminar
  78. Que lindo este poema Rosa...uma viagem...se existem dois lados...o real que é tão negro...e aquele que ainda sonha..eu fico com o que sonha...com certeza é bem mais colorido...o que renova o amor sempre!eheh!viajei assim..
    Deixo Um abraço com carinho;;;querida.

    ResponderEliminar


  79. Olá.
    Toda nascente, despeja, as águas do rio, na direção do Mar.

    ResponderEliminar
  80. Olá prezada poetisa, e que tudo esteja bem contigo, sempre!

    É a natureza humana, ainda que uma parte de um ser imagine um momento para desistir, a outra parte sempre será insistente em aqui permanecer, ou seja, fazer o que nos foi recomendado pelo criador, viver!
    Eu já estava com saudades de cá estar e ler teus belos e intensos sentimentos, obrigado por compartilhar.
    E assim eu por cá passei e meu rastro deixar, e aproveitando cá estar deixo meu agradecimento por tuas sempre gentis visitas e comentários por lá, bem como meu desejo para que seja sempre deveras feliz o teu intenso viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderEliminar
  81. Voltando para reler sua bela poesia e dizer que meu blog está aberto a receber suas poesias sempre que quiser! Eu adoro! É só me mandar por email. bjs e bom fim de semana,

    ResponderEliminar
  82. Temos sempre dois lados e nem sempre sabemos qual o que devemos seguir.
    Como sempre minha amiga um poema maravilhoso.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  83. Boa noite, Rosa.
    Acredito que este lindo poema diz muita coisa e ao mesmo tempo uma verdade sobre nós humanos.
    Todos temos dois lados, o da luz, o da escuridão, o da vida e o da morte, o da paz e o da guerra., e por aí vai.
    O que penso é que temos de alimentar mais o nosso lado de luz, ainda que a escuridão nos chame, pois somente assim sobreviveremos ao desespero.
    Parabéns.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderEliminar
  84. Rosa-Sonhadora querida!
    Que belo poema!
    E temos nossas facetas que nos acompanham. Metade sol, metade lua, um tanto de amor..., outro de sonhos partidos. A dicotomia da existência e que se alastra nos nossos sentimentos também, porque somos muitos de nós mesmos.
    Lindo!

    Grande beijo e desculpe a demora em vir ler-te!

    ResponderEliminar
  85. Minha querida, sei que vou buscar luz a qualquer lado onde se encontre a tua poesia.
    Obrigada.

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  86. Querida amiga Rosa, que saudades estava daqui e de ler seus poemas, a correria do dia a dia não me permite estar com a frequência que gostaria fazendo visitas aos amigos que tanto estimo, mas não te esqueço não viu...Comentar um poema seu te confesso que pra mim as vezes é muito difícil, mas como diz um amigo "Poesia não se comenta, se sente" e eu sinto profundamente cada palavra, cada verso, elas calam profundamente em minha alma e coração...Parabéns sempre por esse Dom Divino que Deus te deu...Aplausos pra você poetisa de alma.
    Receba meu carinho e um abraço apertado de ♥ pra ♥
    Marilene

    ResponderEliminar
  87. Rosa Maria, que lindo seus versos mostrando a dualidade do viver, um pouco por aqui o outro lá onde tudo até pode nos parecer também lindo e real!
    Poesia pura, tens esse dom, consegues nos fazer ler cada verso e pensar e repensar a vida e porque não, também a morte!
    Amei ler e aproveito também para agradecer a sua sempre amável visita lá no meu espaço!
    Beijos e abraços apertados linda amiga!

    ResponderEliminar
  88. A alma do poeta é assim. Está sempre dividida, vive no fio da navalha, num difícil equilíbrio entre o sonho e a realidade.
    Um abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  89. Finalmente vou de férias!
    Confesso que estou necessitado de descansar.
    Desde que vim para Itália, no dia 29 de Maio, tenho dado belos passeios, visitado locais que não conhecia e revisitado outros já conhecidos.
    Mas, a par disso, o trabalho tem sido a um ritmo bastante acelerado, com o intuito de, o mais rapidamente possível, poder regressar a Portugal. Este objectivo ainda está um pouco longe de ser alcançado…
    Agora chegou o momento de gozar férias. E aí vou eu, no próximo dia 14.
    O regresso… é uma incógnita. Quando voltar vos farei saber 
    Para que não me esqueçam… deixo-vos mais algumas fotos do passeio que me foi oferecido como prensa de aniversário…
    Para veres as fotos e o resto do texto… terás que ir ao “DEUSA” 
    Um beijo
    Miguel

    ResponderEliminar
  90. Sensíveis e profundos sentimentos, expressos de forma tão lindamente poética e triste, mas guardando sempre uma luz contida na alma.

    Nosso carinho,

    Ghost e Bindi

    ResponderEliminar
  91. Sou eternamente dois.
    O que somos e o que julgamos poder ser!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  92. Querida amiga

    Somos estes dois lados.
    E penso ser esta
    a luta que se travará
    em cada um de nossos dias,
    sem vantagem para
    nenhum dos lados...

    ________________________

    Que tenhas tempo
    de descobrir que a vida
    se alimenta dos momentos presentes,
    e que nestes momentos
    está a nossa felicidade.

    ResponderEliminar
  93. Sempre sábias palavras, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  94. Lambendo ainda as feridas pela passagem do meu paizinho venho te convidar para votação da final do 9º Pena de Ouro... A vida continua e o tempo não para, por isso decidi reativar o concurso/brincadeira, que foi interrompido, quando papai quis ir fazer uma festa no céu. Então venha brincar comigo e os blogueiros que heroicamente não deixam a blogosfera fenecer. Um enorme beijo no coração.

    http://ostra-da-poesia-as-perolas.blogspot.com.br/

    Desculpe passar tão rápido pela tua casa e nem sentar e saborear teu post... O tempo urge e tirei o dia para convidar a blogosfera, depois volto com calma e te afago.

    ResponderEliminar
  95. Oi Rosa querida


    Impossível comentar...
    Poema impecável...
    Todos os elogios hoje seriam pequenos.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  96. içar velas, que o mar nos trague e não nos traga de volta!

    ResponderEliminar
  97. Minha querida
    Um magnífico poema,eivado de belas antíteses!
    Há quem diga que «não há outra vida depois desta. Para existir uma outra vida,seria preciso que em cada um de nós existisse uma outra alma»: (J.S.Nobre)
    Parabéns.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  98. É isso, o ano novo!

    Como foi o nascer do novo ano? Tomara as mil maravilhas!

    O Sibarita

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora