BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 12 de abril de 2011

Deixem-me Só....


Deixem-me só...no regaço da noite...no frio da madrugada
Nas ruas sem nome...nas vielas sem luz...labirinto sem saída
Deixem-me só...vestida de ternura...e tão triste e amargurada
Amarrada...amordaçada...nesta angustia...tão despida de vida

Deixem-me só...na bruma das palavras...no silêncio da ilusão
No anoitecer de mim...no amanhecer da terra...chorando
Deixem-me só...do lado de lá da vida...lado negro da solidão
Entre o céu e a eternidade...no limbo das sombras...vagando

Deixem-me só...vagando no vento...dilacerada...caida no chão
No vazio dos braços...no silêncio das mãos...no esquecimento
Deixem-me só...entre a pausa e o infinito...no cais da solidão
Envolta na treva...vestida com o negro véu do meu lamento

Deixem-me só...nas amarras do tempo...nos braços da morte
No abismo da escuridão...prostrada na terra fria da desilusão
Deixem-me só...no frio da alma...no eterno cansaço da noite
No silêncio profundo das lápides frias...o anoitecer da ilusão

Deixem-me só...na tempestade do meu peito...de mim ausente
Sombra apenas...soluçando a minha dor...gritando as mágoas
Deixem-me só...arrastando o cansaço...morrendo lentamente
Envolta nas trevas...volto a ser noite...vestida de lágrimas

Deixem-me só...neste grito mudo...neste Inverno sem cores
Vestida de penumbra...caminho sem rumo...perdida no vazio
Bebendo o veneno das noites...sentindo o fogo de mil dores
Deixem-me só..no meu olhar sem memória...tão negro e frio

103 comentários:

  1. Seu poema é triste e lindo, mas as vezes é melhor ficar só, beijos.

    ResponderEliminar
  2. Querida amiga

    Os momentos que vivemos,
    nos fazem encontrar palavras
    que parecem nossas.
    Deixem-me só... na tempestade do meu peito...

    Maravilhosamente lindo.

    Que haja sempre sonhos
    por sonhar.

    ResponderEliminar
  3. Uma instrospecção é sempre uma ótima maneira de ver a vida...

    Bjsss

    Mila

    ResponderEliminar
  4. Não deixo nada!
    Só se for vestida de ternura, como mereces, amiga Rosa.

    beijo

    ResponderEliminar
  5. Olá Sonhadora
    As vezes preferimos estarmos sós, para curtirmos a nossa dor e pensarmos a nossa vida. Belo poema.
    Bjux

    ResponderEliminar
  6. Um dia eu falei: Deixe-me só!
    E nunca mais saí desta solidão...

    Um poema triste e frio, porém perfeito para expressar o meu sentimento de desilusão!

    Beijossss

    ResponderEliminar
  7. É verdade que muitas vezes precisamos de estar sós... Só sozinhos podemos olhar dentro de nós...
    Precisamos de olhar dentro de nós, para que depois possamos olhar para dentro dos outros!

    http://equandoanoitece.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Deixem-me só...
    Ouvir Amália ao mesmo tempo que leio o seu poema tão triste e amargurado faz-me lembrar a imensa amargura em que ela viveu, cheia de tudo e pobre de nada. Amália escreveu coisas lindas na sua amargura, assim como você, querida amiga, escreve coisas amargas mas lindas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. nunca estamos sozinhas..a solidão sempre nos acompanha..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  10. belas letras uma maneira linda de dizer en letras o sentir que do coracao nace, aquele que deseja brotar en estas lineas que de forma clara se sente... parabems

    saludos
    otima semana
    abracos amiga

    ResponderEliminar
  11. Às vezes é melhor ficar só.
    Mas triste muito lindo seu poema.
    Um grande bj. Edna.

    ResponderEliminar
  12. Minha querida, eu estou passando por essa fase, em que prefiro estar só, distante de tudo e de todos.
    O que me alegra um pouco, são meus filhos e o carinho dos amigos especiais como você.

    Quero agradecer o carinho de sua visita ao Rabiscos Infantis, fico muito feliz minha amiga.
    Brigadinha, viu?

    Beijos no teu coração.

    ResponderEliminar
  13. Sonhadora estar só é estar bem acompanhada. Beijos!!!!

    ResponderEliminar
  14. Seus poema são triste mas muito lindos.Parabéns

    ResponderEliminar
  15. Amiga
    Silenciosa solidao!Bela, cálida e por vezes revigorante!

    Beijos

    ResponderEliminar
  16. silencio.. solidão..
    versos perfeitos..
    beijos linda..

    ResponderEliminar
  17. Triste e comovente.
    Perfeito
    Um grande bj querida amiga

    ResponderEliminar
  18. Rosa querida, essa solidão de tempestade é a mais dolorosa.
    Mais um belíssimo poema, e comove!
    Bjs e linda semana

    ResponderEliminar
  19. Passando para te ler,Rosa!
    E como escreves!
    E como sentes!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  20. Amiga
    As lágrimas não me deixaram ler, volto mais tarde, deves compreender pelo meu post que não estou bem.
    Beijnho querida

    ResponderEliminar
  21. Belo o poema, como parece ser recorrente aqui... mas tudo na vida com moderação... momentos de solidão, compensados com o convívio :)Abraço

    ResponderEliminar
  22. As vezes é necessario um pouquinho de solidão,,,pra pensar sobre a vida..mas ela não pode é durar....grande beijo de bom dia pra ti.

    ResponderEliminar
  23. A solidão quando é por pouco tempo nos faz bem!

    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Bom dia, querida amiga.

    Estar só nem sempre é solidão. É nosso momento de reflexão...

    Um grande abraço.
    Felicidades!

    ResponderEliminar
  25. Me remeteu a boêmia, uma taça de vinho e algo bem francês intenso, latino dramático, uma solidão doída. Lindo como um fado.

    Beijo. muito bonita a poesia e qualquer um já sentiu-se assim, mortal.

    ResponderEliminar
  26. Só nunca te deixarei ficar
    terás sempre a minha companhia
    gosto muito de te visitar
    e ler a tua bela poesia

    Quando passo por aqui
    mato a minha saudade
    ouvindo este belo fado
    que faz tempo eu ouvi

    Um beijinho grande,
    José.

    ResponderEliminar
  27. Amiga querida não tem dormaior que estarmos sós beirando o precipicios dos sonhos já perdidos.
    Amiga estamos a teu lado te acompanhando na caminhada da vida.

    Te ofereço o selo que ganhei da amiga do blog..http://euquerotedizer.blogspot.com/

    Te quero muito ..Beijo de cristal

    ResponderEliminar
  28. Bom dia, amei sus poesia, pois amo tudo quqe se escreve sobre Solidão, mas a vejo como um momento para reflexão e o resto, é só imaginação...nunca solidão virando depressão...Bjin e fique com DEUS, pelo menos a presença dele é muito importante, mas nós estaremos sempre aqui contigo...bjin

    ResponderEliminar
  29. Queres que te deixe só?...Eu aceito esse pedido
    plangente e comovente e te deixo só...como tu pedes...como suplicas...

    Quem és tu, poeta amiga? Quem és tu, sombra
    escondida?

    Mª. Luísa

    ResponderEliminar
  30. Um poema inquieto, de quem convoca a solidão como unma sombra a ver se consegue encontrar a luz...
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  31. Boa tarde Sonhadora!!

    Eu quero me desculpar e explicar minha ausencia do blog- eu estava viajando só voltei essa segunda e agora tento me atualizar!

    Espero que tenha uma ótima tarde!!

    Como sempre... te espero no Alma!

    Bijooo

    ResponderEliminar
  32. Adorei vir aqui.....esses gatinhos são
    deliciosos....te sigo.

    beijo

    ResponderEliminar
  33. não te deixo só, pois uma rosa tem de ser regada cuidada com carinho e amor
    bjs

    ResponderEliminar
  34. Lamento contradizê-la, Sonhadora, mas nego-me a deixá-la só... E assim, displicentemente invasivo, digo que me verá por aqui, ainda que em rápidas passagens, no mínimo para lembrá-la do quanto é especial e de quanta cumplicidade sabe ofertar, sem nada solicitar...

    O seu grito jamais será mudo...

    Meu carinho a você, sempre!

    ResponderEliminar
  35. Minha querida amiga:
    Como te podemos deixar só, se tens tantos amigos que te adoram!
    Só te dou momentos de solidão para escreveres a tua maravilhosa poesia.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  36. Rosa minha querida,
    Tenm dias que a gente clama mesmo por querer estar só, mas de repente quando isto experimentamos, no vazio que deveras se sente, dá arrepios de doer a alma e nem os gritos soam, porque emudecem-se as falas....

    Como sempre muito lindo, mesmo na tristeza, a tua profundidade de pensamentos...

    Como diz Chico Buarque em suas canções:
    "Tem dia que a gente se sente como quem partiu ou morreu"

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar
  37. Triste, belo, intenso como o são todos os teus poemas...nunca estarás só : a tua alma de poeta e o teu talento imenso serão sempre a tua melhor companhia.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  38. Olá, querida
    Muitas vezes também preciso dessa solidão fecunda... é o meu momento de ser livre e criar...
    Bjs de paz e muita inspiração com alegria.

    ResponderEliminar
  39. E o abandono ou tristeza como o seu poema, a verdade é muito triste, espero que o seu hiato é apenas a arte literária e não uma realidade. Um grande abraço

    ResponderEliminar
  40. Esta solidão é tão sentida, tão sofrida, tão só. Mas enquanto houver forma de comunicar não te deixo só. Um beijinho com carinho ;)

    ResponderEliminar
  41. Difícil comentar sua poesia tão dolorosa, porque, o que é intenso não se traduz em palavras... Bjs querida.

    ResponderEliminar
  42. Minha querida Amiga.
    Como eu compreendo essa necessidade de estar só!
    Por vezes precisamos ficar sós com nós mesmas, para olharmos para dentro e analisarmos o nosso sentir.
    Lindos os teus poemas, minha amiga.
    Beijinhos com a minha ternura e grande apreço.
    Janita

    ResponderEliminar
  43. Nunca a deixarei só porque preciso da sua poesia.
    Muitas vezes vai sentir, aqui, a minha companhia.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  44. A solidão às vezes ajuda-nos à concatenar as ideias e tomarmos algumas decisões. Belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

    Deixem-me só...nas amarras do tempo...nos braços da morte
    No abismo da escuridão...prostrada na terra fria da desilusão
    Deixem-me só...no frio da alma...no eterno cansaço da noite
    No silêncio profundo...nas lápides frias...anoitecer da ilusão

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  45. Olá, amiga!

    Os seus poemas têm sempre uma grande homogeneidade.

    E isso é, forçosamente, uma virtude.

    Bjjss

    ResponderEliminar
  46. Olá Rosa!
    A solidão deve ser sentida exato como tu dizes!
    Não é uma solução que queremos é apenas estar só e profundamente só.
    Tua poesia me agrada muito amiga!

    Beijos

    ResponderEliminar
  47. Vir aqui é um presente para mim.
    Além de apreciar uma boa poesia, ainda tenho a dádiva de lembrar alguém que muito foi importante para mim e também era portuguesa.
    Amei tuas palavras, no meu cantinho.
    Muito obrigada!

    Beijo.
    Fernanda

    ResponderEliminar
  48. A tristeza é marca nestas palavras, beijoi Lisette.

    ResponderEliminar
  49. PRECISAVA URGENTE LEVITAR, COMO SE FOSSE, EM ORÁCULO ESSE TEU,CONSEGUI,ABSORVI,SENTI,MERCI,AMADA MININA ROSÁCEA,VIVA LA VIE

    BZUZ GIRASSOLICOS
    RICK

    ResponderEliminar
  50. Ei querida!
    Lindo poema! Que esses momentos de solidão sejam apenas momentos!
    beijos na sua alma
    gilmara

    ResponderEliminar
  51. um poema que transborda nostalgia, com estrofes muito bem conseguidas.

    beij

    ResponderEliminar
  52. muito triste porém muito belo1
    beijos minha flor rainha!

    ResponderEliminar
  53. na dor das tuas palavras...a beleza de teus versos. Refletindo o teu coração...
    Beijos achocolatados

    ResponderEliminar
  54. Por vezes precisamos de estar sós...mas... sem nos deixarmos envolver pela solidão!
    Beijito.

    ResponderEliminar
  55. A solidão é lugar frio...mas os olhos negros, minha amiga, são doces de certeza! Sei que são.
    Bjs

    ResponderEliminar
  56. Bom dia,Rosa!!

    Tão belo...sublime...mas tão sofrido...uma dor tão voraz...
    Me deixe...pensar, refletir...
    Me deixe...sonhar, lutar...viver!!
    Beijos minha querida e que venha o sol iluminar e aquecer teus dias...

    ResponderEliminar
  57. Então, diremos a esta triste poetisa, em soturna melancolia como que aguardando um desfecho sombrio:

    Conquista da Alma

    Vem Alma...
    Vêm para esta vida,
    De luzes doces frementes;
    Vêm para os prazeres
    Das terras iluminadas
    Com sonhos agraciados,
    Alegres e transcendentes...

    Vem Alma...
    Pra esta terra de vidas
    De almas puras luzentes
    Transfiguradas nas flores
    Lindas, puras ardentes!

    Minha querida poetisa, sublime e doce como sempre em suas taciturnas palavras.
    Um afetuoso abraço do teu leitor que atrasou-se um pouco mas chegou em tempo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  58. às vezes começo a ficar cansada de me sentir só!
    um abraço
    tulipa

    ResponderEliminar
  59. Minha querida, voce escreveu lindamente a tristeza e dor da solidão... é, na vida as vezes precisamos chegar a sentir a imensidão da solidão, para nos reerguermos e prosseguirmos a vida com mais força e coragem.
    Minha amiga, que seja amena sua tarde...beijinhos
    Valéria

    ResponderEliminar
  60. Do solo fértil da solidão do poeta, brotam versos, como esses que aí estão, - tocantes, lindos.

    Veja, amiga e poeta, que a solidão pode ser boa companheira. Melhor ainda quando por escolha.

    Bjs, querida Rosa. Fico muito feliz sempre que a encotro por lá. Inté!

    ResponderEliminar
  61. Sonhadora

    Por vezes estar só pde ser salutar, por mim confesso adorar momentos de solidão. como conheço bem os dois campos a cidade e a imensidão do descampado, serei mas capaz de me isolar no meio de uma multidão.
    Várias vezes é no café entre amigos, que imagino os meus poemas ou prosa. Depois escrever é um acto solitário.
    A solidão aqui resultou mum interessante poema, como sabes imaginar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  62. A árvore não prova a doçura dos próprios frutos, o rio não bebe suas próprias ondas, e as nuvens não despejam água sobre si mesmas: a força dos bons deve ser usada para benefício de todos. Sábios Hindus


    Só nunca estarás, creia, tem anjos contigo.
    Quando se sentir só(como eu numa casa enorme)fique feliz, é o tempo que Deus te deu pra que vc se descubra, se reconheça e cresça, fica bem, temos anjos nos guardando. bjos com amizade, sabes.

    ResponderEliminar
  63. Olá minha linda, seus textos são sempre intensos, escritos com paixão... Grata pelo carinho de sempre. Bj grande.

    ResponderEliminar
  64. Rosa, minha menina linda... você é uma poeta completa, maravilhosa, inspirada, nos encanta com sua forma perfeita de escrever que nem temos como elogiar....

    Mil beijos do Zé Carlos

    ResponderEliminar
  65. Lindo poema
    pura solidão do ser
    em versos rimados ricamente
    em forma bordados comovente
    não posso te deixar sozinha
    neste pleno abandono poemático
    linda poeta que gosta de gatos
    e estes fados que rasga corações
    e nos envolve neste teu voo solitario
    passaro a voar num puro vacuo
    existencial.

    Luiz Alfredo- poeta.

    ResponderEliminar
  66. Deixei selos para você lá no blog. Depois passe lá para buscar.

    http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2011/04/amicitia.html

    Beijos

    ResponderEliminar
  67. Sonhadora!


    Quanto vale o estar só?

    O pedido é sempre verdadeiro ou será um grito:-Notem que eu existo?

    Seja como for maravilhoso o seu poema!

    Um beijo!

    Sonia Regina

    ResponderEliminar
  68. a vitalidade da voz imortal da Amália!!!!! fundida na dor da saudade que no, seu grito poema transborda em ecos de vida e de solidão!!!!

    beijinho,

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  69. corrijo:
    ..na dor da suadade que, no seu grito poema...

    ResponderEliminar
  70. Oi amiga,

    Lindíssimo seu poema... às vezes é bom ficar só com nossas dores, nos recolher e pensar nossa dor.

    Parabéns pela inspiração.
    Bjinhos

    *Simone*

    ResponderEliminar
  71. E voltei com um carinho. Tem selo para você. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  72. Ola tem selo pra você no esconderijo...

    bjinhus e bom dia

    ResponderEliminar
  73. Minha querida,

    Me alegro com sua presença e inspiro nos seus escritos, bjs e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  74. Um grande beijo de bom final de semana pra ti querida,,,paz e poesia sempre...

    ResponderEliminar
  75. Popesia assim faz crescer água na boca, sublime! apaixonante!

    ResponderEliminar
  76. Querida Rosa


    Pior que estar só, é nos sentirmos sós no meio da multidão!
    Isso é que me assusta...
    Lindo, envolvente, como só tu sabes fazer-nos sentir ao ler-te!

    Beijinhos de luz ... a minha!

    ResponderEliminar
  77. Querida amiga, muitas vezes a solidão é nossa melhor companheira, fazermos um retiro dentro de nós mesmos, e refletir sobre tudo o que estamos vivendo nesse momento. Lindo seu poema. Tenha uma lindo final de semana. Um beijo do tamanho desse oceano que nos separa.

    ResponderEliminar
  78. por vezes é bom estar só! parabéns pela música do blogue!
    Bjo

    ResponderEliminar
  79. Olá querida...

    A vida é feita de momentos...

    E estar aqui está sendo um momento especial...

    Voltarei sempre que puder...

    Se quiser, dá uma passadinha no meu também...

    Quem sabe não gosta e fica.... E com certeza retribuirei a gentileza.

    http://cristalssp.blogspot.com


    Beijos 


    Ani

    ResponderEliminar
  80. O silencio é uma boa pedida quand o coração está machucado ou quando nem tudo está indo bem.
    que nossos momentos sejam com silêncios reflexivos e nao muito solitários;
    abraços sonhadora

    ResponderEliminar
  81. Às vezes é preciso estar só ... ir ao fundo do poço...para depois voltar no ânseio de oxigénio. Belo e muito triste!!!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  82. Sonhadora querida, tem carinho para ti aqui:

    http://meusamigosseusmimosmeusencantos.blogspot.com/

    beijos.

    ResponderEliminar
  83. Poema triste e sofrido, porque há dias assim... quanto ao deixar-te só... não me apetece :).

    Beijo de carinho, minha amiga.

    ResponderEliminar
  84. Entrei... Li o cabeçalho do blogue e aí parei uns minutos... Comecei a ler este Poema sincronizado com a voz da nossa Amália... Um Trago Agridoce inundou a minha Alma... E eis que revivi o Dote Bipolar do meu Silêncio!

    Sou agora sua Seguidora... Voltarei!

    Planeta M (Marlene)

    ResponderEliminar
  85. quantas vezes é na solidão que repousa a mais fiel das companheiras?
    um beijinho com carinho, doce amiga!

    ResponderEliminar
  86. Isso foi uma orgia pros sentidos e pro coração... belíssimo! A solidão por muitas vezes é necessária.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  87. Uma poesia linda de se ler ainda mais quando o coração grita tão alto essa solidão... A minha alma chora quando venho aqui. Sinto... Ah! Eu preciso sorrir...
    Beijo solidão
    Jady

    ResponderEliminar
  88. Sonhadora amiga ..
    Estou como a nossa amiga jady ..
    Meu coração perde o rumo ao ler seus poemas que encanta e ao mesmo tempo nossa Alma grita.
    È momentos sublimes e enesqueciveis a cada leitura no seu blog.
    Um abraço amiga e um lindo final de semana,Evanir.

    www.aviagem1.blogspot.com

    www.aviagem1.blogspot.com

    ResponderEliminar
  89. "A música é a revelação superior
    a toda sabedoria e filosofia."

    (Beethoven)

    Beijo e meu carinho sempre...M@ria

    ResponderEliminar
  90. Deixem-me e não me deixem...
    Agarrem-me e levem-me assim como esta dor que me mata e me alimenta os dias ...
    Que dizer de tanta beleza ?

    ResponderEliminar
  91. Maravilhosa Poetiza Amiga:
    "...Deixem-me só...no regaço da noite...no frio da madrugada
    Nas ruas sem nome...nas vielas sem luz...labirinto sem saída
    Deixem-me só...vestida de ternura...e tão triste e amargurada
    Amarrada...amordaçada...nesta angustia...tão despida de vida..."

    Estonteante de pureza, encanto e beleza imensas.
    Tem um valor poético sublime e fabuloso.
    Parabéns. Excelente.
    Beijinhos amigos na mais pura amizade.
    Grato pela visita no meu blogue que gostei muito.
    Com respeito.
    Sempre a admirá-la

    pena

    Bom fim-de-semana na companhia dos seus.
    É divinal e extraordinária no que concebe de ternura intensa.
    Fantástica, perfeita e linda.
    Bem-Haja, pelo seu talento.

    ResponderEliminar
  92. Deixem-se só, neste caminho sem rumo, onde a sós me irei perder ou encontrar. Abraço :)

    ResponderEliminar
  93. Mais um poema carregado de ternura e cheio da sua personalidade, minha amiga!
    Sempre gosto de passar por aqui e poder me ver também em algumas partes das suas palavras...
    Um grande abraço, Rosa

    ResponderEliminar
  94. Querida Rosa

    A grande Amália cria um ambiente intimista neste seu blog já de si acolhedor.
    Às vezes é bom estar só...mas é reconfortante saber que temos amigos à nossa espera...E de nós seus seguidores não se livra :)

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  95. É curioso, Rosa, mas quando ouço um fado lembro-me quase sempre da sua forma de escrever. Sentida, muito sentida, e sempre atravessada pelo pendor do destino. Que escreve com sentimento e talento, disso não há a menor dúvida!

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  96. Um beijo grande minha flor e uma linda noite.

    ResponderEliminar
  97. Querida Rosinha
    Não peças para te deixarem só...
    A solidão pesa demais...
    Teu poema é muito lindo, como já é habitual.

    Bom domingo. Beijinhos

    ResponderEliminar
  98. Oi,Rosa!As vezes uns momentos de solidão se fazem necessários para ficarmos a sós conosco mesmo, ouvir nosso coração, ficar em paz com a nossa solidão...
    Beijos

    ResponderEliminar
  99. Minha querida,

    Agradecendo a sua visita e passando para ler o seu lindo verso...compartilhando dessa sua solidão...

    Um grande beijo!!

    Reggina Moon

    ResponderEliminar
  100. Adorei o seu espaço minha querida, os seus poemas sentidos. Vou ficar por aqui.
    um beijinho
    oa.s

    ResponderEliminar
  101. Flor, o teu olhar e o teu doce sorriso é o que permanece de ti em mim. por isso eu não te deixo, nunca... bjs

    ResponderEliminar
  102. Minha querida,


    "É coisa difícil renovar o que é antigo, dar responsabilidade ao que é novo, beleza ao que é obsoleto, luz ao que é escuro, graça ao que é desdenhado, confiança ao que é duvidoso." (Plínio, o velho)

    Mas nada tornar-se-á impossível,
    se perseverarmos em renovação...

    Feliz Páscoa!

    Bjs

    Livinha

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora