BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

terça-feira, 10 de julho de 2012

A noite...é uma morte adiada


A noite é uma morte adiada...uma longa prece por dentro do meu corpo...um beijo de fantasma na minha boca...um rio no mar dos meus olhos...a erosão de mais um dia...um resumo de horas mortas sem gestos e sem mim...um manto de escuridão nas paredes frias onde repousam todos os sonhos de amor...um silêncio adormecido nos braços do cansaço.

A noite é uma lágrima a escorrer das mãos vazias...um abraço de nudez por entre os ciprestes presos no meu corpo...infinitas deambulações entre o sono e o sonho...a negridão de uma rosa numa janela com grades...num leito obscuro sem gestos...uma carícia de vento a poisar nos meus olhos...um suspiro de mar...as cinzas do amor num poema de solidão que o tempo guardou...um murmúrio silencioso a roçar a minha pele...um céu vestido de cinza...os dedos da escuridão a tatuar na alma a ausência...página em branco de todos os anseios...de todas as lembranças perdidas.

A noite é um trago que não se bebeu...um sorriso que ficou na taça...um poema na ausência dos lábios...uma rosa que não se tocou...um corpo que não se desnudou...uma gaivota num cais deserto...as mãos esquecidas num corpo que não se sentiu...a saliva do amor que não se fez...o desencontro dos sonhos inventados...os medos presos nos dedos...os anseios soltos nas mãos...a sensualidade dum olhar que escureceu...um orgasmo de lençóis vazios.

A noite é o leito do poeta...os remendos da alma...palavras rasgadas...um afago quase grito...uma rua sem fim...quase abismo...quase sangue a escorrer das mãos vazias...quase nada...cama desfeita num corpo abandonado...caminho escuro dos sonhos despidos de vida.

Na noite...morre-me o silêncio no corpo...dói-me o desejo na pele...morrem-me os sonhos nas mãos vazias...prende-se a insónia na sombra das madrugadas...suspensas nas asas frias do silêncio...na sombra negra da morte...pairando no vazio da vida...esperando...apenas esperando.
Na noite apenas escuridão...o vazio da tua boca e o silêncio dos meus braços...a nostalgia do meu corpo...a memória onde me deito...vazia de mim.

126 comentários:

  1. Rosa,triste e comovente essa noite!Uma poesia muito linda sempre!bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Sempre emocionante tuas poesia,Rosa!!Que tenhas uma linda semana,beijos,chica

    ResponderEliminar
  3. pegou-me em cheio..
    te ler devagar querida..
    sentir cada sílaba..
    beijo de carinho sempre.

    ResponderEliminar
  4. A noite que escreve lacunas entre os sonhos e a desilusões.Lindo demais seu poema.Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Amada, como sempre não encontro as palavras acertadas para lhe comentar, pois me emociono com os sentimentos que saltam de cada palavra...
    Mas digo que é lindo! Muito lindo!!!

    Beijos floridos

    ResponderEliminar
  6. A solidão noturna nua, chega a arrepiar as entranhas.Esplendoroso!
    Beijos no coração!

    ResponderEliminar
  7. Uma linda poesia...

    Tenha uma ótima noite!
    Beijos!♥

    ResponderEliminar
  8. A noite tem a outra face
    e que ela te seja mostrada amanhã
    logo depois do sol se pôr
    Diz-me, por palavras tuas,
    se assim for

    Com a alma cheia de ti

    ResponderEliminar
  9. Rosa querida, uma poesia que fala da noite com seu jeitinho especial de ser.
    Deixo beijos e o desejo de uma semana de paz e alegria.

    ResponderEliminar
  10. Bela noite !Mesmo sendo uma morte adiada...
    Cada dia um poema mais somante.Nessa delicada tristeza fica a beleza de um lindo poema...
    bjssssssss

    ResponderEliminar
  11. Há muito não tenho visitado blog algum, mas hoje resolvi vir retribuir a sua sempre carinhosa presença, mesmo nestes meus tempos de quase recolhimento... e não é que percebo que ainda mantém o tal fundo vermelho!!!

    Você prometeu que este ano mudaria... E já passamos mais da metade dele.

    É bom estar aqui de qualquer jeito!

    Beijos e_ternos

    ResponderEliminar
  12. Minha querida
    Tem da Rosa não só o nome...
    mas as palavras tão bem colocadas.
    Essa sua noite pareceu-me tão conhecida...
    Já vivi uma noite,
    assim, tão desejada.
    E em noites e noites vamos vivendo...
    temendo que elas permaneçam acordadas.

    Um beijo, minha querida... e perdõe minha ausência.
    Com carinho
    uma flor
    Rosa
    de
    Fátima

    ResponderEliminar
  13. Minha querida
    Tem da Rosa não só o nome...
    mas as palavras tão bem colocadas.
    Essa sua noite pareceu-me tão conhecida...
    Já vivi uma noite,
    assim, tão desejada.
    E em noites e noites vamos vivendo...
    temendo que elas permaneçam acordadas.

    Um beijo, minha querida... e perdõe minha ausência.
    Com carinho
    uma flor
    Rosa
    de
    Fátima

    ResponderEliminar
  14. Olá, Rosa. Belo poema! Toda nostalgia de uma noite colocada em versos tão profundos cheios de emoção. Obrigada pela partilha! Agradeço sua carinhosa visita. Bjos e boa semana!

    ResponderEliminar
  15. Querida Sonhadora

    A Noite! elemento romântico que envolve tantos amores e desencontros e como a definiu tão bem.
    E eu gostei especialmente desta parte:'uma carícia de vento a poisar nos meus olhos...um suspiro de mar...'.
    Dir-se-ia que é uma nesga de luz que se entranhou, inadvertidamente, no negrume da noite fazendo jus àquele lado mais esperançoso da vida.

    Minha querida, é sempre um prazer vir aqui ouvir um belo fado e ler os seus poemas.

    Beijinhos.

    Olinda

    ResponderEliminar
  16. Um texto melancólico e extremamente belo!

    Belo como é habitual.

    Beijo,
    Clarisse Silva

    ResponderEliminar
  17. oi Rosa,

    já me escondi das noites,
    me angustiavam e me faziam chorar,
    hoje aprendi a aproveitar cada minuto dela,
    assim com diz você,
    ela é o leito dos poetas...
    que continuem a te inspirar...

    beijinhos

    ResponderEliminar
  18. A noite quando pinta de escuro o mundo nos revela muitas coisas contidas na alma,,,os sentimentos mais puros afloram,,,a vida fica diferente,,,suas silhuetas nos trazem muitas e muitas lembranças....beijos de bom dia pra ti amiga....

    ResponderEliminar
  19. Olá,Querida Rosa!!!

    Tão belo e tão triste!!!
    Versos sempre coroados de emoções fortes e muito sentimento!
    Beijos,minha amiga!

    ResponderEliminar
  20. "A noite é o leito do poeta", sem dúvida, é lá, em cumplicidade que as palavras nascem em silêncio...

    Excelente Rosa!
    beijinho
    cvb

    ResponderEliminar
  21. Rosa querida,

    Escreves sempre com as palavras tão sofridas.
    E a noite quando chega é quando os sonhos se deitam e dão lugar ao frio e vazio.

    Adorei,
    Um beijo com carinho da amiga

    ResponderEliminar
  22. Mas que noite tão sofrida e tão poética!Um belo poema onde a sensibilidade e a imaginação caminham de mãos dadas.Abraços.
    M. Emília

    ResponderEliminar
  23. Querida Sonhadora, seus versos são sempre lindos, mas espero que você não sinta nem um décimo da tristeza neles contida. Beijos!

    ResponderEliminar
  24. Amiga Rosa. A noite é companheira do silêncio muitas vezes adormecido na solidão.A noite reclama amor e nostalgia,nos deixa a lágrima cair sem fazer nada,a noite é o parceiro desconhecido que partilha a calçada da vida.
    Um beijinho e palavras lindas que gostei de ler

    ResponderEliminar
  25. Madrinha;vim responder sua pergunta aqui mesmo .
    Estive 3 dias acamada mais ,Deus é fiel sempre.
    Justamente agora que mais desejo fazer visitas quase não consigo ficar no computador.
    madrinha manda seu email ai vou contar tudo.
    È assim que sempre foi com a ,Maria Adões uma amiga de Portugal sei que conhece.
    Amo de todo coração a Luisa uma pessoa especial e muito querida por mim.
    Eu ganhei um livro dela para mim é um tesouro .
    Eu te amo também madrinha poetisa
    sou uma pessoa verdadeira quando amo é de coração.
    Obrigada pelo seu carinho comigo.
    Uma linda e feliz tarde sua afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar
  26. Mais um belíssimo poema, amiga Rosa.

    Embora encerrem em si uma profunda tristeza...

    Beijinhos carinhosos...

    Mário

    ResponderEliminar
  27. SIEMPRE TOCAN FIBRAS TUS TEXTOS.
    UN ABRAZO

    ResponderEliminar
  28. Talvez
    um tempo suspenso
    sobre suspenso tempo
    Um lugar de espera
    na espera do lugar
    Um vazio adiado
    no adiamento do morte

    Talvez o verso nasça na noite

    Bjo.

    ResponderEliminar
  29. A noite é sempre um demônio perfumado!
    Bravo, a tua intensidade!
    bj imenso, querida amiga

    ResponderEliminar
  30. Rosa minha querida
    Lindo como sempre com muita tristeza envolvida.
    A noite tanto nos sossega como nos desespera.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  31. Rosinha

    "A noite é o leito do poeta..."

    A noite é o teu leito e a tua poesia um bálsamo de leitura.
    Quanto desejaria ver-te escrever o dia, com a mesma intensidade com que escreves a noite.
    O meu carinho e o meu beijo

    ResponderEliminar
  32. A noite tem toda porção de magia que o poeta necessita pra compor seus versos, por isso os poemas nos encantam tantos.
    Muito belo seu poema poetisa.
    Beijos grandes!

    ResponderEliminar
  33. A noite, é uma fada disfaçada. Amei a sua postagem. Felicidades

    ResponderEliminar
  34. Se a noite é uma morte adiada
    O dia será uma alegria vivida
    Acordar feliz de madrugada
    Numa noite não mal dormida!

    Na noite escura iluminada
    Pelas estrelas brilhantes
    Uma lágrima dos olhos tirada
    Caída em pensamentos distantes!

    Obrigado pela sua sempre simpática visita.
    Desejo uma boa noite de terça-feira para você, amiga Sonhadora.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  35. Olá doce Sonhadora!!

    A noite sempre nos inspira devaneios pelo mundo das letras. Um mundo que não está aqui, nem acolá, talvez na noite mágica dos que amam escrever, versar, sonhar, como é o teu caso, linda Sonhadora!

    Vir aqui, equivale banhar-se em poesia!

    Lindos dias, e felicidades sempre!

    Bjos da Lu...

    ResponderEliminar
  36. Rosa
    Uma noite fria e triste, que outras venham vestidas de lua e estrelas, um abraço!

    ResponderEliminar
  37. Quanto sofrimento numa noite. A noite é a musa inspiradora dos grandes poetas. Lindo poema. Comovente mas muito triste.
    Beijokinhas doces
    Gracita

    ResponderEliminar
  38. Querida!

    É dentro da Noite que os poetas são agraciados por visões e sensações, vão nascendo versos ao longo da escuridão se entregando a uma próxima aurora. E assim as letras ficam sempre salpicadas de estrelas e muitas emoções.

    Bjão!

    ResponderEliminar
  39. Dizem por aqui que: à noite, os gatos são pardos e as bruxas sobrevoam os nossos pensamentos, este seu poema é de arrepiar! Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  40. Olá!Boa noite!
    Tudo bem?
    ...é!Que encanto!Que beleza de versos!
    A noite é um desafio para os poetas. Falar da noite é quase tudo. Quase nada. É escrever com a imaginação, com a alma em estado dual... Luz da Lua, luz da escuridão... Solidão, só ou acompanhado... A noite pode ser o fim, pode ser o começo....ou pode aflorar os mais puros sentimentos na folha branca...
    Obrigado pelo carinho de sempre!
    Boa quarta feira!
    Beijos

    ResponderEliminar
  41. A noite as emoções estão mais a flor da pele, as lembranças repletas de nostalgia, vagueiam pelo silêncio da madrugada.

    beijos querida amiga!

    ResponderEliminar
  42. Rosa,

    Há noites demoradas de passar. E elas nos trazem tanta coisa!

    Beijos!
    Alcides

    ResponderEliminar
  43. emoções e sentires nostálgicos.

    a noite é uma morte adiada...(também concordo)

    beij

    ResponderEliminar
  44. Na noite cálida surgem as promessas, de muitos amores, de muitos sonhos, de muitos abraços... Texto lindo e muito bem escrito, que toca o coração.... Uma quarta-feira iluminada!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  45. ..."um trago que não se bebeu"! Mais um texto de uma qualidade inigualável....Lindíssimo...

    querida, hoje faço bodas de prata! Sim, 25 aninhos de casamento...
    Ontem a minha irmã fez anos...
    Hoje sou eu que tenho de dar um presente ao meu marido por me aturar há meio século...

    BJ, BShell

    ResponderEliminar
  46. Menina já me encantei com o seu blog.
    A poesia sempre trás tantas lembranças dos momentos felizes e verdadeiros vividos, que foram armazenados na memória, e que ainda guarda palavras, cores, nuance e até cheiros, que podemos, felizmente, recordar durante a nossa existência…
    Te seguindo querida, me siga também.
    Tenha uma dia abençoada e beijinhos carinhosos para ti.

    Cigana Raicha

    http://ciganaluminosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  47. 'A noite é o leito do poeta...os remendos da alma...palavras rasgadas...um afago quase grito...uma rua sem fim...'

    Doloroso..sofrido...sentido....
    Beijo

    ResponderEliminar
  48. Noite e solidão.
    Que maior escuridão que esta ausência de luz no aconchego da alma?
    Sempre as tuas poesias tristemente belas onde as imagens que nos deixas pendem na parede da nossa imaginação em quadros únicos
    Maravilhoso, querida Rosa.
    Abraço enorme, querida!

    ResponderEliminar
  49. OI ROSA!
    TEUS TEXTOS SÃO TÃO COMPLETOS, TÃO PLENOS DE SENTIMENTOS QUE SOBRA POUCO A SER DITO POR NÓS, A NÃO SER "LINDO"
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderEliminar
  50. Poema muito beelo, mas triste. Um beijinho.

    ResponderEliminar
  51. Rosa, sonhadora e querida amiga, você poetizou a noite, o seu vazio, a espera e esse caminho escuro que percorremos...todas as noites.
    Lindo demais!
    Beijos, querida!

    ResponderEliminar
  52. Boa tarde Rosa, que sonha!

    Li, com muita atenção, rigor e coração o poema por si escrito, e muito bem escrito, afirmo.
    É riquíssimo no conteúdo e na forma e transborda de imagens, com muitas cores, desejos, sentires, desabafos e dores.

    Bonita e sensível a linguagem usada, mas muito melancólica, tenebrosamente melancólica.
    Desde que a leio, e não é de agora, os seus poemas são, sempre, assim.
    Eu sei que há o seu "eu-lírico" e o seu "eu", mas aqui, e nos outros poemas, parece-me, que deixou soltar um rio de emoções e recordações, que não consegue fazer parar.
    E, por vezes, precisamos limpar a alma, e o rio corre, corre, mas parece que nunca atinge a foz, não a pretende alcançar, voluntária ou involuntariamente.

    A noite é tudo aquilo que quisermos e tudo aquilo que demos e não demos. Falamos muito mais da noite, do que do dia, nos versos, nos textos, em geral. E porquê? A noite é misteriosa e calada. Esconde-nos a nós e aos nossos segredos. Vivemos numa outra galáxia, quando a noite chega, transformamo-nos e vestimos o uniforme. E a alma e corpo despem-se, ali, sem receios. Está escuro. É noite.

    És filha da noite calada
    Trazes prantos nas teus medos
    Que revelam os segredos
    Às dignas esferas do amor
    E escreves, porque tens sede
    Da aurora que te impele
    A tatuar na tua pele
    Os rios intensos da tua dor.

    Beijos da Luz.

    ResponderEliminar
  53. Gosto da noite .
    O seu silêncio agrada - me e traz - me paz e tranquilidade .

    No entanto ,aprecio tudo que aqui é dito . Há um certo sofrimento , mas o poeta é sempre um pouco fingidor . Espero que sim ...

    Um beijo com carinho , Sonhadora ,
    Maria

    ResponderEliminar
  54. Pois não sou só eu que se preocupa
    com a tristeza da sua poesia, e tam-
    bém tenham a mesma dúvida que eu:
    se é apenas a poesia(e a pessoa)
    que a escreve não viva assim tão
    triste...Espero que seja a última.
    Mas se a Rosa quebrar estas dúvidas,
    talvez seja exactamente o inverso do
    que deseja. Eu continuo a querer
    pensar; que adapta os poemas aos
    fados, mas posso estar muito longe
    da realidade.
    Um grande beijinho
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  55. A noite minha querida amiga, nem sempre é a melhor conselheira, mas é quantas vezes a única companheira de uma alma solitária.
    Comovente!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  56. Querida amiga, andei um pouco distante mas estou de volta.
    Percorri tudo o que perdi e fiquei, como sempre, encanto com a força da tua poesia.
    És maravilhosa.
    Um beijo

    ResponderEliminar
  57. Intenso ( como sempre)
    Lindo( como sempre)
    Verdadeiro ( como sempre)
    Minha admiração ( para sempre)
    Beijo

    ResponderEliminar
  58. Boa noite Rosa minha querida



    Uma das coisas mais lindas que li nos últimos tempos...
    Simples e maravilhoso.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  59. Oi Rosa 'sonhadora"
    Muito bem definida a noite _ é de fato um morrer a cada dia ...
    só que o amanhecer fica ainda mais belo ,não é?
    Lindo poema , quase uma prosa!
    deixo um abraço desejando bons dias
    e carinho,ok?

    ResponderEliminar
  60. Rosa-sonhadora, querida!
    Tudo bem?

    Lindíssimo teu poema!
    Linda a imagem da noite como uma morte adiada, pois quase uma espera, um refúgio, um respingo de algo que se faz no escuro, não?
    Um sentimento em silêncio, uma lágrima escondida.

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderEliminar
  61. Boa noite minha flor...Sabe que muitas das minhas noites são assim, mas penso que eu é que complico, deveria encarar a vida com mais otimismo.
    "Na noite...morre-me o silêncio no corpo...dói-me o desejo na pele...morrem-me os sonhos nas mãos vazias...prende-se a insónia na sombra das madrugadas!"

    Abraços

    ResponderEliminar
  62. "A noite é o leito do poeta..."
    Eu queria só porque queria ser poeta ... mas poemas não sei escrever.
    (faz parte de um texto que escrevi algures).
    Sublimes palavras, como sentidas, são...num sonho feito e vestido com um toque de solidão.

    Todos a sentimos, senão as palavras não fluíam naturalmente em nós...
    Doce sonhadora, um obrigada pela presença, tão importante, e em particular no dia 6 ... Obrigada!
    Beijo n´oteudoceolhar *

    ResponderEliminar
  63. "A noite é o leito do poeta..."
    Eu queria só porque queria ser poeta ... mas poemas não sei escrever.
    (faz parte de um texto que escrevi algures).
    Sublimes palavras, como sentidas, são...num sonho feito e vestido com um toque de solidão.

    Todos a sentimos, senão as palavras não fluíam naturalmente em nós...
    Doce sonhadora, um obrigada pela presença, tão importante, e em particular no dia 6 ... Obrigada!
    Beijo n´oteudoceolhar *

    ResponderEliminar
  64. As palavras alimentem o sonho para o belo acordar da poesia, onde poisam viajando para os viajantes da sua leitura! Bjs

    ResponderEliminar
  65. As palavras alimentem o sonho para o belo acordar da poesia, onde poisam viajando para os viajantes da sua leitura! Bjs

    ResponderEliminar
  66. "...a memória onde me deito...vazia de mim..." Que bonito isso, Rosa, Deus abençoe a alma linda que vc tem!!!! Um beijo minha querida.

    ResponderEliminar
  67. Há manhãs - pacientes - que esperam pelo nosso despertar.

    Obrigada, Rosa, pelo carinho deixado no meu lugar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  68. Há manhãs - pacientes - que esperam pelo nosso despertar.

    Obrigada, Rosa, pelo carinho deixado no meu lugar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  69. Que murmúrio lindo, triste, mas lindo, temos um prazer intenso de ler cada palavra que sai do seu coração querida Rosa.
    Amamos intensamente sua poesia.
    Um beijo sempre em seu coração.

    ResponderEliminar
  70. Falastes muto bem da intensidade da noite.

    Beijos

    ResponderEliminar
  71. É na noite que as palavras mais florecem...achei lindo...um tanto triste...mais lindo..profundo..adorei!vim te deixar um beijinho aqui!

    ResponderEliminar
  72. Após a noite surgirá um sublime amanhecer com as lindas poesias de Sonhadora.
    Beijos,
    Élys.

    ResponderEliminar
  73. Olá Rosa Sonhadora

    A noite com toda a sua mágica e trágica tristeza mas tratada sempre com grande emoção e beleza pela tua pena de poeta.

    Parabéns querida amiga e obrigada por mais este momento de encanto.

    Beijinhos

    Tétis

    ResponderEliminar
  74. Após uma noite dessas surgirá um sublime amanhecer, é incrível a tua facilidade em dar tanto encanto aos poemas!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  75. Boa noite minha querida amiga. Teu poetar mesmo com notas melancólicas contém uma grande essência para reflexão. Parabéns e uma doce beijoka com carinho

    ResponderEliminar
  76. A noite é espaço de ausência, silêncio para o vagar das almas.
    É vazio e nostalgia quando a memória insiste em trazer para perto a saudade. Bjs.

    ResponderEliminar
  77. Rosinha meu amor, aqui pouco mais eu tenho a dizer, acho que muito foi dito mas apenas uma pessoa sabe aquilo que lhe vai na alma e que ninguém tente em nos querer mudar.
    Obrigada pelos lindos poemas que nos tem dado.
    Obrigado pela sempre presença na minha vida e pelo cuidado em saber da minha saúde.
    Meu amor por incrível que pareça, está tudo igual ou então talvez pior, pois o tempo passa e nós vamos com ele.
    Beijinhos de luz e pérolas de lindos sentimentos que sempre te acompanham...

    ResponderEliminar
  78. Um maravilhoso final de semana pra ti minha amiga,,,repleto de poesias....beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  79. Belíssimo minha querida, sensibilidade pura que verte de seu coração.
    Bom fim de semana, beijos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  80. Poesia muito profunda! Uma autêntica pérola no meio de todas as páginas de Internet.
    Devo dar-lhe os parabéns pela magnificência das suas palavras!
    Resto-me com significância em cada uma delas. Feliz, pelas ler. Sentido, por as sentir.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  81. Rosa querida, agradeço a tua visita , tão importante para mim. Deus permiti que seres sejam dotado de vários dons, que são as várias artes e outros para ter o bom gosto de apreciaras, que existe um pouco de Deus nelas que nos embeleza a vida seja qual seja esta arte assistir a um balé, um trapezista , os versos de um poeta e sabermos que não somos capazes, só nos resta aplaudir e sentir um pouco de divino em tudo isto. Un abraço bem grande. Celina.

    ResponderEliminar
  82. Poema forte, triste e belo ao mesmo tempo. Um ótimo fim de semana. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  83. Amiga (posso dizer assim?), por coincidência... tb "escrevinhei" sobre a noite!
    Mas eu "escrevinho":)!
    Não escrevo como tu!
    Bjo

    ResponderEliminar
  84. É à noite, na sua quietude...no seu silêncio que paramos e refletiomos sobre o dia que terminou; há lamentos...há preocupações...há alegrias; há aquela sensação de dever cumprido...há também aquele remorso pelo tempo perdido, pelo erro cometido. O silêncio da noite nos faz bem umas vezes, outras porém nos tortura; cada noite é diferente e em geral reflete o dia que tivemos, mas, Rosa, penso que sempre desejamos que ela nos dê um outro amanhecer para que de alguma forma façamos desse novo dia um tempo melhor. É sempre um prazer ler os teus belos poemas.. tristes, mas belíssimos, amiga. Parabéns. Um beijinho e até breve
    Emília

    ResponderEliminar
  85. Minha querida.
    Diz-se que a almofada é a melhor conselheira, mas a noite nem sempre nos traz a paz e o aconchego que tanto precisamos.

    "A noite é o leito do poeta...os remendos da alma...palavras rasgadas...um afago quase grito..."

    O Sol sempre surge após uma tempestade e assim vamos saindo à rua...
    Beijinhos querida e bem-hajas pelo carinho.

    Janita

    ResponderEliminar
  86. Ola amiga!

    Realmente,a noite é o leito do poeta!

    Como escreves bem menina!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  87. Uma noite onde as palavras saem da escuridão atraídos pela alma poética...
    Muito belo!
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderEliminar
  88. Mas o dia é ressurreição!
    Muito bonito!

    ¸❤✿•.¸
    ♥ Bom fim de semana!
    ♡ Beijinhos.
    Brasil

    ResponderEliminar
  89. Bom dia Rosa
    Podia ser boa noite, mas o dia é muito melhor. É o despertar para a vida, é o ressurgir para a luz...
    A noite tem cores mais pesadas e nem sempre os nossos sonhos nos aconchegam a alma.

    ResponderEliminar
  90. Amiga Rosa esta foi de arrepiar até a alma... mais uma vez se superastes...
    Querida amanhã é a abertura oficial do Pena de Ouro e gostaria da tua presença e sorriso para abrilhantar a festa... Dias de luz e paz. E setembro está chegando... Beijos perfumados no coração.

    ResponderEliminar
  91. Para mim a noite foi feita, para os poetas como você. Que sabe colocar em palavras o que nós os simples mortais não conseguimos expressar com as palavras que nos falta.
    bjs, linda tenhas um lindo final de semana.

    ResponderEliminar
  92. Não, não creio que assim seja, embora tenha gostado imenso do poema.

    Blue

    ResponderEliminar
  93. Rosinha revela a sua alma por dentro
    nas noites frias até mesmo quentes

    Rosinha ofereço te minhas flores
    Deixando te os meus lirios do campo

    Um beijinho

    Anita

    ResponderEliminar
  94. Simplesmente maravilhoso. Não esperava tanta poesia contida em uma única noite.

    Beijo

    ResponderEliminar
  95. ROSITA



    ADOREI A VISITA OBRIGADA
    ESTOU SEM COMPUTADOR

    MAS... VOU UMA SEMANA ATÉ MARBELHA--TORREMOLINOS.
    DEPOIS QUANDO VIER O PC DEVE ESTAR COMPLETO E SEM VIRÚS-

    BEIJOS E POESIA



    Dentro do meu peito, pequenino
    Não há só veias, artérias ou sangue.
    Dentro do meu peito, abrigado
    Existe um coração que vai batendo...


    Batendo, contra tudo e contra todos
    Batendo e amando tudo, ao redor
    Mas batendo e sofrendo a toda a hora
    Pois ama e suspira por amor...


    E será que vale a pena ele suspirar?
    Será que vale tanta pena e tanta dor...
    Porque haverá o coração de ser sempre
    A peça que dentro de nós mais sente a dor?


    Porque haverá o Amor que é tão belo...
    De ser o que de pior no mundo existe?
    Porque será que com tanta dor
    Eternos amantes serão sempre o coração e o amor...


    LILI LARANJO

    ResponderEliminar
  96. Rosa

    Ainda que em poesia, tudo depende de como são vistas as coisas. Por exemplo, como sempre o faço procuro absorver o que escreves bem. Para subscrever; "a noite é uma morte adiada". Inaginativamente sim! Por isso penso que enquanto se dorme não se vive.
    Beijos

    ResponderEliminar
  97. a noite é o fascínio
    do que esperamos
    lindo dia bjs

    ResponderEliminar
  98. Ter vc comigo é maravilhoso! Obrigada pelo carinho e sua amizade.
    Obrigada por reservar um cantinho em sua vida para abrigar o meu amor e carinho.
    obrigada por partilhar comigo momentos tão sublimes nesta troca gratuita de amizade!
    Que Deus te proteja hoje e sempre.
    Obrigada também por estar sempre comigo
    em todos os momentos da minha vida.
    E através dessa magica telinha que encontrei
    alegria de viver e lutar sempre .
    Aqui tenho amigos reais por isso
    sempre digo.
    Amigos para Sempre.
    Um feliz e abençoado final de semana.
    Beijos no coração sua afilhada,Evanir.

    ResponderEliminar
  99. A noite são cinco estrofes decantadas
    Na tua poesia de aparente desencanto
    Mas são cantos de um profundo amor
    Que recita de olhos abertos
    Versos de uma longa madrugada
    Recitados por mãos sonolentas
    Cansadas amarguradas
    Numa ode noturna
    Nenhum pássaro sobrevoa teus versos
    Apenas o mar a suspirar
    E uma gaivota num cais deserto
    Nem o luar aparece
    A noite é um manto de escuridão
    Lençóis vazios de um branco
    Que escureceu na ausência do amor
    A flor é uma rosa repleta de escuridão
    A noite é o leito do poeta
    Poeta que declama estes versos
    Para noite escura
    São mãos vazia que tateiam na escuridão
    Ainda encontram a luz das rimas
    A beleza lírica deste belo poema
    Que apesar de notívago
    Repleto de tragos de pura solidão
    É uma noite bela
    Cheia destes versos
    Que são canções de uma poeta
    Que dedilha na noite escura
    Na sua partitura
    Esta poesia de insônia
    De uma louca paixão desvairada
    De uma pura candura...

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderEliminar
  100. Ah, Sonhadora!
    A noite traz o brilho do luar...a rebeldia do fado...a volúpia da paixão...a imensidão dos sonhos e o repouso do sono, etc e tal...e pode também trazer essa "morte adiada" que lindamente estilizas no teu poema.

    o meu abraço com carinho,

    Véu de maya

    ResponderEliminar
  101. é na noite que os fantasmas se soltam, tolhendo a nossa mente
    beijinhos

    ResponderEliminar
  102. Bom dia de domingo!!!
    Passando para deixar um carinho
    pela presença sempre constante no
    meu cantinho, elogiar o que vc tem
    de bom,pq vc é uma pessoa querida,eu
    agradeço pela belas postagens
    Abraços
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderEliminar
  103. Como se ama uma planta que não floriu?
    Como se ouve um coração em silêncio total?
    Como se sente uma dor que a paixão desenhou?
    Como se alcança o Sol quando o dia morreu, acabou?

    Um Outono invadiu esta ausente Primavera
    Povoei esta ilha com palavras em baixela de poesia
    Encontrei uma casa da manhã com verdade e revolta
    Construi a claridade com fogo de uma chama já morta

    Bom fim de semana

    Doce beijo

    ResponderEliminar
  104. A forma como revela este mistérios noturnos me deixam admirada . A noite é uma criança, oras nos descansam, ora nos deixa inquieta...Talvez momentos de súbito, sombria e por vezes nos furta alegrais...inexplicável...

    Beijos linda sonhadora..

    ResponderEliminar
  105. Querida amiga à noite a nossa solidão invade e sufoca a nossa alma. Como sempre uma poesia simplesmente maravilhosa.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  106. Oi Rosa,

    lindo poema!

    A noite e todas as amarras
    A noite e todas os desejos
    amarras e desejos que se enfrentam

    Beijos Rosa

    Leila

    ResponderEliminar
  107. Doce Sonhadora a noite não e a morte, é silêncio é amor é no silêncio da noite que escrevo os meus poemas dedicados aos meus amores e a minhas bela e eternas doces flor, és um bela rosa com alma distinta de Poetisa.
    Beijos
    Santa Cruz(Diácono Gomes)

    ResponderEliminar
  108. A noite pode ser tudo, nomeadamente o que disseste tão bem no poema.
    Excelente, gostei imenso.
    Querida amiga, tem uma óptima semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  109. Como sempre uma linda poesia com o teu jeitinho especial de encantar.
    Bjs

    ResponderEliminar
  110. ...e passei para ouvir mais um pouco da tua noite na música nostálgica do fado.
    Terno abraço, Rosa!

    ResponderEliminar
  111. Sonhadora! maravilhoso seu blog..maravilhosa postagemm...
    Vim aqui conhecer seu espaço e oferecer minha amizade..
    Alguns anos atrás conheci uma sonhadora que adorva visita-la...e qdo vi seu blog logo pensei será ela?
    Espero sua visita, ficarei feliz demais..
    Uma linda semana.. ahhhhhhhh será que posso linkar vc? bjos

    ResponderEliminar
  112. (e fico pensando sobre a morte que a noite traz, e ao mesmo tempo o anúncio de um dia que está por vir, que porvirá...)

    ResponderEliminar
  113. É pela noite que a solidão nos arrebata e toma ou a tristeza se apodera de nós. Noite escura, sem a Lua companheira, transporta-nos para a melancolia e... para sonhos.
    Dizes tudo no teu Poema!...


    Beijos

    SOL

    ResponderEliminar
  114. Olá Rosa! Venho aqui para conhecer esta sua rica vitrine literária.Sou um ilheiro da sereia Lindalva e conheci seu blog por lá.Venho também para lhe desejar sucesso 7º Pena de ouro do "Ostra da Poesia" da amiga Lindalva. Uma linda semana para você. Saudações Poéticas - Mario Neves.

    ResponderEliminar
  115. Amiga passei para estar aqui um
    pouco consigo. Beijinho.Irene

    ResponderEliminar
  116. Oh, minha querida, quão lindas são as tuas palavras... As noites já me assustaram mais, o caminhar pela casa vazia, cheia de silêncios, parecia-me mesmo prenuncio de uma morte qualquer.

    As noites nos negam as canções da vida que corre pra lá e pra cá, nos negam as realizações de promessas nos negam até novas promessas.

    Que seja linda tua semana

    Muitos beijos pra ti.

    ResponderEliminar
  117. Olá Rosa, lindos versos nostálgicos sobre a noite, eu adoro a noite, nela vejo as estrelas.
    Obrigada pela amável visita desejando-lhe boas noites em seu porvir!
    Abraços

    ResponderEliminar
  118. Lindo, minha querida!

    Triste, mas lindo!

    Beijos,

    Inês

    ResponderEliminar
  119. Feliz dia do amigo e obrigada por fazer parte da minha história nessa linda caminhada que me faz tão feliz aqui no blogger. Que você seja feliz hoje e sempre!


    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  120. Vim não sei donde, mas estou aqui - perdida na noite.

    Uma noite que se faz fado na tua voz.

    Parabéns!
    beijinho.

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora