BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

VESTIDA DE BRUMA...



Hoje quero ouvir o lamento de todos os sonhos aprisionados nas águas sombrias..quero escutar o silêncio do vento...o eco das tempestades...um grito que teima em rasgar as paredes frias desse silêncio...como luz que se apaga e permanece na melancolia de fim de tarde...numa consciência infinita de ilusões desencontradas...um desfiladeiro das cartas em branco das almas... talvez restos das palavras ditas em silêncio...numa lágrima que se solta de um olhar no abismo de todas as palavras que gemem a última rima dum poema...acorrentado num resto de horizonte arrastando os sonhos...um afago de futuro...uma sombra de passado...num olhar eternamente anoitecido...apenas um breve sorriso levado pelo vento.
Nas noites por dormir vou ao inferno...escrevo-me...grito o vazio...sufoco o desejo no meu corpo...bebo o fel da solidão...o desalento das madrugadas...o cansaço das horas...a morte antes da morte...o crepúsculo preso nas minhas mãos vazias...dos meus braços sem mim...no meu rosto chorando a noite...chorando-me num pranto velado para não acordar os fantasmas...os medos...os infernos...num eterno grito
Hoje rasguei os meus versos...esqueci as rimas...rasguei tudo que me vestiu...amordacei a mágoa...parei a hemorragia que me escorria dos dedos...desencontrei-me da vida...desnudei a alma...sepultei as palavras e anoiteci.
Hoje é nos recantos da minha memória que te sinto...apenas te sinto porque não estás...há apenas uma lápide com um poema de amor...em branco
Hoje vou guardar os espinhos...beber os versos na noite...embriagar-me de silêncio...aprisionar o oceano nos meus olhos e vestir as horas com a tua lembrança.
Sabes meu amor...as minha asas estão cansadas...os teus braços estão distantes...o céu está tão longe das minhas mãos e o luar já não ilumina o meu rosto...hoje vagueio na noite vestida de bruma.

107 comentários:

  1. As brumas deixam profundo e intensos os teus lindos versos... beijos,tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  2. Protege-te dos espinhos,querida Rosa.
    Que eles apenas arranquem de ti belos Poemas.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  3. Suas poesias são de arrepiar Srta, que linda e vestida de bruma nos oceanos a navegar, abraços

    ResponderEliminar
  4. oi minha amiga,

    assim leve caminha,
    e o seu coração exposto e traduzido
    lindamente,como sempre...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. hoje quero aprender
    um pouco mais de mim
    e daquilo que ainda não sei
    lindo feriadão bjs

    ResponderEliminar
  6. Rosa, fiquei extasiada... Bebi teus versos e me embriaguei com a intensidade com que descreveste a solidão, que tanto machuca e tu, com esse talento divino, que só os grande poetas tem, a descreveste de forma comovente, porém magistralmente.
    "Hoje vou guardar os espinhos... beber os versos na noite... embriagar-me de silêncio... aprisionar o oceano nos meus olhos e vestir as horas com tua lembrança." Simplesmente deslumbrante. Um beijo enorme no teu coração, dessa que é tua fã.

    ResponderEliminar
  7. Oi, Rosa! Gosto quando você usa verbos como "anoitecer" de forma pessoal. Fica muito bonito. Beijos!

    ResponderEliminar
  8. Escute o silêncio do vento, busque realmente ouvi-lo e certamente escutará: afago o teu rosto trazendo-lhe esperança, creia!...
    Beijos,
    Élys.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, amiga sonhadora!

    Senhora da linda poesia
    fala da noite e solidão
    carregada de nostalgia
    que faz doer o coração

    Beijinhos,
    com carinho
    José.

    ResponderEliminar
  10. Minha doce ROSA...que precioso texto ...teu no correr a doçura do seu coração um beijo grande do amigo Pedro Pugliese

    ResponderEliminar
  11. Tristemente bonito....
    Essa constante solidão.....?
    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Só você escreve cartas de amor com poesia e fado. Isso é dom e beleza interior. Aliás tudo muitíssimo bem. Beijo

    ResponderEliminar
  13. Mais um poema soberbo! Tu tens um dom, Rosa. Já te disse o mesmo não sei quantas vezes, corro o risco de tornar-me repetitiva, mas é a mais pura verdade! És grande!!!
    Beijinho

    ResponderEliminar

  14. 'Hoje...parei a hemorragia que saía dos meus dedos...
    ...há apenas uma lápide com um amor...branco...'

    Fantásticas estas suas expressões,Sonhadora, estas figuras de estilo que me encantam, porque a mensagem chega até nós de forma arrepiante. Li o seu poema em silêncio e depois li-o em voz alta. Estupendo!

    Beijos

    Olinda

    ResponderEliminar

  15. rectificando:

    '...com um poema de amor...em branco'.

    bj

    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Absolutamente Belo!
    Gostei muito da envolvencia dos sentimentos!

    Xoxo

    Sarah

    ResponderEliminar
  17. E vestida de bruma vamos até o céu com tamanha belezura de palavras.

    Sonhadora, tu és puro encanto.

    Um abraço.
    Natalia - Revelando Sentimentos

    ResponderEliminar
  18. CON TODO RESPETO, PERO USTED ES UNA MUJER ENAMORADA DE LA ENTREGA DEL VERDADERO AMOR.
    BESOSSSSSSS

    ResponderEliminar
  19. querida Rosa,seus poemas dão a medida exata de quão grande pode e deve ser o amor.

    é por demais belo!

    grd e afetuoso abraço!

    Zil

    ResponderEliminar
  20. Rosa

    As asas poderão estar cansadas, brumas as guardarão, os sonhos nelas se acalentarão.
    Beijos de amizade

    ResponderEliminar
  21. minha querida

    lindos teus poemas

    obrigado pelo teu carinho

    beijos flor amiga.




    ResponderEliminar
  22. ...és bruma sim de poesia,
    minha rainha flor!

    bjs meus nesta alma linda!

    muahhhhhhhhhhhhhh

    ResponderEliminar
  23. Minha querida amiga, quando buscamos na memória a saudade ganha asas e aflora os nossos sentimentos.
    Lindo e mágico como sempre!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  24. Olá Rósinha, mais um maravilhoso poema que amei de verdade. Ás vezes é preciso esquecer as rimas...também as esqueci. Beijos com carinho

    ResponderEliminar
  25. OI ROSA!
    CONFORME SE LÊ, DÁ PARA VISLUMBRAR ESTA FIGURA, VESTIDA DE BRUMA Á VAGAR...
    MUITO LINDO TEUS VERSOS AMIGA.
    ABRÇS


    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  26. Fico sempre sem saber o que escrever.
    És sempre magnifica, intensa e de uma profunda dor e solidão.
    Eu adoro.
    Beijo

    ResponderEliminar
  27. Dormir no Inferno, não é nada bom.
    Sei o que isso é!

    Beijinho para si!

    ResponderEliminar
  28. Rosa, querida poetisa,seus versos encantam, e sente-se os caminhos da solidão de uma forma sensivel, tocante! Obrigada por visitar-me. Volte sempre. Te sigo!!Beijos!

    ResponderEliminar
  29. Depois de ler abate-se um silêncio pesado que me envolve como as sombras das brumas.
    Roubam-me as palavras para comentar tanta agonia.
    Não há palavras que caibam nos comentários, não há dor que acorde as madrugadas, nem Sol que adormeça tanto solidão.

    ResponderEliminar
  30. Bom dia minha querida sonhadora
    Ler o que escreve é gostar e guardar
    sempre nas lembranças um post divino
    Deixo um abraço e um bom feriado
    Abraços com carinho
    Rita!!!

    ResponderEliminar
  31. dás alma ás palavras enriquecendo a poesia que navega em todo esse teu "oceano" de sentimento.

    bj...nho

    ResponderEliminar
  32. Poema em que o tempo se mistura
    em si mesmo
    o presente que sente
    mas que bebe o amargo do passado
    distante
    o futuro que se faz agora
    trazendo a lembrança do amado
    ausente
    o corpo e a alma que sentem
    a lua distante
    a dor e a amargura constante
    dilacerante
    em que os versos iniciais
    são sentidos na pele
    que bebe a noite e os oceanos
    e os versos finais são brumas
    em que a poeta verseja
    e perpassa os ais
    do seu coração abandonado
    num pretérito
    de um subjuntivo presente
    lindo são as metafísicas
    e as metáforas
    que vestem o poema
    belo são as amarguras
    derramadas em estrofes
    de muita ternura.

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  33. LINDO DEMAIS!!!
    AMEI!!!
    PARABÉNS!

    Mulher...como consegues isso...essa PROEZA? Escreves com o coração.
    LINDO DEMAIS!
    Beijos
    Fica com DEUS.

    ResponderEliminar
  34. Eu queria para mim um vestido de bruma com nuances rosa a lilás... Guardar os espinhos e beber a poesia... Isto é muito intenso e belo, minha querida!!!
    Abraços

    ResponderEliminar
  35. Inquieta essa alma que ouve a voz do vento a pairar sobre seus pensamentos....beijos amiga e um belo dia pra ti.

    ResponderEliminar
  36. Olá Rosinha,

    Como está?

    Para além, do riquíssimo conteúdo das suas palavras, há a forma como as diz e isso é talvez o que deu e continuará a dar um cariz especial à sua poesia ou prosa.
    Parece um rio de desilusões, brotando do seu amargurado peito, que se sente tão SÓ!

    E é nas madrugadas, que se encontra, medita, se solta e grita.

    Na lápide dele, do "amado" há um poema, que, ainda será escrito. Que lhe dirá? Escreverá o amor, que sempre lhe dedicou e que foi doloroso, mas verdadeiro ao longo do tempo ou perdoar-lhe-á todos os seus atos?

    Beijos da Luz, com estima e apreço.

    ResponderEliminar
  37. Como sabe deixa os seus leitores
    sem palavras, perante a grandeza
    da sua poesia...Que alma (a sua)
    que consegue sentir e expôr-se
    de tal maneira...hoje vagueio na
    noite vestida de bruma...
    e a bruma a envolverá e a ocultará
    e aí (nesses hiatos a paz a acalmará...)Beijinhos
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  38. "[...]Hoje, é nos recantos da minha memória que te sinto...[...]o céu está tão longe das minhas mãos e o luar já não ilumina o meu rosto...hoje vagueio na noite vestida de bruma."
    Assombrosamente belo.Sem mais palavras.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  39. Olá!Boa tarde!
    Rosa...
    Tudo bem?
    uma coisa como eu... sem asas para voar...
    sem liberdade para ser...
    Que bruma estranha é esta que te cobre...
    que abafa e consome... Solidão além da existência...
    Obrigado!
    Ótimo final de semana!
    Beijos

    ResponderEliminar
  40. Rosa,hoje deixou as rimas,mas não deixou de falar com o coração!Maravilhosa prosa poética!bjs,

    ResponderEliminar
  41. Quando o amor está distante e o coração apertado de saudade, é uma boa opção essa de embriagar com o silêncio, aprisionar o oceano nos olhos, e vestir as horas com as lembranças dele... E aí realmente não poderíamos nos sentir nada mais que bruma.
    Lindo, Rosa!
    bjks doces

    ResponderEliminar
  42. Mas as rimas nãos são entrave para quem domina como tu a arte poética. A tua poesia mesmo sem rima é um cântigo sofrido ao eu existencial com a mesma cadência, o mesmo ritmo musical de um Te Deum á Natureza e tudo o que a envolve.
    Dizer-te que, como sempre, extravasas a beleza da própria poesia que sofre, não é demais repetir
    Belíssimo Rosa Mª amiga!
    Terno abraço

    ResponderEliminar

  43. Rosa querida,

    Achei belíssima esta construção: "Hoje vou guardar os espinhos...beber os versos na noite...embriagar-me de silêncio...aprisionar o oceano nos meus olhos e vestir as horas com a tua lembrança".

    LINDO DEMAIS!

    Beijo.

    ResponderEliminar
  44. O amor sofre com a distância dos braços do ser amado, né? Até alma cansa. Linda postagem. Obrigada pela sua visita. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  45. Amiga Sonhadora!
    Você é demais!
    Os versoa que eu mais gostei foram os dois últimos.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  46. Olá, Rosa. Belissimo!!Embriagar-me de silêncio... aprisionar o oceano nos meus olhos e vestir as horas com a tua lembrança. Quanto amor amiga sonhadora! Amei. Beijinhos com carinho! Obrigada pela visita. Ando em falta, por problemas de conexção.

    ResponderEliminar
  47. Sonhadora, adorei sua visita já estava sentindo saudades.
    Linda suas palavras...principalmente no final, ás vezes nos cansamos e vamos levando vestidas de bruma.
    Bjo no coração.

    ResponderEliminar
  48. Ainda bem que os espinhos servem como proteção!
    As brumas te conduzirão segura pela escuridão...

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  49. Estava com saudades de te ler. Como sempre encontrei aqui palavras maravilhosas, e que muito se identificam comigo.
    Um beijito :)

    ResponderEliminar
  50. Cada frase obriga - nos a parar e a reler .
    Muito bom .


    Um beijo , Rosa Maria ,
    Maria

    ResponderEliminar
  51. Uma bela sexta feira pra ti minha amiga e um maravilhoso final de semana repleto de poesias e flores....beijos e beijos...

    ResponderEliminar
  52. Olá,Querida Rosa!!

    Escreves sempre com tanta intensidade!!!Seja vestida de bruma,de dor, de anseios...és sempre belíssima!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderEliminar
  53. Rasgou os versos e espalhou as palavras em um lamento intenso e belo, como só você consegue construir com essa sensibilidade. Bjs.

    ResponderEliminar
  54. Nem a bruma é capaz de esconder a tua beleza minha querida Rosa, nem os abismos te sugariam, pois possuis asas e podes voar sempre que apetecer...

    Ainda bem que os espinhos só ferem na poesia, pois pessoalmente, eles não ousariam te ferir.

    ResponderEliminar
  55. Não podemos deixar que estes fantasmas acordem. Deixar escoar os sangue ruim,renovar em cada verso e navegar nas aguas limpas e cristalinas das lembranças boas e eternas.
    Parabens amiga com este seu sofrido.lindo poetar que sempre me emociona.
    Grato sempre pelo carinho e atenção.
    Belo fim de semana.
    Meu terno abraço.
    Bjo.

    ResponderEliminar
  56. Mergulhei profundamente em cada palavra....(intenso demais)

    Bjos

    ResponderEliminar
  57. "Sabes meu amor...as minha asas estão cansadas...os teus braços estão distantes...o céu está tão longe das minhas mãos e o luar já não ilumina o meu rosto...hoje vagueio na noite vestida de bruma."

    Lindo, este final! Contudo, espero que a bruma se esvaia!

    Beijos, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  58. .

    .

    . um sopro de dentro . desta jornada de a.penas asa .

    .

    . quando amar.de.amar é sempre tão pouco . quando queremos que seja tanto .

    .

    . um bom fim de semana .

    .

    . um beijo meu .

    .

    .

    ResponderEliminar
  59. Rosa querida! Teus versos nos fazem viajar pelo mundo encantado do amor e da poesia.... Lindo.... Infelizmente não estou conseguindo visitar a todos como gostaria....Já vou pedindo desculpas se vez ou outra me demorar um pouco mais a aparecer.... Mas eu volto!
    Obrigada pelo carinho e pela gentileza!
    Um abençoado fim de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  60. Por vezes sinto que me "desencontro da vida"...sei o que é esse sentir de desolação e dor. Excelente o poema, como sempre, meu anjo,
    Bj

    ResponderEliminar
  61. ¸.•°✿⊱╮
    Belo, muito belo!!!!
    Bom fim de semana, amiga!
    Beijinhos.
    Brasil.
    ¸.•°✿⊱╮
    ✿ °•.¸

    ResponderEliminar
  62. .•°✿⊱╮
    Preciosa amiga
    ¸.•°✿⊱╮
    ✿ °•.¸
    Vim saltando muros,voando sobre mares para pisar na terra fértil de tuas letra mágicas poetisa .
    Todos os teus escritos são composições de tua vida que não foi possível terminar..pelo abandono e a infelicidade que o rosto amado infiltrou em teu coração...mais saiba minha amiga que tem muitas maneiras de viver amando...Ama teus ideais a tua inteligencia os teus mais preciosos sentimentos e a tua vida...Sim porque tua vida é mais preciosa do que um Amor indigno de ti amada amiga do meu coração..

    Eu te respeito pela pessoa que és e Amo a Rosa perfumada de teu coração Rosinha amiga linda...Saiba que estás cercada de muito amor porque o mais importante que esta insuportável dor é o aconchego de tu saber Amar..

    Beijo na alma e no coração

    Te amo muito amiga preciosa

    Rachel Omena

    ResponderEliminar
  63. Oi minha sonhadora
    Sempre embriago-me nos seus versos e me silencio para não ofuscar o brilho que erradia daqui.
    E vamos rasgando as brumas com as mãos,enfrentando as estações.
    Como sempre, me entusiasmo em ti Rosa
    doce Rosa
    beijinhos

    ResponderEliminar
  64. E continuamos a escrever poemas de amor, com as memórias do tempo envoltas das brumas...
    Mesmo que haja silêncio...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  65. Boa tarde amiga Rosa
    Ausente, esquecido não
    Com a minha simples prosa
    Venho conquistar o seu coração!

    Não me vai dizer não
    Não me faça essa desfeita
    Rosa linda em botão
    De perfume satisfeita!

    Desculpa minha amiga
    Este galanteio barato
    É verdade acredita
    Sou cavalheiro bem comportado!

    Muito mais podia dizer
    Mas vou ficar por aqui
    Não os posso esquecer
    Teus lindos olhos no retrato vi!

    Bom fim de semana para você,
    Amiga do meu coração
    Que pessoalmente ainda não conheci
    Seu lindo nome ROSA SOLIDÃO!

    Beijinho
    Eduardo.





    ResponderEliminar
  66. Olá Rosa Maria!
    Ler esta prosa poética deixa-me extasiada. O amor, a solidão,as ilusões desfeitas, as recordações, tudo dito de forma magistral! Não tenho mais palavras. Um abraço.
    M. Emília

    ResponderEliminar
  67. Preciosismo em tuas palavras poéticas. Vestida de bruma hás de iluminar teu rosto de amor e de esperança.
    Brisas e flores de todas as cores para você.Bjs Eloah

    ResponderEliminar
  68. Que sonhos e devaneios poéticos aqui delirantemente expressados sejam vestes convertidas de brumas em eclosão de beleza ofuscante para o deleite de almas que se encontram na solidão. Tua poesia fascina!

    ResponderEliminar
  69. Esse vestido embaciado de emoção deixa um sentimento profundo no leitor.
    Perfeito!

    ResponderEliminar
  70. Minha querida Rosinha
    Mais um belíssimo poema com que nos presenteias.
    As brumas são muitas vezes (e foram-no, desta vez) muito inspiradoras.

    Um feliz Domingo e uma semana abençoada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  71. Belo dia de domingo !!!
    Desejo mais e mais inspirações ...amo teu poetar,sempre nos comove nos versos...
    bjs de dia de domingo !!!!

    ResponderEliminar
  72. de bruma ou de coisa nenhuma tal qual uma godiva..

    pleno de sentires e nostalgia...

    beijo

    ResponderEliminar
  73. Mais um belissimo poema, muito triste, profundo e muita solidão.
    bom domingo minha querida amiga.

    beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  74. Tu és assim, fantástica na tua muito especial poesia!
    Bjs

    ResponderEliminar
  75. a ser possível tecer a bruma

    e vaguear por aí assim vestida

    poderá ser triste, solitário, magoado

    mas belo será



    beijinhos

    ResponderEliminar
  76. Minha querida.
    vim ler o teu poema, que adorei!
    E deixar-te um grande beijinho...
    ...as asas cansadas...os braços distantes...qualquer noite sem abraços, é feita de bruma.

    Um abraço com muito carinho, amiga.

    Janita.

    ResponderEliminar
  77. Olá Rosa, e que tudo esteja bem contigo!

    Ainda que expresse tristeza, teus sentimentos cá escritos expõem toda a beleza do teu ser em belas e simples palavras, deveras humano em teu sentir, parabéns pelo belo escrito e também pela bela imagem, mas por cá tem sido sempre assim, belíssimas postagens!
    E eu deveras agradecido por tuas visitas e gentis comentários deixo meu desejo que, você tenha em teu viver a felicidade intensa, um grande abraço e até mais!

    ResponderEliminar
  78. Tão belo!! Tão intenso.. tão sofrido..


    Quero todos os poemas de amor tristes ou não!

    Rosa, que a bruma venha leve.

    beijos carinhosos

    ResponderEliminar
  79. OLÁ Rosa

    Sua escrita expressa tristeza, outras vezes alegria,
    mas o mais importante
    é que os seus sentimentos
    expõem toda a sua Alma.

    Parabéns pelo que acabo de ler!

    Sempre disse que ADORO O OUTONO!

    Para alguém que ama fotografia é a estação do ano que se faz as mais belas fotos - este colorido é LINDO DEMAIS.

    Fui fazer uma escapadinha a LEIRIA e, agora partilho com todos, aquilo que vi:
    A casa do arco foi projectada por Ernesto Korrodi para aumentar a área habitacional dos dois edifícios que liga. Os arcos são uma tradição arquitectónica antiga de Leiria, pelo que por todo o centro histórico podemos ver várias aplicações dos arcos - contam-se 6 arcos, com 1 ou mesmo 2 andares.
    Mesmo assim este será o único construído com Arte Nova, como se pode ver com os azulejos, os vidros e a galeria envidraçada, inspirada no Castelo de Leiria.

    Nesse local existiu o HOSPITAL e Casa da Misericórdia.
    Ao lado ficava a Judiaria, pelo que era essa a rua que dava aos banhos públicos hebraicos.
    NOTA:
    Sinto-me uma privilegiada por ter andado numa rua que faz parte da nossa história,
    quem diria?
    Banhos públicos hebraicos...

    Beijos de Outono!

    ResponderEliminar
  80. Querida Rosa,
    Hoje perdeste-te e eu encontrei-me nas tuas brumas desesperançosas.
    Lindo!

    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  81. Uma bela semana pra ti minha amiga,,,beijos versos e flores...

    ResponderEliminar
  82. Impossível não encantar-se com as suas palavras. Cada vez que venho aqui, a admiração aumenta.

    Beijo

    O mundo sob o meu olhar

    ResponderEliminar
  83. Que os espinhos sejam tão somente para poetizar lindos versos como este, mas nunca para fazer sofrer.
    Amei querida Rosa!

    ResponderEliminar
  84. Impossível não se emocionar te lendo.
    Maravilhoso!
    Beijos e ótima semana!

    P.S: Estou ausente do Face falta de tempo, por isso minha ausência por lá. Mas logo estarei de volta.
    Bjs!

    ResponderEliminar

  85. A verdadeira amizade jamais é esquecida
    por mais distante que eu esteja meu pensamento estará sempre contigo.
    Linda é nossa amizade estou passando por uma chuva
    não chamaria de tempestade , pois tudo Jesus resolve.
    Sem sua amizade e dedicação não teria sido possivel continuar
    meu coração faz uma festa quando vejo seu carinho no meu blog.
    Nessa segunda feira estou passando para desejar uma semana abençoada por Deus.
    E aproveitar para deixar meu carinho e mil beijos meus.
    Carinhosamente sua afilhada,Evanir.
    Devagar Voltando...

    ResponderEliminar
  86. Rosa querida! A tua poesia transmite amor, encantamento e sonho! Sempre linda! Agradecendo sempre o carinho e comentário gentil! Também me desculpando por muitas vezes demorar para aparecer..... Está cada vez mais difícil visitar a “todos” como gostaria.... Tenho tentado alternar e demora.... Mas eu volto!....
    Aproveitando pra desejar um Natal iluminado pelo brilho da Estrela de Belém! Que o amor do Cristo se faça sentir em todos os corações, abençoando todos os dias do ano vindouro!
    Um início de semana de muita paz e alegria!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  87. minha Querida... Rosa Maria

    agradeço teu carinho

    dá-me a tua mâo vamos sonhar

    temos muito Amor para dar.

    beijos com carinho.


    feliz semana.

    ResponderEliminar
  88. A dor de um amor distante mas ainda presente no coração. Maravilhoso como sempre minha amiga Rosa.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  89. Excelente, para variar... eheheh... tudo o que fazes é bom, nunca vi nada teu que fosse menos que isso, a qualidade da tua poesia é uma constante.
    Um beijo, querida amiga.

    ResponderEliminar
  90. Já tinha passado pelo meu espaço preferido mas voltei para desejar uma boa semana.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  91. Um belo dia pra ti minha amiga querida,,,beijos e beijos...

    ResponderEliminar
  92. Aqui, sempre um lindo desnudar de alma!

    Belíssimo!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  93. Minha doce Rosa, passando para te deixar um enorme abraço...

    ResponderEliminar
  94. ...mas as brumas permitem o sonho e o renascer.

    Beijinho e boa semana, minha amiga.

    ResponderEliminar
  95. Querida amiga

    Embriagar-se
    de silêncio,
    traz até mim
    uma solidão
    que me assusta...

    Que haja sempre
    sonhos por sonhar.

    ResponderEliminar
  96. Sempre um encanto suas palavras, Rosa querida.


    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  97. Minha amiga!
    Se me permites vou fazer uma brincadeirinha posso?
    "Quando eu for grande quero escrever igual a ti"!!!!!!
    Parabens beijo

    ResponderEliminar
  98. OI ROSA!
    E ASSIM ESTA FIGURA IMAGINÁRIA ENVOLTA EM BRUMAS RASGA SEUS VERSOS E CHORA-SE NUM PRANTO VELADO, PARA NÃO ACORDAR SEUS FANTASMAS.
    ADOREI, USEI TUAS PRÓPRIAS E FÉRTEIS IDÉIAS E PALAVRAS PARA COMENTAR...
    LINDEZA DE TEXTO!
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  99. Você me encanta e me emociona, vir aqui é banhar-se em um mar de sentimentos vivos, obrigada pelo teu carinho em minha página, beijos Luconi

    ResponderEliminar
  100. Por vezes há brumas que nos vestem.

    Bjinhs

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora