BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Recorda-te de mim...


Quando enfim morrer o que no corpo choro...recorda-te de mim
Esquece os vãos devaneios que mil vezes chorando te segredei
Não lembres os sonhos que sonhei...morreram meu amor sem ti
Agonizaram com os últimos desejos que neste corpo amordacei

Quando do céu azul mais nada existir que um muro de pedra fria
E de mim nada mais que um grito mudo...uma sombra sem vida
Perfuma-me de violetas...veste no meu corpo o véu de nostalgia
Esquece-te do meu nome e deixa-me seguir essa estrela perdida

Quando a escuridão cobrir o meu olhar nublado...acende uma vela
Aos meus desfeitos sonhos de amor que em vida foram sepultados
São as rosas mortas que jazem a meu lado...restos duma quimera
Que prendi nas mãos vazias e guardarei no meu corpo sufocados

Quando de mim não restar mais nada que o silêncio duma prece
E os sinos por mim dobrarem...deixa-me meu amor partir enfim
Para o tempo além do tempo onde o que me vestiu se desvanece
No mármore frio da ilusão...deixa-me voar para longe de mim

Quando do meu rosto anoitecido...docemente rolar uma lágrima
Guarda-a no teu coração...como um derradeiro gemido de amor
Como o último gesto de ternura do meu corpo vestido de mágoa
E eternamente abraçado pela sombra silenciosa da minha dor

Quando as cores do sol poente...do meu rosto frio se apagarem
Recorda-te de mim e deixa-me voar livremente num céu só meu
Quando a noite deixar de amanhecer e os meus olhos chorarem
É porque o meu corpo é eternidade e o meu ventre adormeceu

138 comentários:

Nádia Santos disse...

Que encanto de poesia... como é belo e fascinante teu versejar querida Rosa! Maravilhosa! Um grande beijo pra ti.

vieira calado disse...

OlÁ, boa noite!
É certamente das coisas que mais queremos,
é que se lembrem de nós.
Não só em vida, mas depois...
Beijinhos!

Ana disse...

Nem tenho palavras para comentar...

Lindo...

Beijinhos

Ana

✿ chica disse...

Sempre maravilhosa,Rosa! Tua inspiração sempre em crescimento! beijos,de volta,chica

Rô... disse...

oi minha amiga,

é tão reconfortante sabermos que em algum lugar tem alguém que pensa em nós,
e você descreve isso lindamente...

amo suas escritas...

beijinhos

Andradarte disse...

..o importante agora e sempre, é....
'recorda-te de mim'......Bom, não ser esquecido..
Beijo

Manuel Costa disse...

Olá Rosa, bom dia. A eternização de um momento, foi assim que o li. Mais uma vez, muito obrigado. Um sorriso e um abraço caloroso.

Ira Buscacio disse...

Uau! que lira, minha amiga, uma canção pra jamais ser esquecida.
Bj grande

Cecilia sfalsin disse...

É nesta sensibilidade do nosso coração que nos fazemos poesia de uma vida cheia de amor e sentimentos.

Escreve lentamente...

Beijo e lindo dia pra ti...

Nós do blog disse...

LINDO BLOG.

tecas disse...

Quando se conjugam todos os sentimentos de maneira sublime num poema como o teu, minha querida, é ser poeta maior.
Divinal.
Beijinho amigo e uma flor para outra flor.

ReltiH disse...

UFFFFF, MUY TRISTE PARA MÍ.
BESOS

Élys disse...

Sempre uma linda poesia e certamente, nunca vais ser esquecida.
Beijos.
Élys.

Agulheta disse...

Amiga Rosa:Só não se lembra de nós um pouco,quem não deixa marcas em nós,de vida,amor e amizade.Gostei muito como sempre da tua poesia.
Beijinhos

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

Encantada como sempre suas poesias adoro ler-te!
Beijos

elvira carvalho disse...

O sonho de todas nós. Que a nossa passagem não seja desapercebida e que nos recordem com carinho.
Um abraço

. intemporal . disse...

.

.

. __________________ . disse .

.

.

Se me amas não chores!
Se conhecesses o mistério imenso
do Céu onde agora vivo, este
horizonte sem fim, esta luz que
tudo reveste e penetra, não
chorarias, se me amas!
Estou absorvido no encanto de
Deus, na sua infindável beleza.
Permanece em mim o teu amor,
uma enorme ternura que nem tu
consegues imaginar.
Vivo numa alegria puríssima.
Nas angústias do tempo pensa
nesta casa onde um dia
estaremos reunidos para além da
morte, matando a sede na fonte
inesgotável da alegria e do amor
infinito.
Não chores se verdadeiramente
me amas.

Santo Agostinho

.

.

. um beijo meu . sempre sentido .

.

.

Braulio Pereira disse...

letras da alma. nascente de poesia


lindo. lindo.


beijos flor.

Ingrid disse...

lembranças são nosso reviver..
sempre ser lembrada por palavras e sentires..
certamente!
beijos amada..

Filipe Campos Melo disse...

O verso anoitecido
E eterna memória

Bjo.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Desejamos tanto
que alguém se recorde
de nós,
para um dia
quando esquecermos
de como éramos,
encontrarmos alguém
que nos diga como éramos.


Que em teu coração,
a alegria faça morada...

Rogério Pereira disse...

Quando, quando, quando
Quando chegar a hora de ele te ler
Se o não quiser fazer
Eu lerei alto, em voz gritada
Para que ele não te possa esquecer
A ti, Rosa, que te queres lembrada

JP disse...

Quando os sonhos que sonhamos morrem sem amor devemos sempre fugir para longe de nós.

Para nos poderem recordar.

Beijinhos

Ghost e Bindi disse...

Oi amiga Rosa, obrigado por seu comentário deixado durante nossas férias, já voltamos, mas estamos com aquela preguiça natural após um longo período inativos, rsrs...estamos organizando algumas coisas e ainda em fevereiro voltaremos a postar nos blogs. Ficamos felizes com sua presença e carinho!
Abraços
Bíndi e Ghost

Flor de Jasmim disse...

As lembranças fazem parte do nosso viver, tal como irão fazer depois do nosso morrer, por outros que ficarão onde nos guardam em seu coração.

beijinho e uma flor

Lilá(s) disse...

Escreves tão bem que tenho imensas dificuldades em te comentar, depois caio sempre no vulgar "lindo"!
Bjs

MACAU BANGKOK O MAR DO POETA disse...

Estimada Amiga e Ilustre Poetisa Flor de Jasmim
Mais um belo e profundo poema que igualmente muito me diz.
Meu primeiro e único amor em Portugal, que cultivei com todo o carinho e amor, morreu quando ausente estava por terras do Oriente, volvido é quase meio século, porém jamais esqueci o bem que fiz e o mal que recebi.
Recordar é viver, o amor jamais morre nos corações daqueles que sabem amar.
Deus escreve direito por linhas tortas, e me concedeu dois amaores mais maravilhosos, amores Orientais puros e belos onde o aroma da flor da Lotus perdura.
Dessesa mores orientais, um chinês e um tailandês, novas flores despontaram neste pequeno mas belo jardim que plantei, e é com imensa alegria que vejo novas flores despontarem, minhas netas e nétinhos são essa a prova de que o amor vindo de Deus jamais morre.
Adorei seu belo poema.
Abraço amigo

regina ragazzi disse...

Sua poesia é intensa em sentimento.
Profundamente nostálgica e de uma docilidade, de uma delicadeza que encanta. Muito lindoooo Rosa. Bjss

INTEGRAL DE MIM E DE MEU TEMPO ! disse...

Sonhadora....
Poema maravilhoso.... que demanda uma reflexão sobre pensar na pessoa que se perdeu.
Muito lindo!

Felisberto Junior disse...

Olá!Bom dia!
Querida RosaMaria
... sempre quando tentamos recordar aquilo que foi
vivido integralmente e trazê-lo, intacto, para o presente , por vezes encontramos uma série de
obstáculos, pois parecemos recordar somente aquilo que nos deixa marcas mais profundas. A eternidade de um momento.
Meu carinho!
Bela quarta feira!
Beijos

Andre Luiz disse...

Tocante sensibilidade,harmoniosa,bela e poética! E bom sempre em nossas almas,lembranças,sejam elas tristes ou alegres,todas nos fazem crescer,amadurecermos como seres humanos que todos nos somos,neste mundo! Parabéns pelo texto primoroso!
Abraços
Andre Luiz

Rita Freitas disse...

Belo e triste.
Adorei ler.

Bjinhos

José Sousa disse...

Minha querida Sonhadora, Rosa Maria! Depois de tanta ausencia dos blogues, cá regressei a fim de ver se por cá permaneço, pois é aqui que me sinto bem, mas depressão por vezes nos retiram de poder-mos estar concentrados em coisas que gostamos!
Adorei este teu poema, triste mas lindo! Vou ver se consigo dar um olhada nos outros.
Vai até o meu que aqui deixo o link.

http://www.congulolundo.blogspot.pt/2013/02/angola-rica-mas-pobre.html#comment-form

Um grande beijo e muita saúde!

Wanderley Elian Lima disse...

É bom saber que alguém especial sempre se lembrará da gente.
Bjux

OceanoAzul.Sonhos disse...

A nossa passagem marca uma vida, e toca sempre aqueles que mais nos disseram e a quem dissemos mais.

Sempre um prazer ler a tua alma Rosa.
Beijo
cvb

Vanuza Pantaleão disse...

Uma lembrança que flutua, incorpórea. Porém, mais que tudo, uma triste lembrança.
Como eu gosto do que escreves, amiga!
Rosinha, obrigada por tuas palavras e solidariedade.
Carinho enorme!!!!

manuela baptista disse...

é como adormecer sossegado, num ramo de violetas

o seu poema


um beijinho, Rosa

Fernanda Oliveira disse...

Olá querida Rosa!Boa tarde! Venho agradecer sua carinhosa visita ao meu cantinho,e deparei com esse poema com palavras tiradas da alma,feito de um jeito que é só seu. Beijos! Fernanda Oliveira

Lu Nogfer disse...

Olá Rosa!

Quanta sensibilidade!
Parece ate que tens a tinta na alma que vai jorrando os versos automaticamente de tao bela e natural que é a tua escrita!

Beijos com carinho!

Vera Lúcia disse...


Querida Rosa,

Lindíssimo e inspiradíssimo.
Sempre desejaremos ser lembrados por quem amamos, ainda que este amor não tenha sido correspondido à altura de nossos sentimentos.

Beijo.

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

A tristeza e a dor também são belas quando feitas poema assim como só tu sabes fazer. E...quando um dia nos formos...quando a vida nos disser " basta " o que mais queremos é que aqueles a quem amamos nos recordem de alguma maneira. Mesmo aqueles amores que não foram correspondidos, desejamos que, pelo menos uma flor se lembrem de colocar de quando em vez por cima do mármore frio.. E creio que assim será, Rosa. Parabéns, amiga, por esta dor tão intensa e bela. Um beijinho e fica bem!
Emília

Sandra Subtil disse...

Perdurarás para sempre na beleza e força da tua poesia.
Beijinhos, querida!

Maria Emilia Moreira disse...

Olá Rosa!
Os teus poemas de amor trazem sempre algum sofrimento e nostalgia à mistura.Tens uma grande sensibilidade e transpões todo esse manancial para a poesia de uma forma maravilhosa e invulgar.
Beijos.
M. Emília

Cristal de uma mulher disse...

Amiga querida boa noite.

Quando uma estrela cai do céu ela traz sempre um brilho aos olhos que a ver.
Quando abre o botão de uma rosa sempre abre a mais bela flor que a natureza já fez existir
Quando os anjos visitam a terra eles sempre trazem bandejas com presentes.
Então amiga hoje recebe..brilho,uma bela rosa e recebe um presente do Pai..recebe perfume ao teu coração!

Um beijo e muita luz

edumanes disse...

Não te conheço pessoalmente
Amiga Rosa Solidão
Sonhadora serás sempre
Amiga do teu coração!

O amas docemente
Com toda a sinceridade
A roseira nasceu da semente
Tu rosa nasceste dela é verdade!

Primeiro em botão
Depois floriste
Rosa Solidão
Não vivas triste!

Abre a porta da liberdade
Ao teu coração
Para ele amar à vontade
Do amor, não tenho prisioneiro não!

Arranjei esta brincadeira
Para receber o perfume de uma rosa
Perfumada verdadeira
Para ti, amiga escrevi esta prosa!

Boa noite e bons sonhos,
um beijinho
Eduardo.

Aline Teles disse...

A nostalgia dos teus poemas são belos. Tu consegues falar do amor que ainda machuca de uma forma bela. Adoro! Simplesmente, eu adoro. Beijos.

Zilani Célia disse...

OI ROSA!
NESTA COMPOSIÇÃO POÉTICA EM QUE CLAMAS PELA RECORDAÇÃO, DA ALMA, POIS O CORPO JÁ FENECEU...
LINDO DEMAIS.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

Zilani Célia disse...

OI ROSA!
NESTA COMPOSIÇÃO POÉTICA EM QUE CLAMAS PELA RECORDAÇÃO, DA ALMA, POIS O CORPO JÁ FENECEU...
LINDO DEMAIS.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

MARILENE disse...

Ainda que morram os sonhos e as lágrimas se esgotem, os momentos de amor já foram eternizados. Não há como esquecer o que foi vivido. Bjs.

Sonia Pallone disse...

Obrigada, pelos lindos versos e pela música que envolveu por alguns instantes essa deliciosa leitura...Boa noite, lindos sonhos...Obrigada por não abandonar meu Solidão de Alma. Bjs

Severa Cabral(escritora) disse...

MINHA AMIGA QUERIDA !!!!!
RAZÃO E EMOÇÃO FAZ DOS TEUS POEMAS UMA GRANDE INSPIRAÇÃO COM RECHEIOS DE SENTIMENTOS...
BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Rosa.

Lindíssimo!
Desejo-lhe muita poesia.

Beijos.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

E o dia da partida se aproxima e nos estrangula a voz e os sonhos.
Quando eu morrer....Sei que irei...
Que se lembrem de mim pelo que fiz de bem e pela força do amor que a todos dei de coração aberto.

Quando eu morrer...
- Que me esqueçam e me deixem voar na poeira do tempo e do infinito.
- Que apaguem e corrijam meus erros, meus versos de dor e de tristeza...

Marta Vinhais disse...

Mas o céu continua azul e a suspirar por tudo o que resta - memórias de amor, sorrisos misteriosos e felizes....
Lindo...
Beijos e abraços
Marta

António disse...

Mais um belo poema, também só podia mesmo.

Quanto ao desejo que todos temos que nos recordem, de uma forma geral há sempre quem nos tenho e traga no coração, pelo menos assim espero e desejo.

Bj!

Celina disse...

Rosa querida mais um poema lindo embora triste, perfeito no peito de quem ama. Um abraço e os agradecimentos pelas belas palavras.

Secreta disse...

Recordar sempre...aqueles que não podemos esquecer :)
Um grande beijo.

Yvonne disse...

Amiga Rosa Maria! Que bom vc ter sido convidada no CVC assim pude conhecer seus poemas que por sinal são lindíssimos.Vim também para desejar uma maravilhosa quinta-feira e um excelente carnaval. Com carinho. Beijos

Lilazdavioleta disse...

Quietude e intensidade , o que sinto neste poema .


Beijinhos , Rosa Maria ,
Maria

Lua Negra disse...

Quando o corpo não sefizer mais presente,somente as boas lembranças acalentaram o coração de quem ficou...Espetacular seu poema, fiquei feliz em conhecer.
Parabéns pelo destaque na CVC.
Já te seguindo.
Beijinhos de violetas.
Lua
http://naturezadeluanegra.blogspot.com.br/

vanderlei disse...

Bom dia, boa quinta, parabens pelo lindo cantinho e por seus posts, venho via CVC para visita-la e com certeza voltarei para ler seus poemas, bjs no coração.
Vanderlei

Val disse...

Boa tarde Rosa Maria!!Em nosso caminhar deixamos nossas pegadas neste lindo universo.Sempre alguém ira lembrar de nós,com carinho.
Beijos com carinho!!!

Mariazita disse...

Minha querida Rosinha
Felizmente estou melhor. O médico estece cá em casa ontem à noite (pela 4ª.vez desde que adoeci) e declarou-me fora de perigo. Até me autorizou a ir à rua, embora sem grandes demoras porque terei que ir sem oxigénio (que não é portátil), e não convém estar muito tempo sem ele. Também já posso fazer a minha passadeira, de que já tinha saudades :)
Assim sendo, retomei as minhas visitas aos blogs amigos, especialmente para agradecer todo o cuidado e carinho que me dispensaram. Claro que tu estás nesse número :)

Não sei se é porque estou particularmente sensível... mas este teu poema fez assomar lágrimas aos meus olhos.
É lindo! mas comoveu-me demais...

Um beijinho com todo o meu carinho

Silvana Haddad disse...

Teu blog é um verdadeiro encanto.
Gostei demais de te visitar.
E o poema é muito belo.
Bjs.:
Sil

José disse...

Minha querida amiga Rosa Maria!

Seus poemas vêm sempre carregados de tristeza, e ao mesmo tempo cheios de tanta beleza, que é sempre um encanto
ler o que escreve.
Um poeta ou poetisa, nunca vão completamente, deixam apenas de estar presente.

Um beijinho com a amizade de sempre
José.

sérgio figueiredo disse...

querida Amiga...

tudo isso é lindo, mas por enquanto prematuro. esse "quando", para já, só tem valor no poema que nos ofereces e que tão bem já nos habituastes.

bj...nho

Denise disse...

ola vim do c.v.c conhecer seu cantinho beijinhos!!!! excelente noite gostariamos de te-la conosco la que tal aderir ao c.v.c!! sucesso garantido!!

© Piedade Araújo Sol disse...

todos nós queremos que se lembrem de nós, mas achei muito nostálgico.

beijo


;)

Centelha Luminosa disse...

OLá Rosa minha querida!!

Além de vir aqui apreciar essa poesia maravilhosa, e agradecer pela visita ao Sementes, venho também pra cumprimentá-la por estar no Blog do Dado, com menção especial! Parabén, linda flor...Merecido ., muito merecido!!

Bjos da LU...

*Escritora de Artes* disse...

Olá querida Rosa,


Muito intenso e tocante texto...parabéns!

Bjos

Eloah disse...

Querida colocas magia e beleza neste momento último de cada um de nós.
Adoro teu poetar profundo e verdadeiro.Bjs Eloah

ivaneuda disse...

Que lugar encantador, amei conhecer e ler seus poemas. Parabéns sinceros.

Ivone Poemas disse...

Linda Rosa, seu carinho lá no meu espaço me deixa feliz demais, tens um lindo dom, poetisa da solidão, sabes como ninguém descrever tais sentimentos profundos, pois o que mais tem são pessoas sofrendo dores de amor!
Grande beijo e um lindo fim de semana!

paulo disse...

Meu aplauso de pé pra este texto onde o lirismo esplandece!!! Venho através do CVC visitar este espaço encantador o qual creio já conhecer através da minha amiga Lindalva. Parabens mais uma vez, em especial pelas postagens! Beijos no coração e um ótimo restinho de semana!!

Aline Teles disse...

Passando para agradecer a sua doce presença. Beijinhos.

Vivi dos Anjos disse...

Minha cara Rosa, quem te lê jamais te esquece e se vicia... maravilhosa poesia. Um bj minha querida!
http://vitoriavitoriadosanjos.blogspot.com.br

Nádia Santos disse...

Rosa querida, quero te oferecer um mimo, meu selinho de qualidade que fiz para os blogs que me causam fortes emoções. Vou deixar o link de minha página de selo, ele se encontra no final da página e está escrito "selo de qualidade". Fique a vontade para aceitar ou não. Bju no coração.
http://poesiasesonetos.blogspot.com.br/p/blog-page.html

Cecília Romeu disse...

Rosa-Sonhadora,
que lindo...
e como é bom vir por aqui, em especial de madrugada onde tenho mais sossego e consigo viajar mais nas tuas letras.
E um desejo quase incontrolável de amor, que muito casa com o medo de não ser recordado, amado, e principalmente, da solidão, mas no desejo de liberdade.
Beijos!

dado disse...

Lindissimo o seu poema minha amiga e convidada especial do CVC. Espero que tenha gostado de receber visitas do CVC Campanha Visite e comente. Convido-a a conhecer e se unir ao CVC e a outros amigos que tem todos um só objetivo: união e amizade.
Um abraço

Maria Luisa Adães disse...

Parece que o que sempre desejamos
é que se lembrem de nós...e assim
nunca morremos...
E pode ser verdade...e pode acontecer!

Lindo! Beijo,

Maria Luísa

p.s."O Mergulhar em ti" encontrei na sinfoniaesol e gostei!

Malu Silva disse...

Rosa Maria, às vezes tudo o que desejamos apenas é que alguém nos recorde da maneira mais doce e terna possível... Um grande beijinho e meu carinho,minha amiga!!!

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Tudo que vivemos, principalmente, quando vivemos um grande amor ele fica como que tatuado para sempre dentro de nós.
Lindo poetar, Rosa Maria, parabéns querida, beijinhos

EU disse...

Emocionante e emocional. Uma prece antecipada a quem amamos e uma dor antecipada da partida (quase) anunciada...Lindíssimo.

Bjo, querida amiga :)

Evanir disse...

Madrinha.
Eu leio seus poemas muitas vezes já sai do seu blog chorando tamanho o sentimento depositado em cada verso.
Hoje fiquei super feliz em ver o destaque no seu blog.
estou tentando dar mais vida nos meus blogs carinho faz tão bem .
Sendo hoje dia das madrinhas não poderia deixar em branco .
Deus abençoe você com muita saúde minha querida.
Beijos.
feliz final de semana sua afilhada,Evanir.

Sotnas disse...

Olá Rosa poetisa, desejo que tudo continue bem contigo!

Mesmo quando tudo chegar ao fim restará o provocador das lágrimas derradeiras, o sentimento!
Digo apenas que vir por cá e ler teus escritos tem sido sempre encantador e deveras prazeroso. Pois além dos belíssimos poemas você escolhe lindas imagens para encimá-los, parabéns pelo bom gosto em tuas escolhas, e obrigado por compartilhar tão belos sentimentos escritos!
E grato por tuas sempre gentis visitas e comentários, e por ter tua amizade eu desejo que você tenha sempre em teu viver esta felicidade intensa, grande abraço e, até mais!

Verinha Portella disse...

Rosamaria...que privilégio o meu poder conhecer seu trabalho,imagina o que representa para mim(amante apaixonada de poesia) ter a oportunidade de ler poemas como o seu. Estou feliz...por demais,são lindos,emocionantes.
Ter recebido tua visita em meu céu,em meu modesto espaço é um onrra muito grande.
Obrigada Poetisa Maravilhosa!
Parabens..
beijos
vera portella

Parole disse...

Suas palavras s~ao sublimes, Rosa.
Um lindo final de semana.

Beijinhos.

LUZ disse...

Olá, querida Rosinha!

Como está?

Mais um belo e dolorido poema, a que já nos habituou.

QUANDO, que é uma conjuunção subordinada e que exprime TEMPO, se cumprir, haverá ainda muito tempo, para um novo amanhecer, um antigo novo sentir.

Não tenha dúvidas, que ele, recordar-se-á de si, dos momentos que não soube aproveitar e dos carinhos que não soube ou não quis dar.

Todavia, existem, ainda, mulheres, que ficam/ram, emocionalmente feridas, e que nunca mais conseguiram ultrapassar a barreira das dores e dos tormentos. É tudo uma questão de maneira de ser e "de estranha forma de vida", como tão bem cantava Amália, que nunca foi feliz, independentemente da fama e do dinheiro. É sempre assim.

Restaram-lhe, ao seu eu-lírico, o sofrimento e as lembranças, que fazem desde há algum tempo, POESIA, que nós lemos e à nossa maneira, interpretamos.

O SEU CORPO SERÁ SEMPRE ETERNIDADE, PORQUE EXISTE NELE, UM CORAÇÃO.

Bom fim de semana, com amor.

Beijos da Luz, com apreço.

Pérola disse...

E quando vier a escuridão o desconhecido imperará.
Há que a+roveitar o agora, cada instante.

Um beijinho

Arco-Íris de Frida disse...

Tbm te desejo o mesmo querida... que vc tenha um final de semana de luz e paz...
Beijos...

Severa Cabral(escritora) disse...

Bom dia minha linda!!!!
Vim desejar um feliz feriadão ...
Deixo bjs carnavalescos !!!!!!

Ani Cristal disse...

Oi Rosa querida


Não me canso de dizer que você escreve lindamente...
Também saio do seu blog com o coração cheio de novos sentimentos.
Lindo poema.

Beijos
Ani

aflores disse...

E depois... «Recorda-me, nunca me desejes».

Tudo de bom.

Maria Rodrigues disse...

Que dizer minha amiga, um poema que nos leva numa divagação intemporal, simplesmente sublime. Que um dia nos recordem com carinho.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Magia da Inês disse...

º° ✿彡
Olá, amiga!
Cada poema, mais inspiração, mais dor!...
Bom fim de semana.
Beijinhos do Brasil.
✿ °•.¸
¸.•°♡⊱彡

Marcos de Sousa disse...

Isso não é uma poesia, é um encanto, sentimentos tranformados em palavras.

Amei!

O mundo sob o meu olhar

Mary disse...

amiga poesia linda, mas me deu uma tristeza.. fico triste em pensar que um dia todos iremos embora, embora esta seja a maior certeza da vida hein?? vc soube escrever muito bem, com uma leveza muito linda.. beijos mil e ótimo domingo..

:.tossan© disse...

Fascinante! Poesia, pura poesia....Beijo

Janaina Cruz disse...

Mesmo que tudo esmaeça minha querida Rosa, ainda existirá algo de nós em quem amamos...

Mil beijos pra ti minha querida poeta maior.

Aline Teles disse...

Não canso de te elogiar. É sublime a sua poesia. Lindo! Beijos.

Braulio Pereira disse...

querida Rosa

tua alma perdura no além do além .. sempre viva

fico em silencio.

bom domigo


beijos com carinho.






Lídia Borges disse...


Como uma fagulha que se apaga suavemente para ser pena que sobe no ar e não cinza inerte no chão.


Um beijo

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog da Leila Rodriguez. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Nilson Barcelli disse...

Magnífico poema.
Gostei imenso, como sempre.
Rosa Maria, desejo-te uma óptima semana.
Beijo.

Olinda Melo disse...


Querida Rosa

Uma despedida sentida, abnegada, em que oferece tudo o que lhe preenche a vida, os sonhos sonhados, o amor e a esperança.

Gosto muito desta sua força e da utilização que faz das palavras, aliás, fazendo-as suas.

Se me permitir virei buscar algumas das suas expressões para enfeitar o meu Xaile de Afectos, que está a ser tecido por estes dias.

Bjs

Olinda

manuela barroso disse...

"E porque o meu corpo é eternidade e o meu ventre adormeceu"
O teu corpo será sempre eternidade enquanto estímulo na voz desse teu EU profundo de uma Alma maior.Porque a tua poesia eterniza não o sofrimento mas a sublimação do sofrimento que adormece no teu ventre e no ventre dos que te admiram. Ah querida amiga se as palavras pudessem transcrever a essência destes "nós" que de que somos complemento!
Leio.me! E num "último gesto de ternura" quero vestir.te não de mágoas mas sim de rosas.Muitas Rosas querida Rosa!
Sublime, sempre!
Terno abraço

Anita de Castro disse...

Velas velejando ao vento, para te recordar docemente

Rosinha bom recordar-te beijinhos

Lilá(s) disse...

E porque hoje é domingo, passei para desejar boa semana
Bjs

Luis lourenço disse...

Ah.Sonhadora!
A emoção poética, quando é intensa na fonte como é a tua poesia...sempre deixa o seu perfume criativo.
O meu abraço com carinho e amizade.

Véu de Maya

Isa Lisboa disse...

E não será esquecida! Nos versos que ficam, na memória de quem sente saudades, somos sempre lembrados!

Beijo, bom Carnaval!

lita duarte disse...

A vida também é feita de lembranças.

Boa semana para ti.

Bjs.

ONG ALERTA disse...

Sempre nos presenteia com suas palavras, beijo Lisette.

Anne Lieri disse...

Rosa,vc e suas obras primas!Simplesmente maravilhosa e comovente poesia!Bjs e boa semana!

Palavras disse...

Oi Rosa querida,

você transpira amor e ele transcende esses dias. Recordar-me-ei de ti, sempre que o amor tocar meu coração!

Lindo amiga querida

Bjs

Leila

Nati Caetano disse...

Olá Rosa!
Poesia cheia de encantos, sentimentos profundos nessa bela poesia.
Amiga tenha uma boa tarde.Bjs

SOL da Esteva disse...

A tristez num Poema, diz do estado de alma, do sentir, da sensibilidade de quem escreve.
Como sei avaliar a profundidade desse sentir de Amor!...
Gostei, como sempre.


Beijos



SOL



Fê Blue bird disse...

Minha querida amiga só morremos quando somos esquecidos.
Lindo, triste e terno.


beijinho

PauloSilva disse...

E este é um arco-íris de palavras profundas!
Um abraço.

Manuel disse...

Não sei, talvez eu seja muito sensível, mas vou lendo os teus poemas e sentindo um pequeno rio, que nasce nos meus olhos, e se perde no meu rosto.
Os teus sentimentos, de mulher apaixonada, tem o condão de nos contagiar, a tua sensibilidade tem a magia de nos inebriar.
Sou um dos teus fãs, mulher da planície!
U!m beijo

Ant P disse...

A recompensa para as almas que se libertam da matéria é mesmo "voarem livremente num céu só seu"!
Bj grande do AP.

Luma Rosa disse...

Dizem que todo amor será um dia, saudade! Como somos feitos pelo amor, seremos um dia também saudade!
Saudade é sempre uma boa lembrança!!
Beijus,

charles canela disse...

seu blog é maravilhoso...poderia mudar a cor do fundo ou dos caracteres para ficar bem legível para a gente absorver com gosto

lis disse...

Ah os nossos amores!
tão frágeis ,tão marcantes!
e seus poemas trazem muitas lembranças ...
Passando pra te abraçar ,agradecer seu carinho que tanto me faz bem,
desejar um ano especialmente inspirador com tudo que a Rosa deseja e precisa,
beijinhos de retorno

Nos Amando... disse...

sim recordar de ti,
para isso temos que viver uma
vida de qualidade tanto valor as pequenas coisas, aos amigos
a família, pois assim seremos
recordados
linda tarde bjs

Ana Tapadas disse...

A profunda hipersensibilidade ....

Beijo carinhoso, querida amiga.

INTEGRAL DE MIM E DE MEU TEMPO ! disse...

Vim de novo.... acho que o tempo passou e o poema ficou mais bonito!

Antonio Pereira Apon disse...

Olá Rosa.

Profundos versos. "Para o tempo além do tempo onde o que me vestiu se desvanece". Despimos o corpo para nos vestir de infinito, caminhar para mais além...

Um abração.

Daniel Costa disse...

Rosa

É tal a tua fimeza na beleza de exprimir conceitos, me dei a pensar: quando for grande, quero saber imaginar poesia como a amiga Rosa.
Beijos de amizade

irene alves disse...

A Rosa transporta para a sua poesia
muito de vários sentimentos.A in-
tensidade do que diz, leva-nos às
profundezas do sentir.
Quanto mal alguém a quem amamos
nos pode fazer?
E quanta vez...se quer que o corpo
já nada sinta: daí a necessidade
de partida...mas querendo ficar
com amor.
Beijinhos minha amiga
Irene Alves

Marinha disse...

Querida Rosa, é um bênção passar aqui! O blog é lindo e de excelente conteúdo! Parabéns, querida!
Aproveito para fazer um convite.Te convido a conhecer a fanpage do Construtora de Palavras (lá no Fcebook). Adorarei te ver por lá. Link da fanpage: http://t.co/GFVrPHGX
Bj

Secreta disse...

Passei para visitar-te...
Deixo votos de um bom fim de semana! :)

Malu Silva disse...

Venho agradecer o lindo presente que me enviou e ele já está lá, no meu INFINITO enfeitando as páginas.
Um lindo gesto de carinho e amizade o teu, minha querida!!! Um grande fim de semana repleto de realizações...

tulipa disse...

Minha querida SONHADORA
deixei este comentário no meu blog:
Muito obrigada pelas suas palavras.
Também eu gosto desta minha foto e achei que condizia bem com o belo poema de Fernando Pessoa.
Um beijinho com carinho

OBRIGADA por continuar a visitar-me! Beijos

SOBRE o seu post:
Sinto na sua poesia um misto de vários sentimentos.
Com enorme intensidade!

Obrigada pela partilha.

jorge junior disse...

Oi minha amiga!! Ainda estou com problemas na minha internet. Estou com postagens programadas e assim que tudo normalizar volto mais vezes. Um grande abraçO!!

Nilson Barcelli disse...

Reli o teu poema e continuei encantado com a tua poesia.
Rosa Maria, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Lilá(s) disse...

Passei procurando novidades, aproveito para deixar votos de um bom fim de semana!

AFRICA EM POESIA disse...

ROSITA
NUNCA É TARDE É SEMPRE TEMPO...

Lágrima




Lágrima marota
Cai no meu rosto
E vai rolando...
De mansinho...
Por toda a cara...
Vai saboreando...
E vai deixando
Um pouco de água
Um pouco de sal...

Sal de amargura...
Mas que é necessário...
E, assim vou ficando
Com o rosto mais doce...
Com o rosto molhado
E vou sentindo...
Lágrima marota.
O teu rolar...
E vou gostando...
Que te sirvas de mim
Para te acostares...
E quando quiseres
Podes voltar!...

LILI LARANJO




Depois de limpar a minha lagrima coloco um sorriso e deixo-te um beijo com muito carinho...

Fa menor disse...

Gosto das cores do sol poente.

Bj