BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Vagueio...



Vagueio nas veredas do sonho...caminhos tristes da saudade
Quimeras afogando a noite...e a escuridão rasgando a pele
Rochas rompendo a carne...tempo esperando a eternidade
Nos lábios sabor a sal...no corpo esquecido...sabor a fel

Vagueio nas veredas do sonho...perdi as pétalas pelo caminho
Perdi a ilusão na dor...amareleci com o tempo pisada no chão
Despojada de mim...sou a lágrima que cai...da rosa o espinho
Que queima a alma...que doi no peito...que é gole de solidão

Vagueio nas veredas do sonho...sou terra árida...mãos vazias
Sou uma manhã de ausência...sou a noite que não tem fim
Sou a esquina onde desenho...um triste olhar na escuridão
Perto de mim e tão longe...do caminho onde me esqueci

Vagueio nas veredas do sonho...passei só ao lado da vida
Perdi-me na escuridão do tempo...nas águas turvas do amor
Nas memórias de outro eu...cinzas do meu corpo sem guarida
Arrastado e ferido pela tempestade...morto e sepultado pela dor

Vagueio nas veredas do sonho...invento-me na fria madrugada
Papoila rubra solta ao vento...campo agreste...um resto de mim
Talvez a sombra da vida...outro lado da morte...na dor sepultada
No amor que inventei...nos braços vazios do sonho que não vivi

Vagueio nas veredas do sonho...fiquei na outra margem do rio
Na ausência de mim...na terra revolta do chão dos meus passos
Na cama vazia...no anoitecer da ilusão...no passado morto e frio
Do presente rasgado e desfeito...envolto no vazio dos braços

121 comentários:

  1. A tua poesia é profunda, melancólica mexe com a alma de quem te lê! lindo como sempre!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Rosa, boa noite!
    Vaguear assim, alimentando a dor, faz de nós seres tristes, perdidos nos espaços mais sombrios da noite.
    Queria vê-la vaguear por jardins floridos, aquecida e revitalizada pela pureza do sol, pela beleza das cores.

    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Olá, Rosa. Passando para desejar uma boa noite e ler mais uma vez seus versos lindo, melancólicos. Más tocam o coração! Bjos carinhosos e ótimos dias pra vc.

    ResponderEliminar
  4. ler um boa poesia é um prazer indescritível...
    Poesia e imagem belíssimas e em perfeita sintonia.
    Grande abraço! Bom Carnaval.

    ResponderEliminar
  5. ROSA QUERIDA, SEMPRE MUITO BOM RECEBER SUA VISITA!OBRIGADA! SEU BLOG SEMPRE LINDO. MELANCÓLICO SIM, MAS CHEIO DE ENCANTAMENTO.gOSTO MUITO DE TE LER.

    TE DESEJO UM LINDO FIM DE SEMANA!

    ResponderEliminar
  6. fiquei na outra margem do rio, na ausência de mim...

    lindo isso amiga sonhadora..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  7. Caminhamos carregando nossa dor, angústia e tormentas que nos sobram dos muitos pensamentos que nos devassam diariamente.

    Voltemos o nosso olhar para a esperança e construamos o melhor sorriso para que não nos deixe morrer nesse mar de sofrimento.

    ResponderEliminar
  8. Ola,bom dia!
    Lindos Versos,uma canção melancólica,porém muito profunda.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  9. Linda e profunda inspiração,SEMPRE!!beijos, ótimo fds,chica

    ResponderEliminar
  10. Em muito lugares essas veredas dos sonhos pode nos levar,,,nos fazer divagar num mundo imenso que existe dentro da gente...beijos querida amiga e um belo final de semana.

    ResponderEliminar
  11. Veredas que se abrem em sonhos muitas vezes encobertos por névoas e outras claros como o céu azul.Beijos

    ResponderEliminar
  12. ...sou terra árida...mãos vazias
    ...sou a noite que não tem fim
    ...um triste olhar na escuridão
    ...do caminho onde me esqueci'
    ...............
    Mui triste vaguear...
    bfs
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Rosa

    Solidão e vaguear... o que faço neste momento...

    Beijo

    ResponderEliminar
  14. Mais um belo e sentido poema de onde se a dor nas plavras que marcam gente sofrida

    "Vagueio nas veredas do sonho...sou terra árida...mãos vazias
    Sou uma manhã de ausência...sou a noite que não tem fim"

    (E mais, muitas mais)

    Vagueio nas veredas do sonho...invento-me na fria madrugada
    Papoila rubra solta ao vento...campo agreste...um resto de mim "


    E rimaram e tudo... parabens amiga e continua a escrever sempre bela poesia.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. Querida Sonhadora dos lindos poemas, um ótimo fim de semana pra você! Beijos!

    ResponderEliminar
  16. Às vezes, eu também vagueio num mar de pensamentos.
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.
    Brasil

    (⁀‵⁀,) ✿
    .`⋎´✿✿¸.•°
    ✿¸.

    ResponderEliminar
  17. Vagar mas com um rumo a seguir...
    Beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  18. Que lindo minha amiga!
    A nossa passagem pela terra é um vaguear constante...
    Um beijo

    ResponderEliminar
  19. Uma poesia como sempre escrita com alma...Um dia, acredito, verei tua alma sorrindo passeando feliz em belos jardins.
    Que tenhas um belo fim de semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  20. Rosa querida,

    você é especial nas suas escritas,
    deixa falar esse coração lindo
    que tem...
    Vagueio nas veredas do sonho...
    No amor que inventei...nos braços vazios do sonho que não vivi...

    profundamente lindo,minha amiga!!!
    e se inventou um amor,
    venha comemorar comigo...

    ResponderEliminar
  21. Hola amiga!

    "fiquei na outra margem do rio
    Na ausência de mim."

    Quantas vezes ficamos assim à deriva, buscando um cais para ancorar?
    Quantas vezes ausentes de nós?
    Impossível?
    Definitivamente não.

    É no ausentar daquilo que consideramos "eu"
    que encontramos nossa essência pedindo colo,
    pedindo arrego,
    reconhecimento.

    Belíssimo poema. Inquietudes expostas. Parabéns!

    ResponderEliminar
  22. Simplesmente lindo!
    Um ótimo carnaval para você.
    Bjo no coração.

    ResponderEliminar
  23. olá querida
    saudades,vagueia
    na saudades nos sonhos
    linda Tarde bj

    ResponderEliminar
  24. Rosa

    Sempre pode haver uma escapatória nas
    veredas do sonho, para recordar o amor que sempre presente ficou. O sonho sempre opera milagres em favor de quem o acalenta
    beijos

    ResponderEliminar
  25. E é sempre tão bom vaguear nas veredas da sua poesi repleta de sonhos, por vezes desfeitos mas lindos! Bjs

    ResponderEliminar
  26. Oi Rosa! Passando mais uma vez, para apreciar mais um dos teus belos poemas, com ênfase para a estrofe abaixo:


    Vagueio nas veredas do sonho...passei só ao lado da vida
    Perdi-me na escuridão do tempo...nas águas turvas do amor
    Nas memórias de outro eu...cinzas do meu corpo sem guarida
    Arrastado e ferido pela tempestade...morto e sepultado pela dor


    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  27. A nossa Cruz, certamente será sempre o nosso dia a dia.
    Felicidades, pra voce

    ResponderEliminar
  28. Que belíssimo texto... Passa o sentimento da saudade dolorida em cada linha...
    Lindo seu espaço! Já te sigo!
    Um 2012 todo floridinho de Deus pra ti,
    Bjsss

    ResponderEliminar
  29. Vagueias com palavras tão sofridas minha querida.
    Sendo um poema de sofrimento, como posso eu gostar tanto de o ler.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  30. O teu amor dá cor a minha vida. Sigo por este caminho buscando constantemente o sabor da tua pele.

    ResponderEliminar
  31. Rosa,
    As suas palavras são sempre grito na manhã dos tempos...

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  33. Vagueio até a outra margem do rio, esqueço o vazio poético da ilusão, e com o teus lindos poemas reencontro a poesia perdida. Beijo.

    ResponderEliminar
  34. Que assim como encontraste caminhos a vaguear também encontre caminhos a brilhar. Que dos dias de vazio jamais venha se lembrar quando sentires novamente o coração pulsar. Bjos. Tenho um dívida comigo, lutar até o fim por minha felicidade, ainda que as ondas queiram me afogar...

    ResponderEliminar
  35. e porque vagueias:
    é "vagamundeando"* que os mundos - os nossos, os ainda por descobrir, os que tantas vezes são reverso sem verso - se fazem cereja nas orelhas do maio.

    beijinho, querida sonhadora!

    * "vagamundear: o verbo não existe, mas deveríamos inventá-lo; conjuga duas das essências do homem: a viagem e o mundo.

    ResponderEliminar
  36. minha querida,

    mande no meu e mail:

    robearzi@hotmail.com

    vou ficar muito feliz e vou colocá-lo
    em lugar de destaque...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  37. E foi vagueando pela beleza dos teus versos que me vi a mim mesma, muitas vezes vagueando pelos mesmos lugares; vagueando pelos sonhos, vagueando pelas recordações..vagueando pelas alegrias, pelas tristezas...vagueando pela dor...vagueando pelo amor. Há toda a espécie de caminhos nesta nossa vida; um dia vagueamos contentes por estradas lisas com ambos os lados repletos de árvores e flores; outro dia lá vamos nós por caminhos estreitos e sombrios onde só encontramos pedras e escuridão. Mas...temos sempre a oportunidade de trocar as voltas à vida; às vezes não é nada fácil, mas escolher um caminho menos íngreme sempre se consegue. Há que tentar sempre! Belos os teus versos feitos lamento...lamentos que são de todos nós algumas vezes. Toda a gente vagueia...toda a gente algum dia se perde e fica sem rumo. Parabéns, amiga! Desejo que tenhas um belo fim de semana, florido e com muito sol. Beijinhos
    Emília

    ResponderEliminar
  38. E nas veredas do sonho embalo nas imagens que as tuas palavras sempre transmitem.



    Minha querida, tens selo lá no meu blog. Obrigado pelo carinho sempre lá deixado.



    Beijinhos

    ResponderEliminar
  39. Ah, como eu gosto de ver-te vagueando! Mas prefiro hoje imaginar-te flor, papoila levada nos braços do vento! Ou manhã que desperta em madrugadas de sonhos sem noite!
    Deixa-me hoje ver-te e e ler-te assim, Rosa!
    Linda a tua poesia, amiga! Enorme!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  40. Fiquei aqui à vaguear nas suas palavras... O amor a gente inventa mesmo.Muito lindo seu poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  41. Lindo demais querida!!
    No vazio dos braços a espera de novos abraços.

    Feliz carnaval amiga!!

    ResponderEliminar
  42. Bom dia, amiga querida! Fiquei muito feliz em ver que você entrou para os TOP REDESCOBRIDORES DA ALMA.
    VOCÊ ESTÁ EM ÚLTIMA POSIÇÃO, MAS COMO SEI QUE ÉS AMIGA FIEL, LOGO SUBIRÁ.
    Obrigada pelo carinho de sempre, e deixo registrado que ler você é ótimo, pois seu talento não compara-se, porém, sente-se!
    Poema lindo, e em cada estrofe é um encontro com a minha alma.
    Vagueio e muito, ainda mais agora!

    OBS:estou com problemas na net, por isso sumi.
    Um beijo imenso na alma, e fique na paz!

    ResponderEliminar
  43. Querida poeta flor,
    vagueio eu nas tuas
    palavras de amor
    poesia e dor.

    Um Bem Haja neste
    doce coração!

    BjBj

    ResponderEliminar
  44. O sonho pode mover vontades e concretizar-se...
    LINDO!
    BS

    ResponderEliminar
  45. Que seu dia seja delicioso e lindo como um desabrochar de uma linda flor, um beijo poetisa

    ResponderEliminar
  46. Um belo final de semana pra ti minha amiga querida,,,muita paz e muita poesia pra alimentar a alma...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  47. Rosa, vagueias na mais bela inspiração sempre!

    Beijos

    ResponderEliminar
  48. ola Rosa.. eu amo ler seus poemas
    eles mechem mto comigo..
    "No amor que inventei...nos braços vazios do sonho que não vivi.." eh de mais essas palavras..
    bjoss e felicidades ..

    ResponderEliminar
  49. Rosa,que belos caminhos desse sonho!Sempre maravilhosas poesias!bjs,

    ResponderEliminar
  50. Minha amiga, um vaguear pela perda pela dor.
    Só tu consegues fazer poesia com tanta força e sentimento.
    A música de fundo sempre perfeita.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  51. Momentos comuns a todos nós, que bonito este sonhar triste. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  52. Vagueando entre o sonho e a realidade, entre o amor e odio, a paixão e a indiferença, fazemos a travessia entre a vida e a morte. Muito bom o poema.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  53. "Vagueio nas veredas do sonho...fiquei na outra margem do rio".
    Lindo, mas triste.Basta atravessar o rio das incertezas, das dores a procura de certezas e cores.A felicidade é isto uma procura e um novo olhar.
    Escreves lindamente!
    Amor e risos.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  54. Um belo domingo pra ti minha amiga querida e uma semana repleta de poesia e muita paz...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  55. Rosa Rosae, Rosarum: percebemos sentir teu entre tristezas e alegrias (tudo é momento,tudo eterniza), o néctar da doçura,favo esse em cuore nosso aussi reside!

    Bzuz girassólicos fraterníssimos e carismáticos,destilar da dor o mel,é coisa de poeta amamos você

    Re e Ri

    ResponderEliminar
  56. Como te entendo nesse vaguear pelas brumas da vida! mas para se vaguear é porque existiram momentos, épocas, segundos, fosse o que fosse, que nos deixou algo por onde vaguear...Temos uma vida para onde olhar (boa/má/triste/alegre...Não importa)ainda que só uma feita de dor e desenganos ela dá-nos este poder de escrever e transcrever a alma que nos habita.
    Vagueando, vagueando...Mas trilhando os caminhos da bruma.
    Lindo minha querida, e profundo, TEU!

    beijo doce de luar perdido

    ResponderEliminar
  57. Perdoa eu ser repetitivo, por não saber comentar poesia (como tu fazes...), mas adorei este teu poema e acho que é excelente.
    Querida amiga, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  58. adoro vaguear pelas suas palavras e me perder pelos caminhos que elas me leva.
    bjs,

    ResponderEliminar
  59. Boa tarde amiga Rosa Solidão,
    Pelas veredas a vaguear
    Que não se perca na escuridão
    A felicidade junto do coração abraçar!

    Sonhos ilusão,
    De um lugar vazio
    Da realidade à imaginação
    Sem amor coração sente frio!

    Bom domingo.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  60. Sonhos às vezes são bem tortuosos...

    Beijos!

    ResponderEliminar
  61. Contemplo-te nas palavras. De uma forma vaga vago em ti como a um espelho. Na outra margem desse imenso oceano arrasto o pensamento e por um momento, preencho o vazio dos braços com abraços. Então, como velas acesas, dançamos em nossa escuridão...

    Menina... Tua leitura é um delicioso caminho de inspiração..

    ResponderEliminar
  62. a solidão doi, mas se a alimentamos é uma dor dilacerante
    bjs

    ResponderEliminar
  63. porque é sempre inspirador vaguear por entre as tuas palavras.
    abraço-te.

    ResponderEliminar
  64. Sonhadora,

    Obrigada pela visita, abençoada semana!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  65. O poema é belo, amiga, mas deixa-me, hoje, felicitar-te pelas lindas imagens que escolhes.


    Beijinho e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  66. Rosinha

    Mesmo vagueando te encontras sempre nas linhas escritas. Beijinho com carinho.

    ResponderEliminar
  67. Há momentos na vida que podemos sentir este vazio. São frases forte de muita tristeza.

    abraço

    ResponderEliminar
  68. Rosa, passando pra te ler e deixar meu carinho.
    Seus poemas são sempre lindos, mostram seu interior.

    Beijos com carinho.

    ResponderEliminar
  69. Madrinha Amada.
    Venho agradecer seu colinho de madrinha nesses dias meio turlentos que venho passando.
    Eu me sinto feliz apesar de tudo és de uma fidelidade inigualável .
    Seu poema é sempre lindo nem tenho como descrever a grandeza da poetisa que tu és .
    Uma feliz semana beijos no coração sua afilhada.
    Evanir

    ResponderEliminar
  70. Obrigada pelas palavras gentis e carinhosas! Feliz Carnaval!Sambando ou descansando! Abração cheio de confete e serpentina! Bjão no coração!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderEliminar
  71. Rosa linda!
    Versos profundos e tocantes como sempre.
    Sente-se que vem do teu coração!
    Te ler é pura emoção!
    Beijos, minha querida Sonhadora!

    ResponderEliminar
  72. Um belo dia pra você minha amiga, repleto de muita luz, muita paz,,muito carinho e muita poesia...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  73. Vaguear por aí, mesmo se for na melancolia ou até na dor mas procurar sempre o caminho de volta para a vida e a sua luta.

    Beijinhos, amiga sonhadora

    Verdinha

    ResponderEliminar
  74. Minha amiga um vaguear pelo interior da alma mostrando toda a dor e solidão que a vão preenchendo ao longo da vida. Como sempre sublime!
    Meus parabéns pela homenagem linda e merecida que os amigos de "Um Farol chamado Amizade" lhe fizerem.
    Boa semana
    Nas asas da amizade envio um abraço bem apertadinho e um grande beijinho
    Maria

    ResponderEliminar
  75. Abençoamos aqueles que se preocupam conosco, que nos amam, que nos atendem as necessidades...
    Valorizemos o amigo que nos socorre, que se interessa por nós, que nos escreve,
    que nos telefona para saber como estamos indo...
    A amizade é uma dádiva de Deus ...
    Mais tarde, haveremos de sentir falta daqueles que não nos deixam experimentar a solidão!”
    (Chico Xavier)
    É belissimo ter vc comigo ! Seu carinho e sua amizade me faz muito bem.
    Muitas bençãos e vitórias pra você nessa semana ! Paz e alegria pra vc.
    AMO você e tUDO qUE você represnta na mnha vida.
    Que Deus guie seu caminho hoje e sempre.
    Não se esqueça que Estou seguindo -te e te amando.
    Linda e abençoada semana.
    Beijos na Alma sua afilhada..
    Evanir..

    ResponderEliminar
  76. Rosa, Querida

    Ser ou estar triste, não é muito edificante. Oscilar entre a solidão e a tristeza, também não é.
    Mas, o Amor existe para superar tristezas, solidão, amarguras...
    A Esperança que nos traz é sempre maior que o vaguear, dentro de nós, pelos escuros que sempre nos acompanham, mas devemos iluminar em cada pensamento.
    Poema triste e com muita dor.

    Beijos

    SOL
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  77. Magia nas palavras nos sentimentos, nas emoções... excelente!

    ResponderEliminar
  78. Gracias mi buena amiga por acariciarnos nuestro corazón con la sublime belleza en cada verso de tú preciosa poesía. Que pases una feliz semana llena de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderEliminar
  79. Olá querida Rosa,

    Sempre intenso e emocionante pela
    melancolia e dor de solidão.

    ..."nos braços vazios do sonho que não vivi". (Toca até a alma!).

    Neste vagar nas veredas do sonho, novos sonhos de amor e felicidade haverão de surgir.

    Beijão.

    ResponderEliminar
  80. Olá,

    Sinto-me sempre assim.
    Vaguear na margem da vida...

    Abraço grande

    ResponderEliminar
  81. Horas essas trites de intensa melancolia,
    onde já não se vê mais a noite nem o dia.
    O tempo se confundi, porque alma tua te consome, sem devolver-te a alegria...
    Segue minha amiga
    nas águas mais proximas, que seja do mar, que seja dos rios, algo na limpidez que te asserene o coração
    e verás dos pássaros o assovio, nas matutinas d'outros dias te chegar...

    Como sempre a admirar a força
    dos teus poemas em tuas divagações...

    Beijinhus carnavalescos em teu coração

    Livinha

    ResponderEliminar
  82. Que dizer?
    Encanto, magia, amor e paixão.
    Ler-te é como respirar.

    ResponderEliminar
  83. E eu vagueando aqui cheguei e me sentei e descansei a ouvir a voz dolente do fado e a ler-te sempre oh tua beleza de versos magoados, mas lindos. E aqui ainda estou. Lendo-te.

    ResponderEliminar
  84. Ao ler mais este belo poema, embalado por essa voz maravilhosa de Amália Rodrigues, faz-nos vaguear pelas veredas dos sonhos.


    Bjs

    ResponderEliminar
  85. Rosa, minha admiração cresce, em cada poema teu.
    Quanta lindeza com as palavras, quanto carinho.

    Beijinho querida.

    ResponderEliminar
  86. Olá querida Rosa


    Sempre lindos teus poemas...

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  87. Olá...obrigado pela presença pelas palavras lá no Verseiro

    Sempre bom te ver vagueando de m~çoas dadas com as palavras, com os sentimentos...assim o passeio vira poesia e a poesia vira strada, por onde nossos olhos caminham...

    Um abraço na alma

    Bjo

    ResponderEliminar
  88. Ah, Sonhadora!

    É sublime a tristeza poética dos teus versos. Que seja apenas fingimento poético da tua alma em chama.Bom Carnaval.
    Abraço carinhoso.

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  89. Um Poema muito bonito, acompanhado por uma linda canção na voz inconfudível de Amália!

    ResponderEliminar
  90. olá! Lindo texto

    VAGUEI em um sonho onde todos queriam me acordar, onde as poesias tinham sabor de mel e meus amores podiam ser tocados. VAGUEI NESSE SONHO A 22 ANOS! ACORDEI E PERCEBI QUE ELE PODE SE TORNAR REALIDADE!

    ---
    abraços! te espero no me infinito particular

    ResponderEliminar
  91. Há sempre uma outra margem para ultrapassar.

    Bjos

    ResponderEliminar
  92. ec como diz a canção a ponte é uma passagem para a outra margem.

    e daqui desta margem te envio os meus parabéns por este trabalho pleno de poesia e de inegável beleza com mesclas de nostalgia mas muito bem conseguido.

    um sorriso :) e um beijo

    ResponderEliminar
  93. Que gusto volver por tu blog. amiga disfruto siempre que te leo..

    Un abrazo
    Saludos fraternos...

    ResponderEliminar
  94. A poeta caminha em profundo
    abandono
    nos versos aparentemente
    amargurados
    são tristes mais doces
    coloridos e sensitivos
    porque vejo
    o campo agreste em que a poeta
    é uma "papoila rubra ao vento"
    perdida pelo amor que inventou
    acabando na outra margem do rio
    o ritmo é como o de Florbela Espanca
    mas a Rosasolidão nos faz vislumbrar
    o abandono profundo do ser
    e nos sentir na pele
    cada verso musicado
    em rimas ricas de muita dor
    estrofes em oitava de muita
    cor
    mais doce para se saborear
    seu poema é como um doce
    de frutas vermelhas
    entorpecido de licores
    de cerejas e phisalia
    sempre penso na próxima
    mordida
    na próxima rosa
    na próxima dália.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  95. Rosa..Rosita,

    A tua poesia e linda cheia de sensibilidade, teu coraçao e grande, obrigado por ser assim.

    Nunca DEIXES de sonhar e tb um lindo viagem e faze a vida mais bonita..

    Sejas sempre muito feliz.
    boa noite
    beijos na alma

    ResponderEliminar
  96. Olá Rosa, minha linda amiga.

    Vamos tentar um encontro nesse vaguear, prometes?

    Beijo doce.

    ResponderEliminar
  97. Oi Rosa querida,

    aqiu estou eu de volta para ler as suas belíssimas palavras de sempre. Peço desculpas pela minha ausência, estive fora por uns dias.

    Rosa, seus poemas me lembram muito Fernando Pessoa, tens um talento incrível, uma forma de descrever o amor e as dores do amor toda peculiar. Tenho muito pouca disponibilidade para navegar aqui na blogsfera, então escolhi alguns blogs que realmente me sensibilizam para seguir e voce é um deles. Sou uma admiradora do seu trabalho. Que voce tenha muito sucesso e seja reconhecida pelo seu talento!

    grande abraço

    Leila Rodrigues

    ResponderEliminar
  98. Linda sonhadora!

    Que a luz seja alcançada... que o pássaro cinza renasça da cor... feito fenix e se encontre! Beijos.

    ResponderEliminar
  99. O dia a dia
    de um poeta
    é um constante
    pensar,
    sonhar,
    exercitar
    a alma,
    lidar com a vida
    e seus constantes
    acontecimentos...


    Poeta Francis Perot

    ResponderEliminar
  100. Vagueando em seu espaço...

    Bom dia querida amiga e obrigada pela sua companhia.

    Luz em seu caminho.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  101. Uma bela quarta feira pra você minha amiga, muita paz, muita serenidade e muita poesia na alma...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  102. Oi,Sonhadora!As vezes a única coisa que nos resta é vagar por ai e crer que no tempo certo as coisas irão acontecer...
    Beijosss

    ResponderEliminar
  103. Ah, como eu amo essa nostalgia intrínseca em você...Aqui eu treino a minha emoção, saio sempre com o coração batendo mais
    forte...Beijos,

    ResponderEliminar
  104. Bom dia!
    (⁀‵⁀,)
    ¸`⋎´
    ¸.•°`♥
    Beijinhos.
    Brasil

    ResponderEliminar
  105. Oi Rosa, tem selinho para você. Número 3.
    Bjo no coração.

    ResponderEliminar
  106. Acho que é essa a sensação, a minha sensação...vagueio por aí, ali ou outro lado!!!


    Abraço-te

    ResponderEliminar
  107. construção belíssima,
    estrofes de dor,
    sintomatologias do vazio,
    indícios da perda,
    mas da ausência brotou o canto, a construção que é outra margem de presença ou já dor transfigurada.
    grato pela partilha
    filipe

    ResponderEliminar
  108. Boa tarde, querida amiga Sonhadora.

    Lindo poema como sempre.
    Vagamos sempre à procura de respostas que nunca teremos, mas as sentimos todas!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  109. Vagueamos entre sonhos e ilusões, entre dor e saudade...entre o ontem e o hoje...
    Beijito.

    ResponderEliminar
  110. Hoje meu vagar busca da esperança encontro que quero encontrar.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  111. Um dia repleto de paz e poesia pra ti minha amiga querida...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  112. Olá Rosa,muito bom o seu poema,como é hábito.Que bom que ainda consegue sonhar,é sinal de que ninguém lhe estragou os sonhos e os amigos lhe foram sempre fiéis.
    Veredas,pontes,sonhos,ilusão,ás vezes para o céu outras para o inferno!
    Hoje não estou nos melhores dias para comentar,gripe,febre,e parece que passou um bonde por cima de mim.
    Continuação de boa semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  113. Querida Rosa!!

    Versos lindos e intensos, embora melancôlicos...deixam um perfume no ar.
    Beijos minha linda!

    ResponderEliminar
  114. Os caminhos do sonho são muito ricos...Levam-nos a lugares e desejos que o real não nos oferta.
    Lá navegamos nas asas lindas desse mundo tão fantástico.
    Lá sentimos os braços que tanto clamam por nós..............

    Belo

    Bjgrander do Lago

    ResponderEliminar
  115. ...olá Rosinha flor perfumada!!

    quando é que este lindo coração
    vai falar de amor sem dor?

    não é possível que um coração
    tão doce, uma alma tão linda
    não mereça viver a alegria
    do amor!!

    não tem por aí?

    então venha aqui pro Brasil,
    assim você desencanta
    de vez...

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    'ai como eu sou bandida'

    rsrsrs

    adoro você!

    ResponderEliminar
  116. Minha querida amiga ,o homem nasceu para ser feliz ainda que as circunstancias sejam contrarias..Não é fácil perder mais é fácil mudar para o outro lado da história se assim queremos..
    Amiga busca a felicidade ela clama por ti todos os dias..

    Sabe eu tambem me entreguei muitas vezes a dor e a solidão me consumia os dias..Hoje eu sorrio para tudo que é mal para minha vida e nem me importo se perder de novo..eu seguirei andando e buscando ser feliz pois minha fé é grande e oro por todos os meus amigos para que vejam alem da grande LUZ que é nossa própria vida...seja feliz amiga querida pois nada merece tanta DOR..

    Teus amigos te ama muito

    Beijos

    ResponderEliminar
  117. Vagas por mares de solidão
    em poesia e silêncio
    nos fazendo viajar em tua dor
    e em teus belíssimos versos.

    bjs cheios de carinhos Flor!

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora