BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

domingo, 23 de março de 2014

Fui além do meu limite...


Fui além do meu limite...muito além das minhas forças..caí
Como se fosse aquela flor que murchou regada pelo pranto
Que escorre gota a gota na terra infecunda que já foi jardim
Rosto que já foi alvorada e hoje é um sorriso de desencanto

Fui além do meu limite...matei o que de bom havia em mim
Apaguei o brilho do meu olhar e o sorriso que trazia no rosto
Abracei-me ao meu corpo em silêncio e docemente adormeci
Sobre as cinzas de quem fui...sepúlcro frio do meu desgosto

Fui além do meu limite...amei e perdi...estive aqui e não vivi
Quis voar e não voei...inventei umas asas tecidas de ilusão
E bordadas de desengano...que se quebraram e eu não senti
Tombei na terra fria e adormeci nos braços frios da solidão

Fui além do meu limite...cruzei as mãos sobre o meu peito
Em prece chamei anjos e demónios...fui ao céu e ao inferno
Toquei levemente o amor com os dedos frios do esquecimento
Entreguei o meu corpo ao nada de um momento que foi eterno

Fui além do meu limite...morreu o tempo nas minhas mãos vazias
Descobri que para além dos meus sonhos não tinha nada de meu
Apenas ficou presa em mim a lembrança deste corpo onde vivias
Como um murmúrio silencioso...onde a ternura não amanheceu

Fui além do meu limite...perdi-me da alma...ausentei-me de mim
Fiquei esperando serena pela ausência que a meu lado adormece
Na escura noite que de madrugada chega...sem ter luz...nem fim
Nos lençóis cobertos de mágoas ...na ilusão que se desvanece

Fui além do meu limite...nada me habita...nem a minha pele
Que é um vulcão adormecido por entre as trevas do meu ser
Jardim de rosas negras onde repousa o meu corpo de mulher
E uma lágrima escorre silenciosa no meu rosto a entardecer

114 comentários:

  1. TUS LETRAS HACEN QUE LOS SENTIMIENTOS SE ESTREMEZCAN EN LO PROFUNDO DE LA NOCHE.
    BESOS

    ResponderEliminar
  2. Soberbo!!!! Meus aplausos querida poetisa e meu bj de admiração.

    ResponderEliminar
  3. Soberbo!!!! Meus aplausos querida poetisa e meu bj de admiração.

    ResponderEliminar
  4. A sua escrita é fascinante. Tão tristemente bela mas com tanta força de sentimentos...
    xx

    ResponderEliminar
  5. Um poema pleno de dor e sentimento. De solidão e frustração. Muito triste. Mas belo.
    Um abraço e bom Domingo.

    ResponderEliminar
  6. A tua inspiração nunca tem limites! Tua poesia é linda sempre! beijos,chica

    ResponderEliminar
  7. ler-te querida é ir além da alma..
    divino sempre..
    beijos querida!
    amo-te sempre.

    ResponderEliminar
  8. Versos tristes e escritos por mãos que traduzem um sentir doloroso e marcante.
    E essa inspiração como diz amiga Chica,não tem limites..
    Parabéns por compartilhar-nos tão lindo poetar.
    bjs amiga Rosa Maria.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Alentejana de coração!
    Vive feliz, não aborrecida
    Na roseira, foste rosa em botão
    Rosa Solidão, minha amiga!

    Chegou perfumada,
    A primavera, mais bonita
    Linda rosa desabrochada
    Na roseira florida!

    O teu poema é lindo,
    Retratndo a triste vida
    Te desejo ver sorrindo
    Não vivas entristecida!

    Por este mundo sem fim!
    A curta passagem da vida
    De uma roseira no jardim
    Nasceu uma rosa florida!

    Bom domingo para você,
    Rosa, minha amiga, um beijo.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  10. Querida Rosa,

    Um poema que nos leva além do limite de um

    sentir tão teu e de uma beleza profunda tão

    rara, que a tua alma poética transmite

    numa melodia única...

    Sempre é único contactar com a tua poesia!!

    Beijinhos e abraço nesta alma linda...

    ResponderEliminar
  11. Querida Rosa, para além do nosso limite, será um modo de dizer em poesia. Tu o fizeste bem, como sempre sabes. Quer dizer; um poema a criar vida de pureza.
    Beijos de amizade

    ResponderEliminar
  12. Rosa, vc sempre me emociona com suas belas poesias! Ficou maravilhosa! bjs,

    ResponderEliminar
  13. Oi Rosa
    Você usa do lirismo nostálgico e nos envolve num profundo e intenso sentimento de amor. Magistral!!!!!
    Beijos e uma linda semana

    ResponderEliminar
  14. Olá, querida Rosinha!

    Um fascinante poema de amor, mesclado de sofrimento e dor.

    Apesar de toda a amargura, há, ainda, uma esperança, embora ténue, de regresso, de ternura.

    Ninguém vai além do "seu" limite, quando o sentimento, é AMOR.

    Beijinhos da Luz, com estima e apreço.

    PS: sabe que "com vinagre não se apanham moscas". Creio que me entendeu.

    ResponderEliminar
  15. Limito-me a aplaudir! Sempre incrível a inspiração, um sentir triste, mas sempre intenso e arrebatador...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Oi Rosa

    Sua poesia ficou soberba, mas quase me mata do coração de tanta tristeza.
    São versos que estremecem de dor até a alma.Ainda bem que é só mais uma poesia.
    Bravo! Você é genial!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Querida amiga

    teus poemas sâo vida luz amor e dor.

    feliz semana

    beijos querida flor.

    ResponderEliminar
  18. Olá querida Rósinha, um poema de dor e sofrimento que ultrapassa todos os limites. És a nossa Florbela Espanca portuguesa. Adorei. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  19. Amiga Sonhadora!
    Um poema que demonstra sofrimento por um amor.
    Maravilhoso!
    Uma semana feliz pra você e sua família.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  20. Minhadoce amiga,
    Poderias ter ido ate ao fim dos teus limites mas a tua poesia e que nao conhece limites. Todas as estrofes sao a candura de amor que doi num Eu petico unico. Claro que o teu blog tem que ser um dos eleitos! Parabens para ti e para quem gosta da verdaddira arte poetica que em ti e sublime!
    E essa sombra negra que parece cobrir.te sao mantos de lirios no violeta da tua alma tao iluminada! Para ti nao ha clmentarios. So assombro!

    Desculpa as gralhas , estou com o tablet..
    Abraco enorme, querida R.M.!

    ResponderEliminar
  21. Minhadoce amiga,
    Poderias ter ido ate ao fim dos teus limites mas a tua poesia e que nao conhece limites. Todas as estrofes sao a candura de amor que doi num Eu petico unico. Claro que o teu blog tem que ser um dos eleitos! Parabens para ti e para quem gosta da verdaddira arte poetica que em ti e sublime!
    E essa sombra negra que parece cobrir.te sao mantos de lirios no violeta da tua alma tao iluminada! Para ti nao ha clmentarios. So assombro!

    Desculpa as gralhas , estou com o tablet..
    Abraco enorme, querida R.M.!

    ResponderEliminar
  22. Ah, Sonhadora!

    Poeta só pode criar para além dos seus limites...Mais um poema teu intenso como o teu coração sempre a transbordar de emoções. Deixo.te o meu abraço com o carinho de sempre.

    Véu de Maya

    ResponderEliminar
  23. Magnífico, magnífico, magnífico...! Creio bem porém minha querida amiga que para si não há limites ou se os há existem apenas para ser quebrados...e que o sonho insistirá na sua vida...sempre...e quem tem o sonho te
    Beijinhos e boa semana!
    Maria

    ResponderEliminar
  24. Triste, triste, porém esplêndido.
    Querida Rosa,
    Tenha uma boa semana.
    Beijos,
    Renata

    ResponderEliminar
  25. Querida Rosa
    A sua poesia é infinitamente bela! Não há mesmo limites,para si, para nos trazer tanta beleza sentida!
    Muitos parabéns.
    Uma excelente semana.
    Beijinhos da
    Beatriz

    ResponderEliminar
  26. Por vezes, ultrapassamos os limites e o sorriso pode ser triste...Mas não devemos deixar de sorrir...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  27. Oi, Rosa! Também já "fui além do meu limite". Só renasci muitos prantos depois. Lindo poema! Beijos!

    ResponderEliminar
  28. Um maravilhoso Poema de Amor!
    Gostei muito .
    Uma boa semana

    ResponderEliminar
  29. Querida amiga, foste com este íntimo e sentido poema, ao fundo da tua alma sensível e sofrida.
    Fico sempre tão emocionada com o que escreves que nem sei o que comentar...

    beijinho emocionado

    ResponderEliminar
  30. Amar assim é risco total, mas é assim o vôo do amor, ou céu ou lágrimas, mesmo as lágrimas...serão de amor, só quem se atreve a amar assim conhecerá o céu! Lindo.

    Ghost e Bindi

    ResponderEliminar
  31. Olá Rosa! Passando para agradecer a tua visita e comentário, bem como apreciar este belo poema, com ênfase para a estrofe abaixo:

    Fui além do meu limite...amei e perdi...estive aqui e não vivi
    Quis voar e não voei...inventei umas asas tecidas de ilusão
    E bordadas de desengano...que se quebraram e eu não senti
    Tombei na terra fria e adormeci nos braços frios da solidão

    Beijos,

    Furtado

    ResponderEliminar
  32. OI ROSA!
    NA TRISTEZA A BELEZA, NOS ESCRITOS O TALENTO...
    LINDO DEMAIS AMIGA...
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  33. Olá, RosaMaria
    Parabéns!
    ...foi além do seu limite, parece que o círculo fechou-se, mas é bastante simples, nada mais pode te ferir, para construir um coração novo e sem rasuras o tornar, para percorrer as antigas trilhas sem amarguras, porque outros limites agora terá prazer com elas...
    Obrigado,
    Pelo carinho, bela noite, belasemana, beijos!

    ResponderEliminar
  34. querida Sonhadora
    sempre fabulosa, a tua poesia, apesar de muito triste.
    penso que as tuas asa estão bem vivas, porque voas como ninguém por caminhos de amargura, que acredito serem apenas excelente criação de poeta.

    grata pela tua carinhosa presença, no Vento.

    meu beijinho amigo.

    ResponderEliminar
  35. Por cada sonho desfeito ganha-se o direito de voltar a sonhar...
    Beijo.

    ResponderEliminar
  36. Sensivel, cheio de dor, e ao mesmo tempo tao belo, esse poema escrito com a alma...

    Que sua semana seja de paz querida...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  37. Você escreve maravilhosamente. Imagino toda esta inspiração cantando a alegria e a felicidade.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  38. Eita poema porreta, mas, doloroso!

    Ei dona menina levante, sacuda a poeira e dê a volta por cima, oi que bom! kkkkkkk

    O Sibarita

    ResponderEliminar
  39. Cada vez melhor....Talvez 'por ir além dos meus limites'......Muito
    sofrido, mas muito belo.
    Beijo

    ResponderEliminar
  40. Bom dia Rosa
    A amizade verdadeira deixa marcas positivas que o tempo jamais poderá apagar. E você marcou meu coração pois és uma pessoa mega especial e eu te gosto muito. Hoje é o dia do “Amigo virtual”, o nosso dia! Vim te trazer o meu carinho e estreitar os laços de afetividade que se criou em nós desde o dia em que nos conhecemos. Um dia feliz e iluminado!
    Beijos desta amiga que te admira
    Gracita

    ResponderEliminar
  41. Muitas vezes só necessitamos de uma palavra de conforto, de ânimo,
    de alguém que dedique um pouco do seu tempo para nós.
    E são nessas muitas vezes que encontramos nossos amigos virtuais!
    Hoje venho te abraçar pelo dia do amigo virtual.
    Você é benção na minha vida.
    Quero estar em sintonia contigo
    por muitos anos .
    Como muito carinho deixei um mimo na postagem,
    simples mais de todo coração.
    beijos te agradeço pela nossa amizade beijos da afilhada.
    Evanir.

    ResponderEliminar
  42. Rosa,
    É impossível ficar indiferente ao que escreve, onde os sentimentos jorram sempre de forma intensa...
    Obrigado.

    Beijo :)

    ResponderEliminar
  43. Esse poema tem algo de ensinamento sobre os limites, parabéns. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  44. Esse poema tem algo de ensinamento sobre os limites, parabéns. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  45. Esse poema tem algo de ensinamento sobre os limites, parabéns. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  46. Poema doído, mas belo como sempre.
    Querida Rosa, deixo-lhe beijos
    Renata

    ResponderEliminar
  47. Sempre lindos e intensos seus poemas querida Rosa Maria, eu amo!
    Um beijo grande em seu coração.

    ResponderEliminar
  48. Boa tarde,
    criação fantástica, poema encantador e profundo,
    "existe limite no sentimento?"
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
  49. Boa noite


    Dou-lhe os meus Parabéns, pelo Soberbo poema, amei.

    beijinhos

    ResponderEliminar

  50. Olá querida Rosa,

    Quando se ultrapassa os próprios limites é porque chegou o momento de recomeçar e o primeiro passo é o reencontro com a alma.

    Intensamente triste e belo.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  51. E aqui está o amor fabulosamente cantado na sua forma mais sofrida, mais angustiante. O amor sempre tão desejado e fundamental nas nossas vida tem variadas facetas algumas delas de grande dor . O amor entra nas nossas vidas e faz milagres, transformando-a num êxtase. ..numa alegria constante. ...numa autêntica bênção; mas, de repente ele se vai, de uma forma ou de outra e o desespero surge e a cada dia aumenta fazendo.nos cair num vazio terrível do qual nos sentimos incapzes de sair. Mas o tempo acaba por curar esse grande ferida e com o tempo o coração se abrirá a um novo amor. Querida amiga, não tenho palavras perante tão belo poema, perante a enorme capacidade poética que tens. Tenho, sim, palavras para te dizer que muito te admiro e que é sempre muito enriquecedor vir aqui . Um grande beijinho amigo e muito obrigada por este momento de grande poesia.
    Emília

    ResponderEliminar
  52. Ir além do nosso limite é sempre algo que deixa feridas, minha amiga!

    Bons sonhos, rrss

    ResponderEliminar
  53. Oi querida Rosa , lindo como sempre os teus poemas de amor, são tristes é verdade, mais sentimos que vem do fundo do coração, nós vivemos nele os nossos desamores , o amor faz dessas coisas deixa também o sofrimento eu te entendo minha querida. Te deixo um grande abraço , Celina

    ResponderEliminar
  54. Sabes, querida, tu vais sempre para além dos limites!
    Cada vez melhor, mais apaixonada, mais inspirada e mais maravilhosa!
    Beijos

    ResponderEliminar
  55. Rosa, seus versos são para se ler e sentir. A forma como penetra nesse mundo de melancolia é belíssima. E inesgotável sua criatividade. Bjs.

    ResponderEliminar
  56. Rosa,

    voce escreve poemas que me vestem a alma, que faz pensar e refletir todos os meus pensamentos.


    Beijos

    Bom final de semana

    ResponderEliminar
  57. Rosa,vim reler suas belas poesias! Lindas asas de ilusão! bjs,

    ResponderEliminar
  58. o limite ou a outra face do ser... porque só o que não sabemos envelhece.

    beijinho grande, amiga do sonho!

    ResponderEliminar
  59. Ir além do nosso limite provoca grande dor .
    Aqui notavelmente expressa .

    Um beijo , Rosa Maria ,
    Maria

    ResponderEliminar
  60. Olá, querida sonhadora. Bom dia!! O poema é tocante. Nos leva ao mais íntimo do ser! Além do limite provoca dor, e que´é amor sem dor? Obrigada Rosa por partilhar e o carinho sempre presente no blog star. Bjossssss

    ResponderEliminar
  61. A esperança (e a poesia) não têm limite.
    Gostei!

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  62. Sonhadora por natureza, vulcão eminente!
    Na verdade, surpreendes-me em cada verso.
    Sim - tens razão - na tua poesia o talento não tem limites!
    Abraço poético.

    ResponderEliminar
  63. Lindo poema, tens capacidade de escrever, de forma estilosa, as dores do coração, sempre que leio aqui fico encantada com a linda criatividade e inspiração!
    Parabéns bela amiga Rosa Maria!
    Abraços e obrigada pelo seu carinho, sempre és bem vinda lá no meu espaço!

    ResponderEliminar
  64. ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

    “Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

    ― Cora Coralina...

    Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
    elogiando mais uma vez seu belo post

    ___________Rita!!!!

    ResponderEliminar

  65. Nunca o amar terá limites. Daí o sonho a luzir sempre no meio de cada
    verso.

    Beijo meu!

    ResponderEliminar
  66. Mas ir além dos limites é viver, nem que depois nada sobre e tenhamos que reviver... Talvez num poema assim?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  67. °º♫♬° ·.
    "Fui além do meu limite..." tão triste como um fado.
    Comovente.

    ░B░O░M

    ░D░O░M░I░N░G░O !!!
    ✿⊱°•
    Beijinhos.
    Brasil.
    。♪♫♫°•.¸

    ResponderEliminar
  68. Ir além do limite é o que a amiga faz com as
    palavras e na poesia que cria. Soberba!!!
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  69. A tua poesia não conhece limites. Mais um excelente poema, minha querida amiga, gostei imenso.
    Rosa Maria, tem um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  70. Estou aqui sorrindo e aplaudindo a beleza e profundidade deste poema! O li 2 vezes, acho que hoje coube bem ao meu pensar.

    Bjs

    ResponderEliminar
  71. A sua poesia é sempre um encanto. Que palavras intensas. Sua poesia é profunda e bela. Beijos.

    ResponderEliminar
  72. Lindo muitas vezes vamos além de nosso limite..
    Beijo Lisette

    ResponderEliminar
  73. Uma viagem para além de tudo e de todos, num limite de não-retorno. Um poema com uma intensidade incomparável. Uma forma de escrever que me toca.

    Bjs

    Olinda

    ResponderEliminar
  74. Olá Rosa! Passando para agradecer a tua visita e teu amável comentário, bem como apreciar mais uma das tuas belas criações.

    beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  75. Oi Rosa querida


    Lindo poema...
    Por vezes pensei ter ido além de mim...

    "Descobri que para além dos meus sonhos não tinha nada de meu"


    Beijos

    Ani

    ResponderEliminar
  76. muitas vezes julgamos ir além do nosso limite.

    mas, há sempre um novo renascer!

    uma boa semana.

    beijos

    :)

    ResponderEliminar
  77. Lindo, minha querida! Como todos os poemas que você faz!

    Beijos,
    Inês

    ResponderEliminar
  78. Boa noite Rosa Maria.
    Vim lhe desejar que no més que se inicia seja de muita paz,amor e alegria.
    Uma abençoada semana.
    beijos.

    ResponderEliminar
  79. Que belíssima obra, um grito poético desesperado, angustiante, do fundo da alma!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderEliminar
  80. Olá amiga Rosa Maria!
    Penso que todos os limites são aqui ultrapassados pela beleza e pela força extraordinária do poema! É maravilhosa a forma como nos transmite a dor , o amor ...e afinal a vida! Um carinhoso abraço,

    ResponderEliminar
  81. Que lindo!Rosa....também já fui e continuo indo além dos meus limites...morrendo e renascendo sempre...no mesmo amor.
    Deixo um abraço querida!amo sua poesia...que toca minha alma...

    ResponderEliminar
  82. Minha querida Rosinha
    A tua poesia agrada-me muito.
    Acho-a sempre um pouco melancólica, como que transmitindo uma certa desilusão.
    Espero que se trate apenas de uma forma de escrita e não corresponda ao teu estado de espírito, e muito menos à tua maneira de estar na vida:)

    Uma noite muito feliz.
    Um beijo do amigo
    Miguel

    ResponderEliminar
  83. Muito linda essa poesia Rosa.
    Me encanto sempre com teu versos. Sempre fico a pensar quando te leio.
    Beijos e ótima semana!

    ResponderEliminar
  84. Vais sempre ao limite, além dele só em fantasia.

    Gosto tanto de te ler.

    Beijos

    ResponderEliminar
  85. Ao mesmo tempo que a poesia agasalha-nos
    ela também desnorteia-nos,por levar-nos
    ao ápice da dor,uma dor fina... E por vezes doce
    que permeia uma nobre beleza,como um véu
    casto que permite-nos espreitar o interior de
    cada palavra,derramada feito lágrimas sem consolo.

    Sinto essa dor em teu lirismo,esse sentir apaixonado
    que agarra a vida,a luz e faz dela Senhora.

    Sempre pasmo-me ao ler-te Rosa Querida...

    Cá deixo-te meu carinhoso abraço muito grata por
    mais uma partilha maravilhosa e meus votos de que tenhas um abençoado final de semana.

    ResponderEliminar
  86. Bom fim de semana e que a magia dos teus versos nos continue a encantar.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  87. Oi, Rosa!
    Queria ser poeta para poder lhe fazer um poema, em agradecimento aos sentimentos que à mim me causou. Interiorizar seus sentimentos é como se também fizesse um exorcismo dos meus próprios sentimentos. Contagiante!!
    Bom fim de semana!!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  88. Olá amiga Sonhadora.

    Linda poesia. Por vezes, temos de ir até aos nossos limites mesmo.

    Bom fim de semana.

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    ResponderEliminar
  89. Quando se sente que se está no limite, é urgente uma renegociação com o nosso sentir...
    Capitula, o sujeito poético, perante toda a negatividade que envolveu a sua vida.
    Não querendo ser repetitiva, relevaria que, apesar da tristeza que marcam os teus poemas, ela é versificada e recriada em cada poema.
    Releio sempre, querida Rosa Maria...Parabéns!
    Bjo de carinho :)

    ResponderEliminar
  90. Ô fia, você foi além do limite, foi? kkk Oi que maravilha, foi bom né? kkkkkk

    Só faltou mesmo para extrapolar o além do limite virt a Bahia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Porreta seu poema, atiçante...

    O Sibarita

    ResponderEliminar
  91. .

    .

    . querida rosa,,, .

    .

    . voláteis os limites dentro de um tempo certo . esse sim . mais do que limitado .

    .

    . um beijinho meu .

    .

    .

    ResponderEliminar
  92. Querida amiga vamos tantas vezes além dos nossos limites, que vamos esgotando todas as nossas forças. Hoje é um dias em que me sinto assim, até respirar parece dificil...
    Maravilhoso como sempre.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  93. Um encanto, querida amiga, esse teu Eu Poético
    A tristeza linda!
    Bjis

    ResponderEliminar
  94. Os limites que pensamos existirem "ali adiante", não são mais que um ponto de partida para o recomeço do que estabelecemos.
    O teu Poema arrosta medos e deixa novos caminhos abertos.
    Magnífico!

    Beijos

    SOL

    ResponderEliminar
  95. A amiga ao escrever poesia ultrapassa sempre todos
    os limites da sensibilidade. É simplesmente SUBLIME.
    Levei este m/amiga. Um bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  96. Olá Rosinha, as suas pétalas exalam poesia perfumada de amor, dor e nostalgia... que emociona o coração de quem a lê...
    Deixo-lhe um abraço e um beijinho carinhoso e agradeço-lhe o seu carinho :)
    Perdoe a minha ausência... mas o vento e a disposição nem sempre nos ajudam...

    ResponderEliminar
  97. Amiga Rosa:

    Os teus poemas revelam uma sensibilidade dolorosa e única.
    Acredito que o teu limite é muito mais forte do que transparece.

    beijinho

    ResponderEliminar
  98. Olá, querida RosaMaria!
    Nas sombras diáfanas das palavras com que você tece seus poemas, nos admiramos da beleza com que sentimentos tristonhos chegam à luz...
    Um grande abraço!

    Bíndi e Ghost

    ResponderEliminar
  99. Oi Rosa! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações.

    Beijos,

    Furtado.
    http://literaturacompanhiailimitada.blogspot.com

    ResponderEliminar
  100. Quem sabe se foste além de teu limite...tu sabes?
    Não há limites, pois nos ofereceram a Eternidade!

    E o poema é lindo
    e ilimitado
    estava por detrás do limite...

    Não o viste
    E ainda não atingiste teu limite!...

    ResponderEliminar
  101. E eu pretendo ficar pelo caminho...não voltar!...

    Ressalvo: "E o poema é lindo
    E o ilimitado
    Estava por detrás do limite...

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  102. Olá prezada Rosa, e que tudo esteja bem!

    Sempre nos disseram que tudo tem seu limite, e sendo assim quando vamos além dele invadimos a tolerância.
    Em certos momentos, qualquer sofrimento nos apanha, mas, ainda assim quase sempre que vamos além dos limites enfrentamos doridas consequências, assim é viver, uma soma de atos acertados, bem como de outros tantos errados, e aprendendo sempre!
    E assim por cá passei, e novamente me encantei com mais esta tua criação compartilhada. Um belíssimo poema, carregado de teu sentir, elaborado com esta intensa sensibilidade que em ti habita, obrigado Rosa, agradeço também pelas gentis visitas e amizade deixadas em teus comentários!
    E assim grato eu me vou deixando também meu desejo para que seja sempre tão intenso e deveras feliz o teu viver, um grande abraço e, até mais!

    ResponderEliminar
  103. Passando hoje para te deixar um abraço querida rosa...

    ResponderEliminar
  104. Fui além do meu limite...
    ----------
    Acontece, e quando isso acontece costuma haver a ruptura.
    ----
    Felicidades
    Manuel

    ResponderEliminar
  105. Minha querida Rosa Maria, tu não tens limites...porque és simplesmente poesia em toda a tua essência...

    Beijinho com muito carinho!

    ResponderEliminar
  106. Só na poesia a dor ganha beleza...e os limites perdem margens...Que sorte tive em ter um dia passado por aqui...!!!
    Beijinhos minha querida!!!
    Maria

    ResponderEliminar
  107. Venho especialmente desejar uma
    Santa Páscoa. Bj. Irene Alves

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora