BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Queria regressar a mim...


Queria por um momento apenas voltar à casa da minha infância...ao regaço quente da ternura como quem volta ao útero materno...como quem amanhece de um sonho que nos traz memórias de cheiros e imagens guardadas na lembrança da menina que regressa como ave ao ninho...sem saber se está chegando ou nunca partiu.
Como se voasse volto à minha doce planície de espigas vestida e de rubras papoilas salpicada...onde saciei a sede das lonjuras...nesse horizonte por onde deixo o meu pensamento flutuar num tempo que passava por mim como uma suave brisa tocando os meus cabelos ainda negros...o meu rosto ainda sereno e onde os braços da minha mãe eram a minha casa...o meu porto seguro.
Caminhei tanto pelos labirintos da memória...pelos corredores da infância procurando a ternura que me afagava o corpo e as estrelas que brilhavam no meu olhar de menina...o tempo dos sorrisos...tão efêmeros como tudo o que não volta...paisagens e lugares que guardo dentro de mim...retratos a que o tempo roubou as cores e rostos que apenas na memória do meu olhar ainda vivem.
Depois de tanto caminhar com a saudade a doer na lembrança sinto que o tempo já não é igual...que as noites já não são serenas e o sol já se escondeu na imensidão da planície como se fosse o pavio de uma vela a apagar-se...um manto de silêncio que me envolve num terno abraço que me leva de volta à casa da minha infância como se um anjo me levasse nas suas asas...como se uma nuvem me acariciasse o olhar...como se mãos invisiveis tocassem as minhas num silêncio que apenas a minha alma ouve.
E serenamente antes que chegue a alvorada...antes que o sonho se transforme em espuma volto à realidade do aqui e agora e deixo o lugar da memória sentindo um suave aroma de rosmaninho como se uma aurora antiga afagasse o meu corpo ou se de repente ouvisse chamar o meu nome e esse nome não fosse meu e essa voz que me chama fosse apenas o eco longínquo de mim onde permanecem vivas todas as lembranças da menina que de esperanças se veste em cada regresso.


124 comentários:

  1. Rosa querida,

    que poema emocionante! mexeu comigo, mexeu com o meu coração. Voltei na minha infancia, revisitei as gavetas da minha alma...

    Lindo!

    Grande abraço

    Leila

    ResponderEliminar
  2. Quantas vezes não regressamos nós à infância para visitar esse tempo inicial de ternura, esperança e conforto? O tempo tudo dá e tudo tira, mas que nunca nos tire o doce sabor dessas recordações.
    xx

    ResponderEliminar
  3. oi minha amiga,

    retornar com doçura é sem dúvida massagear o nosso coração e saborear doces lembranças...
    lindo!!!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Silenciosamente adentramos nas janelas do tempo, levados pelas mãos dos anjos, e por vezes encontramos lindas flores! abraços

    ResponderEliminar
  5. Tão comoventes tuas palavras!Lindas!! bjs, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  6. Que sorte poder contar com lembranças felizes, Rosa! Lindo poema! Beijos!

    ResponderEliminar
  7. OLÁ ROSA!!!
    DESEJOS DE UM LINDO DIA, VOLTAR ÁS RECORDAÇÕES NUM BONITO E SENTIDO TEXTO!!!
    PARABÉNS E UM BEIJINHO COM DESCULPAS PELA MINHA AUSENCIA A QUE O TRABALHO ME OBRIGA!!!
    LÍDIA

    ResponderEliminar
  8. Rosa, os teus versos são tão comoventes, pode ser comparada à comoção que sente quando nos sentimos na estrada, a atravessar a planície alentejana. Várias vezes me senti comovido, no bom sentido. Tal como me senti ao terminar a leitura e me senti embalado por essas recordações.
    Beijos de amizade.

    ResponderEliminar
  9. É isso... voltar em recordaçao a nossa infancia...é isso que nos abastece e fortalece nos dias de hj... sem essas lembranças, nao teriamos forças para seguir adiante...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  10. Texto próprio de uma grande ... Sonhadora

    Gostei muito de ler

    Desejo um dia dos namorados - S. Valentim - muito feliz
    Bom fim de semana

    Cumprimentos
    ****************************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  11. Os seus poemas em prosa são tão maravilhosos como seus poemas em versos. Deixo-lhe um s0neto humilde.

    Soneto à Rosa

    Eu quero voltar... Mas por onde vim?
    Apagaram-se os trilhos, os caminhos,
    Afastaram-se os passos meus, sozinhos,
    Procuro-os e não acho nem a mim.

    Minhas buscas, projetos não têm fim.
    Estendo as mãos repletas de carinhos,
    Porém, elas se ferem nos espinhos
    Dos amores-perfeitos de um jardim.

    Vejo um muro caiado, cheio de heras,
    Em que nasciam flores noutras eras,
    Que as minhas mãos colhiam, cariciosas...

    E sinto uma saudade do que eu era,
    Saudade de florir na primavera,
    De ser colhida qual se colhem rosas.

    Tenho saudade.
    Beijos,
    Renata

    ResponderEliminar
  12. OI Rosa
    Ai de quem não tem um passado cheio de recordações querendo retomá-lo por uns instantes! e a infânci sempre será o melhor tempo vivido.
    Poema sempre comovente pungente bonito,
    meu abraço grande

    ResponderEliminar
  13. Assim como o Sol nasce e se põe todos os dias... também nós podemos sempre regressar ao passado...
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  14. Regressar à infância e relembrar momentos felizes e de pura inocência..
    Lindo poema amiga Rosa Maria.
    bjs e um ótimo final de semana
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
  15. viagem à origem dos tempos, porque as palavras envelhecem...

    belíssimo, querida amiga do sonho; um beijo!

    ResponderEliminar
  16. Quem me dera poder fazê-lo também...ou pelo desejá-lo em palavras tão belas como as suas Rosa...já lhe disse o quanto me sinto honrada sempre que passo por aqui???
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  17. Que belo regresso.O que seria do tempo se não fossem as lembranças!Amei amiga.Escrevestes lindamente.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  18. Queridos amigos, aos poucos estou voltando e matando a saudade de todos os blogs que gosto.
    Feliz por estar aqui...
    Adorei a postagem...

    Beijos

    Ani

    ResponderEliminar
  19. Recordar com saudade!
    A juventude perdida
    Neste dia da amizade
    Para você Rosa Maria
    Um beijinho de felicidade!

    Eduardo

    ResponderEliminar
  20. Amiga a saudades é o pior dos sentimentos pois nos aprisiona a nossa alma....Melhor tentar viver o presente pois é menos solitário...

    Obrigada minha amiga por sempre estar comigo...beijo

    Cristal

    ResponderEliminar
  21. Querida Rosa amiga.

    ai como é bom reviver.

    a ternura de um querer

    isso é Amar

    é o que tens para dar..



    bom fim de semana


    beijos flor.






    ResponderEliminar
  22. Minha querida Rosa Maria, doce esse teu regresso à infância, onde encontraste uma menina feliz, de cabelos negros, com o coração repleto de esperança.
    Que essa menina continue a sentir-se acarinhada, protegida e que nunca perca o verde, do seu olhar...
    Fico sempre emocionada com a leitura dos teus poemas, tudo o que eu pudesse dizer, seria sempre pouco, comparado com o que me fazes sentir querida Poetisa!!!

    Beijinhos e um óptimo fim de semana

    ResponderEliminar
  23. Minha querida Rosa Maria, doce esse teu regresso à infância, onde encontraste uma menina feliz, de cabelos negros, com o coração repleto de esperança.
    Que essa menina continue a sentir-se acarinhada, protegida e que nunca perca o verde, do seu olhar...
    Fico sempre emocionada com a leitura dos teus poemas, tudo o que eu pudesse dizer, seria sempre pouco, comparado com o que me fazes sentir querida Poetisa!!!

    Beijinhos e um óptimo fim de semana

    ResponderEliminar
  24. Olá Rosa,
    Cada vez que voltamos ao passado sofremos muito mais que o hoje, os entes queridos que se foram, as brincadeiras de crianças, os namoricos e os sorrisos espontâneos.
    Eu prometi a mim mesma bloquear o meu cérebro para as reminiscências e tentar viver o hoje, apesar do ódio e competição que impregna a maioria das pessoas.
    Bom fim de semana
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Hó Amiga Rosa Maria , que bom ter tido uma infância que originou este belo texto poético .


    Beijo grande ,
    Maria

    ResponderEliminar
  26. É bom ter a memória de uma infância (pu de vivências felizes) onde se pode regressar...

    Infelizmente, a nível afectivo, não bem o meu caso.

    Amiga, abraço bem grande

    ResponderEliminar
  27. Minha querida
    Que belo poema!
    O Alentejo e a sua infancia nao poderiam ter uma mais linda homenagem!
    Mas, em Sintra, os fluidos sao igualmente paradisiacos!!!
    Muitos parabens .
    Obrigada por partilhar esta beleza poetica!
    Bom fim de semana.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderEliminar
  28. Procuramos a calma, a esperança nas memórias da infância....
    E ouvimos sempre o nosso nome com o carinho de outrora....
    Lindo..
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  29. Amiga a infância quando é bela tem
    tudo de bom para ser lembrado, gostei do escrito,lendo e gostando sempre..adoro te visitar..

    Abraços de bom final de semana

    Bjusss

    ___________Rita!

    ResponderEliminar
  30. Olá, querida Rosa
    Linda prosa poética onde vc se despe diante de si mesmo e se revela a sonhadora de sempre com consciência da realidade...
    Bjm fraterno

    ResponderEliminar
  31. Que bom esse regressar á infância! por vezes também tento ir até lá mas, a saudade bate muito forte pelos entes queridos que já não estão comigo...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. O teu rosto com a candura da adolescência, onde ainda não se antevê sombras de solidão aumenta a nostalgia deste silêncio que só a alma ouve. O teu silêncio, o nosso silêncio, a tua solidão e as ausências de mim, o teu discurso poético tão dentro de ti...tudo tão semelhante, minha querida Rosinha Maria! Depois, a beleza desse discorrer de alma num tom poético que só tu sabes!
    Sabes que adoro o que escreves, como escreves!
    O meu terno abraço!

    ResponderEliminar
  33. Amiga Sonhadora!
    Como é gostoso lembrar de momentos felizes que tivemos na infância...
    Linda prosa poética!
    Bom domingo e beijinhos!

    ResponderEliminar
  34. Esqueci de dizer que você está linda na foto! Bjs.

    ResponderEliminar
  35. Boa noite madrinha.
    Eu venho nessa noite a seu blog enquanto todos dormem
    eu ainda não consegui ir para deita ainda.
    Com o coação apertado pela doce saudade de si minha madrinha.
    Eu tenho andado muito distante é bem verdade,
    mais da Dinda Portuguesa nuca vou esquecer.
    Com a reforma que estou fazendo no blog para tornar ele mais leve .
    Com certeza vou colocar link de madrinha de Portugal , Brasil e padrinhos também .
    Quando terminar o link de madrinha vou enviar a você para a Dinda colocar no blog sua afilhada.
    Eu prometo dar tudo de mim para ficar lindo .
    Dinda te deixo nessa noite meu carinho
    espero sua presença para viajar comigo.
    Beijos feliz Domingo.

    ResponderEliminar
  36. Bom dia querida Rosa Maria!
    Ontem mesmo fiz este passeio, quando começou a chover aqui em minha cidade, graças a Deus, senti o cheiro da chuva da minha infância e aproveitei esse cheiro e fui sentir outros cheiros que estão lá longe na infância e como foi bom me demorar em cada cômodo deste meu interior e agora você vem poetisar o que senti, lindo demais querida amiga.
    Muito obrigada por fazer isso por mim.
    Grande beijo e seu coração.

    ResponderEliminar
  37. Gosto de voltar a infância e imaginar ter de novo todo o tempo, sonhos e possibilidades pela frente... mas quanto ao resto, não, de jeito nenhum.

    Seu poema é maravilhoso, Rosa.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  38. Gosto dos regressos. O presente fortalece-se para seguir viagem. Um bj querida amiga

    ResponderEliminar
  39. Querida Rosa!
    Muito belo.
    E quantos são os regressos para nós mesmos?
    Por vezes, sentimos saudades de tudo, de todos, o que inclui nossa vida, e nós.
    Saudades de nós mesmos é a certeza de um passado que alcança o futuro.

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderEliminar
  40. Rosa Maria: Lindo texto adorei, mas como todos nos sabemos não poemos voltar atrás apenas podemos e devemos ficar com as lindas recordações do nosso tempo de jovens. Agora seguimos a nossa eterna viagem.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  41. Um sítio onde todos queremos voltar, o local onde fomos mais felizes.
    bj

    ResponderEliminar
  42. Gostei.....Mais próximo do comum dos
    mortais.....A felicidade não é só do destino.........
    Boa semana
    Beijo

    ResponderEliminar
  43. Sem pedir licença, amiga acompanhei-te nesta viagem à casa da tua infância. e aproveitei para rever a minha; faço isso muitas vezes e a nostalgia é grande, embora de vez em quando um sorriso apareça ao recordar momentos felizes lá vividos; cai também uma lágrima, principalmente quando a vejo ainda no mesmo lugar, mas completamente despida de emoções. Continua a ser a casa da minha infância, mas agora um " manto de silêncio " a cobre e lá dentro só a voz da minha alma ouve as lembranças que a todo o custo querem que a menina ali permaneça para de alguma forma dar mais um pouco de vida àquela casa agora silenciosa e fria.. Passo muitas vezes na casa onde nasci; paro...olho, mas só as minhas lembranças entram e por lá se demoram; o resto de mim fica do lado de fora, invadido por uma grande tristeza; o tempo já não é o mesmo...as paredes também não são bem as mesma, mas o interior, esse, já não existe sequer; está vazio de gente...de almas...de emoções. Triste fim da casa onde nasci e onde vivi os 24 anos mais felizes da minha vida. Nem sei o que te dizer, Rosa!!!! Como foi bom visitar a casa onde nasci! Obrigada por essa oportunidade. Beijinhos, querida amiga!
    Emília

    ResponderEliminar
  44. Um percurso que a cada ida e a cada volta, deixa-se pelo caminho um pouco do que se é...

    ResponderEliminar
  45. No fundo a gente percebe que é um monte de lembranças e saudades de tudo quanto vivemos e somos constantemente acionados por estas numa busca de voltar às origens e refazer os caminhos.
    Bom lhe ver e ler amiga e deixar o meu carinhoso abraço lhe desejando uma semana de muita paz, alegria e poesia.
    Beijo de paz e luz amiga.
    Grato sempre pelo carinho.

    ResponderEliminar
  46. Minha querida amiga Rosa
    Agradecendo a tua visita, que me agradou tanto, devo dizer que é muito bom recordar a infância, quando da mesma há boas recordações, como parece ser o teu caso - e o meu também, felizmente.

    Uma semana muito feliz te desejo.
    Um beijo
    Miguel

    ResponderEliminar
  47. Querida Rosa,

    Esse retorno guiado pelo sentir profundo que

    a tua poesia provoca,sempre é um

    belo mergulho...

    Uma semana iluminada e beijinhos!

    PS: Sinto muito pela tua gatinha Luna, a

    saudade é sempre,eu sei como acontece...

    ResponderEliminar
  48. Regressar "à casa da infância" com o olhar e a alma poética da tua maturidade , Rosa, confere ao escrito uma aura mágica, ainda que o tempo seja saudoso e os espinhos nos façam feridas invisíveis.
    Ler-te é acompanhar as mais belas imagens lexicais e nelas te admirar.

    Bjo, querida Rosa Maria :)

    ResponderEliminar
  49. Olá, Rosa. Maravilhoso poema! Carregado de emoção, chega a ser mágico. Adorei! As palavras não são suficientes para explicar tanta beleza e emoção. Obrigada querida amiga por partilhar e o carinho da visita! Bjos e uma feliz semana.

    ResponderEliminar
  50. Oi, Rosa.

    Lindo escrito.

    "Não importa que a tenham derrubado, a gente continua morando é na casa que nasceu".
    (Quintana)

    Ótima semana para você!

    ResponderEliminar
  51. Minha querida Rosinha
    Mesmo atrasada... chegas sempre a tempo. As portas da minha «CASA» estão sempre abertas para amigas como tu, e não só... :)
    Poder voltar à meninice é sonho de todos nós.
    Como isso não é possível... vamos recordando, que é uma forma de "voltar a viver".

    Semana feliz.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  52. Oi!!!! Tem um selinho para você no meu blog, estou te esperando.
    Bj no coração

    ResponderEliminar
  53. Minha querida amiga, estou tão emocionada por este seu sentido texto que não encontro palavras...talvez porque me identifico tanto com ele.

    beijinho comovido

    ResponderEliminar
  54. Lindo poema, deu vontade de pegar carona nas asas desse anjo e também regressar a minha infãncia!
    Gd beijo querida

    ResponderEliminar
  55. Seu post me deu uma nostalgia e vontade de voltar a minha infância também.
    Abraços,
    Sandra

    ResponderEliminar
  56. OI ROSA!
    UMA VOLTA AO PASSADO, AO QUE JÁ SE FOI, MAS QUE DE TÃO SOLIDIFICADO EM NOSSA ALMA SE TORNA QUASE REAL, NOS CONFUNDINDO...
    LINDO COMO TUDO QUE ENCONTRO SEMPRE AQUI.
    ABRÇS AMIGA.
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  57. Bom dia Rosa Maria.
    Que poesia linda e emocionante.As suas poesias junto com a musica de fundo,nós levam e levitar,que paz,estou aqui a 30 minutos,só aproveitando a paz que o seu espaço nos proporciona.
    Um lindo dia.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  58. Caminhar pelos labirintos da memoria faz-nos recuar aos tempos felizes da infância que infelizmente já não voltam, resta-nos as lembranças da inocência e de tudo que nos rodeava que tanta felicidade nos dava.
    Abraço com labirintos
    ag

    ResponderEliminar
  59. E há tanto tempo que partimos
    desse tempo
    que tu tão bem
    trazes ao cimo!

    Saudades muitas...estou próximo a voltar!

    Lindo teu poema, Maria Luísa

    ResponderEliminar
  60. .

    Rosa, vim te dar um beijo
    em troca de um sorriso.

    Beijos.




    .

    ResponderEliminar
  61. Olá,Bom dia,RosaMaria
    Que lindo
    ...sim, é um processo recôndito de regresso a ti mesma,pois sentimos tanta falta de um tempo que eramos frágeis,dependentes , inexperientes, não sabíamos nada da vida nem no que se constituía a vida. Só queríamos brincar e correr quando sentíamos medo. Mudaram os tempos, e toda a responsabilidade , o ônus e o bônus de adultos, mas jamais esqueceremos, pois vivenciamos intensamente esta fase alegre e feliz da vida... num outro contexto... só aprendemos quando vivemos e erramos... é fundamental,a evolução! E vamos continuar errando e aprendendo sempre... com a certeza de que não podemos mudar o passado, mas podemos construir um futuro diferente...
    Obrigado pelo carinho,bela semana, beijos!

    ResponderEliminar
  62. Por vezes essas viagens fazem falta, pois ajudam a redefinir os caminhos do futuro.

    Sempre muito belo! O fado também!

    Um beijo

    ResponderEliminar
  63. Rosa,

    emocionante! viajei no meu proprio tempo, na raiz de minha vida.

    Bjs

    ResponderEliminar
  64. Porque as noites já não são serenas é que me dá uma vontade de regaço, de ternura e dos aromas da infância. Pela tua mão eu fiz um belo e emocionante retorno, querida poetisa. Bem hajas!
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  65. Para o bem ou para o mal, algumas dessas memórias ficam! e por vezes muito vivas ! Rosita, que essas imagem te sirvam de consolo e te inspirem sempre a escrever sobre o valor afetuoso que contêm ! Beijinhos com carinho...

    ResponderEliminar
  66. Que bonita a sua foto, agora poetizada, então o futuro foi bom! Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  67. Se eu pretendesse escrever as minhas memórias, tomaria cada uma das tuas palavras e adaptaria mínimos pormenores; na verdade, eu caminho adentro dos meus silêncios num mesmo percurso. Acordo, para as origens que nos dispensam as saudades preciosas. Mas o tempo não retorna. Vivamos, intensamente, o que nos leva á recriação do que vivemos.
    Um magnífico texto com que me identifico totalmente.


    Beijos, Rosa


    SOL

    ResponderEliminar
  68. Regressar à infância. Regressar à inocência...
    Gostei muito do texto.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  69. Querida Amiga Sonhadora,

    a infãncia, os lugares de infãncia, quem não passou por eles uma vez e não sentiu arrepios??
    e tantas são as imagens que correm nosso pensamento, que uma nostalgia nos invade e quantas vezes nos impelem a fugir....

    Beijinho
    Alex

    ResponderEliminar
  70. Querida amiga,
    o nosso Alentejo ainda tem lugares mornos e acolhe os seus...
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  71. Boa Noite Rosa !
    Saudade de ti!
    Depois de um tempinho ausente, aqui estou.
    Lindo o que escreveu. Por vezes me sinto assim... Regressar a minha infância!
    Um abraço com carinho, e ótima semana!
    Beijos grande!(•~?•~)? ? ?✽∿✽∿

    ResponderEliminar
  72. Bom dia Rosa.
    Passando para lhe desejar um dia cheio de alegria.
    Beijos

    ResponderEliminar
  73. Revisitar a infância traz nostalgia, pois lá habitam nossos preciosos momentos, hoje lembranças que perdem a cor. Bjs.

    ResponderEliminar
  74. Li o teu magnifico poema e vi o filme de uma vida.
    Recordei momentos na beleza dos teus versos.
    És sublime cara amiga.
    Mil beijos

    ResponderEliminar
  75. Não estaremos na realidade a regressar sempre lá, a essa casinha...?
    Beijos, boa semana :)

    ResponderEliminar
  76. Rosa querida,

    Maravilha de poema, bordado a recordações de uma doce fase da vida.
    Linda na imagem.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  77. Um Bonito Poema ! Quando recordo o tempo da minha infância , um tempo feliz e sem preocupações, sinto muita ternura e uma enorme saudade !

    ResponderEliminar
  78. Cara Rosa

    Os cheiros são realmente o veículo que nos leva de volta às recordações. O cheiro a rosmaninho... As vivências regressam e a que melhor lugar senão o colo da nossa mãe? Os afagos, a ternura, e o todo o amor com que incessantemente nos bafejava.
    Acompanho-a neste momento lindo e, ao mesmo tempo, doloroso por tudo aquilo que não volta mais.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderEliminar
  79. regressar à infância, acho que todos nós por vezes temos esse desejo...

    :)

    ResponderEliminar
  80. °º♫♬° ·.

    Sempre queremos crescer, mas depois... queremos voltar à infância!...
    Bom fim de semana!
    Beijinhos.

    ¸.•°♪♬♫º°。♪

    ResponderEliminar
  81. A casa da nossa infância sempre a desafiar-nos ao regresso... aos sonhos.
    Bom fim-de-semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  82. Olá.
    Bom dia. Bom fim de semana.
    Paz. Que dos céus derramem alegrias. Por que a Vida, é um seguimento Divinal. E viver, uma tradução dos sonhos e desejos.
    Estou aqui, para saudar-te.

    ResponderEliminar
  83. Olá Rosa Maria querida

    Poema lindo de viver...

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  84. Bom fim de semana divertido,
    Onde quer que você esteja
    Amorosamente, bem vivido
    Rodeada do que mais deseja.

    Nas plantas verdes estão as flores,
    Perfumadas no campo ou no jardim
    Vida feliz sem desgostos e sem dores
    Saúde, paz, alegria e felicidade sem fim.

    Tudo de muito bom com abundância,
    Melhor, quanto mais distante
    Da tão poluidora, danosa, ganância
    Num lugar onde tudo seja transparente
    Tão puro como o olhar de uma criança!

    Boa noite e bons sonhos,
    um beijinho para você amiga Rosa Solidão.
    Eduardo.

    ResponderEliminar

  85. Hello, SONHADORA (ROSAMARIA).

    Good feeling works.
    Thank you for your visiting always.

    Best week is coming.
    Greeting
    From Japan, ruma ❃

    ResponderEliminar
  86. Rosa Maria, viajar pelas dobras do tempo, voltar a infância, a adolescência, aonde os sonhos eram tão puros e nós certas que iríamos alcançá-los, relembrar afagos de quem já não mais está aqui, ah Sonhadora, é tão doce as lembranças, diz a velha canção RECORDAR É VIVER, e destas recordações eu muitas vezes me alimento, beijos e obrigada por compartilhar textos belos que falam a minha alma Luconi

    ResponderEliminar
  87. Minha amiga como sempre palavras que tocam o nosso coração. Como sabe bem recordar os dias simples e belos da nossa infãncia.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  88. OI QUERIDA
    Estou aqui para retribuir com carinho a sua constante presença no meu cantinho. Muito bom voltarmos a nossa infância."Boa Tarde! A beleza está em toda parte e em cada momento de nossas vidas. Olhe bem a sua volta e não perca nem mesmo os mínimos detalhes da beleza que Deus nos dá diariamente."
    Um domingo feliz para ti.
    Com carinho da tua amizade.
    Ana

    ResponderEliminar
  89. Rosa,creio que todos nós temos o desejo de retornar á infancia. Poesia que nos toca profundamente! Ficou magnífica! bjs,

    ResponderEliminar
  90. Passando para agradecer o carinho e desejar-te um bom fim de dia. Se publicares, volto.
    Beijos,
    Renata

    ResponderEliminar
  91. que se mantenham vivas, sempre, as memórias
    momentos de reviver tempos felizes
    eu volto sempre a todos os meus momentos passados que ainda lembro, em tantos lugares diferentes, aonde a vida nos leva numa luta sem fim :)
    beijo, Sonhadora
    tem uma semana feliz

    ResponderEliminar
  92. Bom dia Rosa Maria.
    Passando para lhe desejar uma linda e abençoada semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  93. Oi Rosa, parabéns pela bela poesia , tu falas por tudo que pansamos, as lembranças , os cheiros as pessoas que já se foram , tudo isso mexe com a gente, nos deixando o dia pensativa e parecendo que vivemos um filme, querida amiga o meu abraço fraterno. Celina .

    ResponderEliminar
  94. Beijinhos aqui retornam,de girassóis mesclados.

    bezuz no coração

    ResponderEliminar
  95. Oi Rosa,

    Seus textos sao intensos, sempre me identifico com eles...

    Lindo....!

    Abçs

    ResponderEliminar
  96. Olá querida amiga Rosa Maria, cheguei aqui e enchi o meu coração de emoção e saudade, toda intensidade de seu poema bateu fundo em minha alma. Relembrar momentos, cheiros, sorrisos e momentos passados, nos fazem reviver no hoje como se o tempo não tivesse passado.Belíssimo! ! ! Me emocionei de verdade.
    Agradeço de coração sua honrosa visita, saiba que ela encheu meu coração e minha alma de muita alegria.
    Beijos com muito carinho ♥
    Marilene

    ResponderEliminar
  97. Querida amiga

    Cada palavra, uma pausa...
    Respirar... Sentir...
    Tornar a ler...
    Queria também retornar...
    Mas o tempo senhor
    de todos os minutos,
    nos impele a ir a frente...
    Olhar o futuro,
    mesmo que não o deseje...

    Cuide de quem você ama.
    O amor é nosso maior compromisso com a vida.

    ResponderEliminar
  98. Há sempre oportunidade para voltarmos a nós.

    Uma poesia reflexiva duma intensidade poderosa.

    beijinhos, Rosa.

    ResponderEliminar
  99. Olá Rosa
    Pura emoção! Intenso, profundo e perturbador.
    Você está a bordo de um novo dia. Diga: bom dia, dia! Bom dia, vida! Bom dia, sensibilidade! Bom dia, fé! Bom dia, coragem! Bom dia, talento! Bom dia, trabalho! Bom dia, alegria! Bom dia, felicidade! Bom dia pra você!

    ResponderEliminar
  100. habitamos todo os lugares, mas regressamos sempre a esse lugar da infância

    onde somos felizes


    um abraço

    ResponderEliminar
  101. Tudo vai mudando com o tempo...
    Mas há coisas que permanecem em nós para sempre (ou quase, se não perdermos a memória na velhice...).
    Um beijo, querida amiga Rosa Maria.

    ResponderEliminar
  102. Um retorno maravilhoso ao princípio da vida...aos caminhos percorridos...ao tempo que se esfarrapou..á planície da infância...relatado com aquela emoção que tu colocas em cada palavra... Sempre maravilhoso!
    Também eu voltei ao meu Zambeziana...porque não há amor como o primeiro...Voltei para ficar!
    Um beijo com muito carinho.
    Graça

    ResponderEliminar
  103. Olá minha querida amiga Rosa

    Gosto de você, do seu carinho
    e fidelidade e tal é que o desejo
    se regressa de pronto em ti
    sempre na saudosa sucessão de
    anseio e causa pelo vestido que o tempo
    retirou e pelo que desejas vesti-lo novamente...

    Sempre poética, por tanta beleza
    com que enfeitas o caderno com os ditos
    mais profundos próprio de você...

    Saudades daqui

    Beijinhos

    Livinha

    ResponderEliminar
  104. Oi, Rosamaria!
    É importante que vez ou outra regressemos ao ninho, ao aconchego, ao lugar onde nos sentíamos seguros para resgatar a nossa essência, nossa origem, nossos valores... porque é fácil demais se perder nesse vasto mundo, se não tivermos uma referência de vida!
    Bom carnaval!
    Beijus,

    ResponderEliminar
  105. Belíssima obra, Rosa, poesia rasgada com emoção!
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderEliminar
  106. Deixo um beijinho e desejo-te um Bom Fim de Semana!

    ResponderEliminar
  107. Rosa, amei o texto, fala fundo ao coração... Quem nunca pensou em voltar para seu lugar seguro... Seu esconderijo... Não uma fuga, mas sim, um pausa para se repor, recompor, descansar e voltar mais forte... Um beijo.

    ResponderEliminar
  108. Olá, querida Rosinha!

    A nossa planície é, deslumbrantemente, linda. Creio não haver, em todo o país, tamanha serenidade e beleza. Quem viveu na planície, no nosso Alentejo, não precisa do mar.

    Ora, aqui temos, um pequeno resumo, do que lhe cantam as suas memórias, porque muito mais haveria para contar/escrever.

    Embora eu tivesse vindo para Lisboa (Moscavide, mais propriamente) de tenra idade, ainda me lembro muito bem daquelas noites de verão, em que nos sentávamos à porta, para receber uma aragem fresquinha, e conversávamos uns com os outros.

    O texto, que escreveu é muito profundo e todos nós o compreendemos, muito bem. O tempo não volta atrás, nós sabemos, mas recordar é viver.

    Boa semana.

    Beijinhos da Luz.

    ResponderEliminar
  109. °º♡♡彡

    ♡♬° ·. Bom domingo!
    Ótimo mês de março!
    Beijinhos do Brasil.
    °º♡♡♬° ·.

    ResponderEliminar
  110. Minha amiga passei para desejar uma boa semana.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  111. Olá Rosa

    O dia 08 de março está indo embora... mas isso não importa pois nossos são os 365 dias do ano não é mesmo menina linda?

    Deus quando criou as mulheres
    Moldou-as como tesouros preciosos
    Esculpiu-as doces e delicadas

    Revestiu-as de beleza e graciosidade
    Ornou-as com sorriso de anjos
    Com o pó brilhante das estrelas
    Iluminou seus olhos cintilantes

    Mulher é símbolo da sensibilidade
    Fonte terna de amizade
    Pérola de inestimável valor
    É âncora que dá sustentação
    É manancial de amor
    É mestre na arte de amar

    E hoje mulher você
    Deve ser reverenciada
    Parabéns por todos os dias
    Que são unicamente seus.

    Feliz “Dia da MULHER”!

    Gracita

    ResponderEliminar
  112. Lindíssimo, é bom às vezes voltar no tempo e rever na mente as lindas lembranças deixadas, amei ler, tens mesmo o dom de mostrar com profundidade os sentimentos, abraços linda poetisa!

    ResponderEliminar
  113. Rosa querida:
    Fico impressionada como nos assemelhamos! Apenas não tenho o seu talento... Esse texto fala de tudo que sinto e poderia tê-lo escrito. Somos duas reféns do Amor! Querida, obrigada por sua contante visita e estímulo!
    Bjs de sua amiga d'além mar,
    Maria Luiza

    ResponderEliminar
  114. Rosa querida:
    Fico impressionada como nos assemelhamos! Apenas não tenho o seu talento... Esse texto fala de tudo que sinto e poderia tê-lo escrito. Somos duas reféns do Amor! Querida, obrigada por sua contante visita e estímulo!
    Bjs de sua amiga d'além mar,
    Maria Luiza

    ResponderEliminar
  115. Gostei muito de ler-te e do teu bonito espaço, com boa musica. Parabéns pelo bom gosto e pela qualidade poetica
    Um abraço
    Hélder Gonçalves

    ResponderEliminar
  116. Um beijinho grande e uma semana cinco *****
    Graça

    ResponderEliminar
  117. Bom dia querida amiga
    O tempo passa e vida precisa continuar a esperança de um mundo mais harmonioso, coberto pelo Amor do nosso Criador!
    Um lindo fim de semana!
    Abraço amigo
    Saudades!
    Maria Alice

    ResponderEliminar
  118. Olá Rosa, amiga.

    Regressaremos à fase da infância, sempre que nascermos uma e outra vez.
    É sempre saudoso lembrar quem já partiu.

    Bons dias e sê feliz!

    Beijos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora