BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Tristemente calmo...



Tudo está calmo...tristemente calmo...uma paz doída...as lágrimas gelaram...o outro lado de mim petrificou...já não há mágoas e as feridas secaram...como o meu corpo...já não choro porque nada acontece...a meu lado dorme a ausência e um amargo travo de solidão.
O meu pensamento está vazio...tristemente vazio...não vivo e não morro...apenas estou...fujo de mim e procuro-me...espero-me e escondo-me dentro do nada...quero correr até ao outro lado da vida para me libertar dos dedos frios do silêncio...esquecer-me...perder-me para renascer...seguir comigo para longe de mim.
Tudo está calmo...na paz da eternidade para onde quero voar...na poesia que hoje tem o gosto do deserto que me envolve...apenas um gemido de palavras esquecidas...de sonhos envoltos na escuridão serena das trevas...nas madrugadas que são as sobras das noites vestidas de ausência...nada acontece...um frio gélido de morte envolve um suspiro de amor esquecido no tempo...nos lençóis frios tecidos de amargura...rasgando a carne...na noite onde a solidão é mais solidão...na eternidade da minha procura...no silêncio onde descansa a minha alma.
Tudo está calmo...tristemente calmo...e eu ainda existo...a noite é minha...infinitamente minha...dolorosamente minha...presa no meu corpo...dolorosamente só...num voo eternamente solitário...como um beijo que trago na pele...uma lembrança que o vento me tráz...mas nada acontece...e eu deixo-me ficar assim...perdida entre os restos do que fui...e o fantasma do que sou...um rosto enevoado pelo espelho do tempo...pelo Outono da vida...e ainda cá estou...presa entre o gesto e as mãos...na renúncia sem retorno...entre o abismo e a imensidão...onde repousa a sombra do que sou...na noite imensa que me espera...onde não acontece nada.
Há em mim um jardim de espinhos...que silenciosamente afaga o meu corpo...como um leve beijo de tristeza...entre os instantes em que não acontece nada...na penumbra deste entardecer...onde repousam os meus restos...no abismo dos meus passos...junto à campa onde me espero...no esquecimento onde não me encontro...



94 comentários:

  1. Boa noite Sonhadora,
    vim lê-la, e que posso dizer?

    Repetitiva, eu sei, mas só me sai isto, Lindo e triste! Poemas de amor e dor, é assim que defino a sua poesia.

    Tenho estado ausente, voltei e estou a visitar os amigos lentamente.
    Beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  2. Só mais uma coisa, até que enfim, consegui ser a primeira a comentar, rsrsrssss!!!!

    + 1 beijinho,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  3. Que deleite sinto agora...
    Ler você é uma sensação de deleite...

    bj

    Cat

    ResponderEliminar
  4. Seu jeito de escrever solidão é muito lindo.Beijos

    ResponderEliminar
  5. Uma maneira especial de escrever.
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  6. Querida amiga.
    É lindo, é triste, mas o que é a poesia? A poesia é saudade, é paixão, encontros e desencontros. A poesia é amores desencontrados, partidas, ausências, chegadas e presenças.
    Meu beijo e meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderEliminar
  7. Poetiza Amiga de Deslumbre:
    "...Tudo está calmo...na paz da eternidade para onde quero voar...na poesia que hoje tem o gosto do deserto que me envolve...apenas um gemido de palavras esquecidas...de sonhos envoltos na escuridão serena das trevas...nas madrugadas que são as sobras das noites vestidas de ausência...nada acontece...um frio gélido de morte envolve um suspiro de amor esquecido no tempo...nos lençóis frios tecidos de amargura...rasgando a carne...na noite onde a solidão é mais solidão...na eternidade da minha procura...no silêncio onde descansa a minha alma..."

    "Isto" é delicioso. Encanta.
    Parabéns pela sua magia poética que faz sonhar todos e todas. É lindo o que escreve.
    Parabéns.
    A poesia é parte integrante do seu ser e sentir de perfeição.
    Bem-Haja, por não me ter esquecido.
    Beijinhos amigos de pureza pelo seu sublime talento poético que fascina e maravilha.
    Com respeito e sempre a admirá-la

    pena

    É notável.
    Uma gigantesca poetiza.
    Sou muito seu amigo.
    Bem-Haja!

    ResponderEliminar
  8. Querida Rosa

    Tem razão, 'tudo é breve', como efémera é a vida. Mas as sensações, o enlevo, a forma de querer, persistem e fazem de nós o que somos, e representam também o perfume da nossa existência.

    Beijo e uma boa semana.

    Olinda

    ResponderEliminar
  9. Pré-visualizar

    Editar



    Minha linda, não gostei desta parte:

    "O meu pensamento está vazio...tristemente vazio...não vivo e não morro...apenas estou...fujo de mim e procuro-me...espero-me e escondo-me dentro do nada...quero correr até ao outro lado da vida para me libertar dos dedos frios do silêncio...esquecer-me...perder-me para renascer...seguir comigo para longe de mim."

    Vc é uma garota linda que merece ser feliz sempre e MUITO feliz.....

    Beijo enorme do seu amigo querido, Zé Carlos - Brasil

    30 de Maio de 2011 13:02

    ResponderEliminar
  10. Calmaria , por vezes, nos deixa tristes...Lindo!beijos,chica

    ResponderEliminar
  11. Um sofrimento que corrói o peito,,,feito paisagem de inverso e solidão,,,só um coração sofrido entende dessas cores,,,dessas dores,,,desses amores,,,um lindo dia pra ti querida.

    ResponderEliminar
  12. Melancolia em tua voz, moça sonhadora!

    Beijinho comovido!

    ResponderEliminar
  13. Querida amiga Sonhadora! Bom dia!
    Passando para ler teu novo e belo poema!
    Teus versos de solidão são sempre lindos...
    Uma semana abençoada e feliz! Beijo azul, RO

    ResponderEliminar
  14. Um beijo de desejos para que você tenha uma rica semana.
    E viva a alegria!

    ResponderEliminar
  15. querida Rosa sonhadora,
    tua tristeza molha versos sempre em lágrimas de amor..
    lindo mesmo só..
    beijos carinhoso e boa semana de paz..

    ResponderEliminar
  16. Querida Rosinha

    Ah, minha alma que rudes tempestades
    Te desfolharam as ilusões mimosas...
    Deixa-as voar, são pétalas de rosas
    Perfumadas de dor e de saudades!!!


    Enquanto houver saudades na nossa vida...nunca estaremos sós!
    Beijos e uma boa semana!
    Graça

    ResponderEliminar
  17. Rosa
    Penso me torno repetitiva nos comentários, mas não me é fácil comentar um poema, porque ou se gosta, ou não se gosta, eu adoro os teus, são lindos mas tristes, eu revejo-me em muitos deles, acredita!!! Que posso eu acrescentar para além de te dizer que teus poemas são de amor, sofrimento, dor, e que só quem sofre entende essa dor.
    Beijinho minha amiga

    ResponderEliminar
  18. Tudo está calmo...na paz da eternidade para onde quero voar...na poesia que hoje tem o gosto do deserto que me envolve...'
    Sempre essa tendência...de desespero...??
    Beijo

    ResponderEliminar
  19. Um eterno poema, cheio de sentimentos... lindo, e ao mesmo tempo triste. Adorei.Desejo um ótimo começo de semana cheio de coisas maravilhosa pra você. Um Beijo!

    ResponderEliminar
  20. Rosa

    Nunca li um post teu que tanto me arrepiasse!
    Dizer que está lindo sei que é repetição, mas mais que isso senti um arrepio uma dor forte na alma, a dor que tu escreves só porque a sentes!
    E hoje mais do que nunca,senti-te cada vez mais triste, cada vez mais vazia, cada vez mais a baixar os braços.

    Deixo um beijinho muito emocionado, com toda a minha amizade!

    Luar

    P.S-Voltei a não conseguir comentar sem ser como anónima!

    ResponderEliminar
  21. Solidão

    Sempre no teu fio condutor, e com um guião que dá por silêncio, trevas e solidão o leitor entusiasma-se e acaba por sentir pazer na leitura. A mim acontece, como mais uma vez acabo de verificar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  22. "É no declínio da vida que voltamos tristemente a amar o simples e o inocente, desesperando do que é sublime."

    Beijo meu.

    ResponderEliminar
  23. Querida amiga Sonhadora!
    Identifico-me muito bem com os teus poemas.
    Deve ser devido a solidão em que me encontro.
    Beijos e parabéns por mais uma belíssima composição poética.
    Beijos e ótima semana pra ti.
    Com carinho,
    Mara

    ResponderEliminar
  24. Olá,

    Não resisto em passar por aqui, gosto dos seus poemas meigos e tristes!

    Abraço e um sorriso

    ResponderEliminar
  25. Amiga magnifico poema como sempre. O tempo passa veloz, fica muitas vezes a saudade.
    Boa semana
    beijinhos
    MAria

    ResponderEliminar
  26. E triste é sempre o sentir do vazio... onde a voz não canta mais, onde a alma se perde na ausência. Belas, mas imensamente tristes as tuas palavras

    Beijo grande e um abraço

    ResponderEliminar
  27. Usa a capacidade que tens. A floresta ficaria silenciosa se só o melhor pássaro cantasse.
    Um BEIJO carinhoso ,uma boa semana para ti Rosa

    ResponderEliminar
  28. E não mais de calma serão os seus dias, pois um vento cibilante trazendo um perfume estranho chegara arrastando tudo.

    ResponderEliminar
  29. Que palavras ... sinto-as uma a uma.
    Não posso dizer muito, porque o nó que sinto n deixo.
    Fica um beijo n´oteudoceolhar

    ResponderEliminar
  30. Querida sonhadora!
    Sempre que te venho ler fico sonhando com uma sonhadora! Uma sonhadora que escreve coisas que fico lendo e sentindo! Coisas que saeem da alama e entram em minha alma quando leio! Adoro o que escreves, mas adorei muito mais este. Lindissimo!

    Como vai o tempo nesse lindo lugar onde vives! Adoro Sintra! É lindo de morrer.

    Um beijo grande sonhaDORA

    ResponderEliminar
  31. ROSITA
    A vida é um bem precioso quando se perde...não há retorno...

    Um beijo e vamos vivê-la!...

    ResponderEliminar
  32. Olá Rosa! Eis que mais uma vez, aqui me apresento para me deliciar com mais um lindo poema, fruto das tuas belas criações.

    Beijos e ótima semana pra ti.

    Furtado.

    ResponderEliminar
  33. Oi Sonhadora

    A minha tristeza se dividiu aqui em seu texto.
    Eu precisava ler isto.
    Obrigada sempre.

    Bjs no coração!

    Nilce

    ResponderEliminar
  34. Sempre tem algo em teus poemas que me identifico e desta vez não foi diferente.

    "Espalhei a vida...num palco onde nunca me encontrei"

    Conheço bem essa sensação de inadequação, já que é uma constante em minha vida.

    Como sempre, te ler é algo maravilhoso para mim.

    Beijinhos de ótima semana.

    ResponderEliminar
  35. Sonhadora!

    Ler seus poemas é como se minha própria alma falasse com as suas palavras!

    Um beijo!

    Sonia Regina

    ResponderEliminar
  36. Olá Sonhadora.
    Que a tristeza contida em seu poema, não se instale em seu coração.
    Bjux

    ResponderEliminar
  37. Oi Sonhadora
    Um poema de sentimentos que lembra um coraçao partido.
    Não há como explicar a dor, ela existe em nós e voce extravasa de forma poética e avassaladora.
    parabens.
    deixo um abraço amigo

    ResponderEliminar
  38. Há sempre um inverno por escrever
    Uma página por virar
    Um amor por esquecer
    Um olhar pra se encontrar...

    Márcia C Lio M

    Feliz semana e meu beijo à todos! M@ria

    ResponderEliminar
  39. Um dia todo lindo pra ti querida amiga...beijos e beijos.

    ResponderEliminar
  40. Lindo texto...
    me reconheço...
    Existe em mim uma paz que dói...

    Beijos Mágicos

    ResponderEliminar
  41. Olá, boa tarde!
    Eu vim te convidar a conhecer meu blog de Poesias. Se gostar e quiser me seguir, vou gostar de ter por lá seus coments. Seja bem-vindo, pois a casa é sua! Eu já estou te seguindo, pois gostei muito do seu blog. Tenhas uma ótima semana, no mínimo, iluminada e com bastante saúde. Alegrias duradouras. Hiper abraço,
    João Ludugero, poeta.
    www.ludugero.blogspot.com
    Até mais!

    ResponderEliminar
  42. Interessante como cada um dá um sentido ao choro do coração,né? Pra mim, este choro é natural dentro de algumas circunstâncias. O coração tem suas razões... nem sempre dá pra entendê-las.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  43. Olá Sonho!

    Eu já fiquei tanto tempo seco, inerte a sorte de ser EU.

    Que hoje- manifesto minha lágrima sem som, mas lotado de sentimento.

    Sou Poema!

    Um beijo meu amor!

    Espero por vc no Alma!

    ResponderEliminar
  44. Há em mim um jardim de espinhos...que silenciosamente afaga o meu corpo...como um leve beijo de tristeza...entre os instantes em que não acontece nada...na penumbra deste entardecer...onde repousam os meus restos...no abismo dos meus passos...junto à campa onde me espero...no esquecimento onde não me encontro...

    Ao ler esta tua passagem minha querida amiga, com o fado como som de fundo, é um momento tão belo e triste que me deixa comovida.

    beijinhos muitos

    ResponderEliminar
  45. encanta-me o jeito como tu escreves..
    encanta-me o modo como tu sentes..
    encanta-me..

    bjs.Sol

    ResponderEliminar
  46. Encantadoramente belo e triste. Linda Sonhadora,de coração sentido em cada palavra escrita. Muita sensibilidade e nostalgia.
    Parabéns por partilhar sentimentos.
    Bjito e uma flor.

    ResponderEliminar
  47. Rosa , amiga querida

    Com certeza a poesia te escolheu
    como moradia.
    Sempre lindo e intenso te ler ...


    Bjo e uma Noite de Paz.

    ResponderEliminar
  48. O meu pensamento está vazio...tristemente vazio...não vivo e não morro...apenas estou...fujo de mim e procuro-me...espero-me e escondo-me dentro do nada...

    Amiga linda muitas vezes a dor que passamos é tão grande que um dia termina embalsamando e tudo se torna adormecido..Melhor adormecer a dor do que lembra-la todo o tempo.

    Beijos minha querida amiga

    ResponderEliminar
  49. Tal, como tantas vezes me tens dito, eu sinto todo esse vazio que tão bem cantas na tua poesia.
    Como sempre magnifica.
    Um beijo de carinho.

    ResponderEliminar
  50. Lindo e triste seus versos...voce retrata a dor da solidão com perfeição minha querida...
    Beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  51. A tristesa prima em suas palavras, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  52. Rosa querida, vc já tem tantos fãs que nem poderá ter tempo de ler a todos mas eu sou rápido: Vim só te dar meu beijo de boa noite e dizer que te adoro, ZC

    ResponderEliminar
  53. Tudo está calmo, severamente calmo, gelado e frio Apenas os pensamentos torturam, são martelos macerando as feridas expostas ao frio.

    Como todos os outros existe uma magia de palavras que torna o sofrimento vivo e muito próximo dos leitores.

    Obrigado pela simpatia deixada no lidacoelho.
    Não penso deixar a blogosfera. Sinto-a já tão familiar e tão próxima que seria morrer um pouco se tal se verificasse.
    Beijinhos cá de casa.

    ResponderEliminar
  54. Olá minha cara Rosa!Há momentos que o nosso coração se fecha para se abster de tanto sofrimetno, mas não fique assim tão triste, pior do que perder um amor é a covardia de não mais amar.
    Beijossss

    ResponderEliminar
  55. Sempre vai haver um amanhã, um sol para brilhar e um coração para novamente amar.

    beijo de boa noite...Mariz

    ResponderEliminar
  56. Rosa cada vez mais refinamento amiga. Eu vejo tanta beleza nesse martírio amoroso. Amor que transcende todos os limites da dor. A maior dor é a dor do coração que sofre de amor e aceita resignado. Quando passo por aqui choro, faço uma catarse.Tenho medo e também cubro os olhos.
    Lindo! Adoro as metáforas tão delicadas, algumas são extremamente comoventes e belas amiga!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  57. Há um grande silêncio dentro de mim.
    E esse silêncio tem sido
    a fonte de minhas palavras.
    E do silêncio tem vindo o que é
    mais precioso que tudo: O próprio silêncio.

    ((Clarice Lispector))

    Muita paz e amor no seu dia!! M@ria

    ResponderEliminar
  58. O meu pensamento está vazio...tristemente vazio...não vivo e não morro...apenas estou...fujo de mim e procuro-me...espero-me e escondo-me dentro do nada...quero correr até ao outro lado da vida para me libertar dos dedos frios do silêncio...esquecer-me...perder-me para renascer...seguir comigo para longe de mim...

    Querida amiga Rosa..
    A pouco deixei um recado que dizia assim..Para ser poeta tem que tocar nossos corações fazer nos sentir dentro do poema e viajar com ele.
    E você tem esse poder inclusive de me fazer chorar ao ler seus poemas.
    O trecho ali copiado é tudo que estou sentindo nesse momento.
    .Um Dia lindo para você amiga querida beijos ,beijos,Evanir..
    www.aviagem1.blogspot.com

    ResponderEliminar
  59. " No meu corpo jaz um poema... um eterno poema de amor"
    Que este amor possa lhe acompanhar sempre, mesmo que na sua sempre triste solidão!
    Abraços e beijinhos, menina!!!

    ResponderEliminar
  60. Sonhadora!
    O tempo é fardo para a solidão e cansaço...mas é espesso para o carpe diem da vida. a poesia com vibração e inspiração, doutra forma não o será, é sublime até nas dissonâncias mais exorbitantes." sem Sol as plantas murcham" toma muitos banhos de Sol.

    ResponderEliminar
  61. Bom dia,Rosa!!

    Versos tristes, repletos de sentimentos!!
    Lindo minha querida!
    Beijos

    ResponderEliminar
  62. Olá

    É só para te dar um abraço!

    ResponderEliminar
  63. Rosa querida,
    Na leitura do teu poema senti a solidão do deserto, mas tive como guia a teus versos.
    Bj grande

    ResponderEliminar
  64. Rosinha, querida
    Beleza, nostalgia, tristeza... são as componentes da tua linda poesia.
    Eu não consigo dizer mais nada a não ser:
    Ggostei! Muito!

    Boa semana. Beijinhos

    ResponderEliminar
  65. Querida Sonhadora,

    As tuas palavras parecem gotas de mel que colocas para adocicar a tua dor e a tua solidão.
    Beijinhos
    Verdinha

    ResponderEliminar
  66. Minha Rosa Rainha,vim te ler e te dar um bjo grande!

    ResponderEliminar
  67. Com muito carinho venho oferecer a você
    que já foi homenageada
    No blog A Viagem tem um
    presente para você na lateral esquerda do blog.
    Foi feito com muito carinho.
    beijos no coração,,Evanir.

    www.aviagem1.blogspot.com
    Felizes Os Que Amam

    ResponderEliminar
  68. Poetisa.
    Quanta tristeza e quanta ternura verte de teu coração dorido.
    De que inspiração escorre de tu'alma, ao escrever tão singelamente?
    Descem tuas letras aos mundos sutis agraciados, com a espiritualidade que emana dessa soturna e geneRosa alma da solidão...
    Muito lindo e encantador tudo que leio.
    Um fraterno abraço,beijos.

    ResponderEliminar
  69. Querida amiga,

    São tristes, mas tremendamente belos os seus poemas.

    Beijos com carinho amiga querida.

    ResponderEliminar
  70. Li e reli este poema e digo quye é um dos mais belos.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  71. Solidão

    Ainda que sejamos nada, no fundo será assim todo o ser. Devemos sempre gostar de nós, de mostrarmos a bonita poesia que invade a alma, como o conseguiste. Sendo assim a poesia não é um vazio, a alma poderá vibrar nela.
    Beijos

    ResponderEliminar
  72. Um grande beijo de lindo dia pra ti querida amiga,,,muito carinho e muita poesia pro seu coração...

    ResponderEliminar
  73. Lindo poema amiga, apesar de refletir tristeza é imenso em beleza e delicadeza. Lindo dia pra ti.beijos achocolatados

    ResponderEliminar
  74. Apesar de se denotar uma imensa tristeza, a dor e um vazio intenso; o bailado das palavras são de encanto. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  75. Querida Sonhadora,

    ...tristemente belo o que escreves.

    Obrigada amiga pelo poema que me deixastes. Gostei muito :)

    Beijinhos para ti!

    ResponderEliminar
  76. Olá sonhadora,

    Como sempre forte e sensivel.
    "Tenho um jardim de espinhos..."
    Pois jogue flores nesse jardim.
    A Vida é uma decisão...de se ser feliz ou não! De olhar para trás e resgatar quem no que foi ficou...ou...De abraçar o agora e dançar ao ritmo de cada momento. Sem culpas, sem limites, sem arrependimento. Eu escolhi ser feliz.
    Vamos ser feliz.
    Beijos
    Bandys

    ResponderEliminar
  77. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  78. Amiga Sonhadora
    "(...) Entre o gesto e as mãos (...)", grita uma saudade infinda, companhia fiel mas, também, "tristemente calma"... solidão que persiste mas... jamais desiste!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  79. Lindo demais poeta! Estou passeando pela primeira vez no teu blog e já estou encantado com o que li. Parabens pelo teu espaço, vou passear mais um pouco e voltar...

    ResponderEliminar
  80. Querida Rosa Sonhadora,

    Obrigada pelas palavras que me deixou!
    Sei, admiro a sua poesia porque me revejo nas suas deambulacões!
    E são sim, uma espécie de partilha para que o peso seja mais suave!
    Acreditamos que amanhã será outro dia onde repousamos os nossos pensamentos e nós...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  81. Querida Rosa, há tanta beleza quanto tristeza no lirismo dos seus versos que, embora tristemente calmos, revelam a tormenta.

    Um beijo, amiga, bons dias para você. Inté!

    ResponderEliminar
  82. Triste e solitária; triste e bela...sempre bela.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  83. Tuas palavras poéticas sempre tocam fundo a alma querida Rosa, navego nas entrelinhas... Amiga a Ilha passou para 2ª fase da Copa Blog e como agradecimento aos amigos estou oferecendo o selo 15 mil visitas da Ilha, quanto tiver um tempinho vai pegar ok? Ah! amiga estamos (Mariazita, Isa, Cristiane e eu) planejando um encontro em setembro entre blogueiras ai em PT, vez eu passar minhas férias ai na terrinha do coração. Estamos ruminando a idéia vez ter que encontrarmos um sitio que seja acessivel para os que quiserem participar... por mim estrei de férias e topo qualquer lugar :-) pensa na idéia, temos ainda tempo para combinar chego em PT dia 3 de setembro. beijinhos de boa noite!

    ResponderEliminar
  84. A noite sempre cai, principalmente quando trocamos a noite pelo dia. Sentimos a falta de alguém que nunca veio, mas trazia palavras.
    A vida é assim mesmo. Mas a vida deve continuar.
    Beijos!...

    ResponderEliminar
  85. a doce melancolia é a chave que abre o corpo do poema. bela postagem em harmonia pungente.
    beijinho, amiga sonhadora!

    ResponderEliminar
  86. Querida amiga

    E quantas vezes
    do que sobrou de nós,
    escrevemos palavras
    que nos ressucitam...

    Que sempre
    existam
    sonhos em ti...

    ResponderEliminar
  87. Muita solidão numa só poesia feita de impar inspiração.Que o Sol venha iluminar a alma e trazer alegrias ao coração.
    Lindo poetar na dor.

    ResponderEliminar
  88. Nossa!... dessa vez você se superou...

    Até que enfim posso postar um comentário no seu blog!...

    Boa continua de semana!
    Beijinhos
    Brasil
    °º♫
    °º✿
    º° ✿♥ ♫° ·.

    ResponderEliminar
  89. Hoje mais uma vez com uma colinha
    até ficar bem e poder digitar
    a vontade sem sentir dor
    nos meus dedinhos.
    Nem por isso deixarei de
    me fazer presente a cada amizade
    para mim tão sagrada.
    Deus abençoe sua semana ..
    beijos no coração..Evanir..

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora