BLOGGER TEMPLATES AND TWITTER BACKGROUNDS

sábado, 23 de outubro de 2010

Doi Tanto


Doiem-me as palavras...visto-as de tristeza...calo o grito no meu peito...este eterno grito...esta vontade de infinito...nos olhos vazios...na noite que morre em mim...que vive em mim...nesta solidão sem fim...sinto-me tão cansada...neste entardecer tão frio...nesta noite tão negra.
Doi-me a ausência...doi-me o tempo que de mim não resta...doi-me a alma...doi-me o silêncio...não sinto nada...doi apenas.
Doi-me o meu rosto cansado de tristeza...neste vazio...onde morre a saudade...entre o sentir e o pensar...entre o que arde e escurece dentro de mim...entre o céu e a terra...entre a morte e a vida.
Doi-me a escuridão que me envolve...doi-me a angústia que grita em mim...que morre em mim...doi-me tudo e nada...o fantasma que sou...na sombra que chora por mim...vazio tão profundo...ferida que sangra...e doi tanto...num abraço da solidão a apertar-me o peito.
Doi-me a dor...doi-me o que sou...o que queria ser...o fim do fim...o sonho...a mágoa...a ilusão...o abismo rasgando o peito...tão só...tão perdida...apenas a dor me veste...manto eterno de solidão...apenas a dor me prende à vida...de mim nada resta...sou apenas o silêncio nas mãos do tempo num grito de eternidade.

Vestida de amargura anoiteci...fechei os olhos à vida
Parei o tempo e ouvi em silêncio o eco do meu lamento
Percorrendo o caminho que resta...tão de mim perdida
Neste vazio que vai corroendo...a alma e o pensamento

Acorrentadas ao silêncio...guardei palavras de amor
No meu corpo desfeito...apenas o vazio...o infinito
Nas cinzas do meu coração...sepultei a minha dor
Vestidas de escuridão...as palavras...fundo labirinto

Há em mim...uma solidão imensa...a fria madrugada
Um silêncio profundo...gritando na noite sem fim
Um cansaço...uma tristeza no meu corpo sufocada
Doi tanto cada instante...saudade infinita de mim

Olho-me no espelho...apenas vejo o meu fantasma
Mulher morta...onde apenas a dor me prende à vida
Chorei por mim...chorei-me no vazio da minha alma
Tempo e eternidade...abismo profundo...tão perdida

104 comentários:

  1. Sonhadora, vejo o nome do seu blog - RosaSolidão - e logo imagino o que vou enocntrar dentro. E encontro - a beleza, a delicadeza da rosa, e a solidão humana. Não e outra coisa este poema - sofrido, imerso no abismo profundo do silêncio.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Amiga sonhadora, você sabe falar tão bem da solidão.Fica tudo tão natural.
    Um grande bj. Edna Campos.

    ResponderEliminar
  3. Tão sofrido... A mesma coisa que eu venho sentindo ultimamente.
    Com carinho
    Glória

    ResponderEliminar
  4. Minha querida Rosa, amiga que tanto prezo...como me dói ler tua poesia, pois em mim ela também habita.
    :(
    Fico a pensar, quando vamos falar do amor sem ser assim dessa forma triste.
    Beijos cheios de carinho no teu ♥
    Te gosto muito.

    ResponderEliminar
  5. A solidão, a dor de ausência de um amor é ruím demais, e vc as descreve muito bem em forma de poesia. Parabéns querida amiga!!!

    Bjos,
    *Simone*

    ResponderEliminar
  6. Nossa amiga que poema forte e profundo...me tocou profundamente...meu coração ficou paralisado...vc.simplesmente arrasa em seus textos...parabéns!!!eu me vi nele...pq.sinto uma saudade imensa do meu amor...que se foi para nunca mais voltar...está em outro plano...mais a vida continua...e eu estou reapredendo a viver sem ele...amei!!!desejo a vc.um fds.cheio de amor!!beijos queridaaa!!!

    ResponderEliminar
  7. perfeito.. é exatamente o que vivo...

    ResponderEliminar
  8. palavras de sofrimento que descreve o sentimentos de tantos!!!

    bjinhus...

    ResponderEliminar
  9. Querida Rosa, mais um belíssimo poema de dor e perda... mas, que tanto me prende o coração ao ler- te.
    Espelho-me no teu versejar...

    Um bom fim de semana.
    Beijinhos.

    Maria

    ResponderEliminar
  10. Olá amiga! Passando para te desejar um ótimo sábado e dizer que amei o poema, principalmente, a estrofe abaixo:

    Vestida de amargura...anoiteci...fechei os olhos à vida
    Parei o tempo...escutei em silêncio...o som do meu lamento
    Percorro o caminho que resta...tão distante...tão perdida
    Neste vazio que corroi...a alma...a vida...o tempo

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  11. Olá amiga
    Tomara que essa dor passe logo, e que você encontre a felicidade.
    Bjux

    ResponderEliminar
  12. Um beijo enorme Sonhadora, do tamanho da saudade que tenho de ti......

    Bjs do ZC

    ResponderEliminar
  13. Amiga,

    "Mulher morta...apenas a dor me prende à vida"

    De uma forma dolorida e cruel.

    Carinhoso beijo.

    ResponderEliminar
  14. Tanta solidão como ternura!\Que coração minha amiga.
    Deixo um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Querida seus versos são belos, mas me entristece ver a dor que há neles...pois quero voce bem feliz amiga... sei que a vida nos traz momentos assim as vezes...mas desejo que supere e viva com muita alegria...beijinhos...
    Valéria

    ResponderEliminar
  16. A dor das palavras e dos sentimentos nos deixam muitas vezes mais fortes e anestesiados pra enfrentarmos a vida...beijos de bom sabaod pra ti querida.

    ResponderEliminar
  17. A dor tão profunda se torna bela diante de tanta inspiração da poetisa.
    Choro... E da tua solidão vejo a sombra de uma tristeza sem fim...

    Perdi os comentários no meu blog, e com eles alguns amigos também, volte quando sentir que deve.
    Agradeço tua espiada por lá.
    Lindo fim de semana.
    Jady

    ResponderEliminar
  18. Amiga sonhadora,

    a solidão, a falta de alguém querido, nos traz sofrimento, dor, desalento...A vida nem sempre nos sorri

    Beijinhos e Bom fim de semana
    Alex

    ResponderEliminar
  19. Boa tarde Querida amiga poetisa da Dor!

    Pois é amiga,não se deve sofrer por amor,a vida é para ser vivida o melhor que se pode e sabe,e amores há muitos!
    Toda a sua escrita é velada é o oposto do que se lê!

    Bom fim de semana amiga,a vida é Bela,é questão de saber aprovetá-la bem e não desperdiçar o tempo com quem ou coisas que não vale a pena.

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  20. Amei o seu poema, querida!
    Quanta sensibilidade!

    "Há em mim...uma solidão imensa...a fria madrugada
    Um silêncio profundo...uma noite sem fim
    Um cansaço...uma tristeza...a vida...o nada
    Doi tanto cada instante...saudade infinita de ti"

    Adorei isso... perfeito!
    Beijos

    ResponderEliminar
  21. Quantos sentimentos, adorei ler-te.
    Estava com uma certa dificuldade em entrar, mas consegui, e agora depois dum pedacinho de bos poesia, fico a ouvir o teu fado.

    Beijinhos, bom domingo amiga linda.
    rosafogo

    ResponderEliminar
  22. A medicina é o remédio para todas as dores humanas,apenas o amor é um mal que não tem cura ...

    Beijinho minha querida.

    ResponderEliminar
  23. Olá minha querida e sensível amiga, seus poemas são lindos e bastante reflexivo. A tudo que nos acontece o grande remédio afetivo, chama-se amor.

    forte abraço

    C@urosa

    ResponderEliminar
  24. Rosa,minha linda, quantas coisas nos doem e há que fazermos por não doê-las...
    Muitos beijinho no coração

    ResponderEliminar
  25. Essa dor que nos sucumbi, nos faz temer o risco de ir, de se aventurar, de recomeçar.
    Sofremos por antecipação, deixamos de acreditar.
    um jeito no cabelo, um perfume preferido, tudo pode mudar. O teu semblante ficará mais remoçado, vendo alegria despontar.
    Viva, porque somente o amor, pode mudar tudo, o amor para consigo mesma.

    Tenha uma noite feliz minha amiga
    acreditando que vc pode tudo que quiser.

    Bjs

    livinha

    ResponderEliminar
  26. ...Rosa querida,
    vim trazer um beijo em sua alma,
    porque vc esteve comigo em momento
    delicado, orando conosco, e isso
    não tem preço.

    obrigada, linda!

    bjbjbj

    ResponderEliminar
  27. Rosa,como consegue descrever a dor da solidão!
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  28. As suas palavras são puro sentimento, independentemente da dor que descreve. Parece tão real, tão vivido... Que delicadeza na escrita!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  29. Adorável seus escritos...amei linda!
    Obrigado pela visita e pelo seu carinho!
    Bjs
    Mila

    ResponderEliminar
  30. ♥ Olá, amiga!
    Passei para uma visitinha...♥♥
    Amiga... o remédio para essa dor chama-se esperança!...♥
    ♥ Bom fim de semana!
    Beijos.
    ♥♥ Itabira
    Brasil♥♥
    ✿ܓܓ✿ܓ✿ܓ

    ResponderEliminar
  31. Que o vento carregue essa dor e qdo o mesmo voltar lhe traga muitas alegrias.

    Obrigada amiga pela sua companhia.

    Bom domingo!

    beijooo.

    ResponderEliminar
  32. ah amiga... como a solidão doi ne? mas vai passar! Lindo texto...
    bj na alma!

    ResponderEliminar
  33. Amiga!

    A entender pelo acróstico que a nossa Majoli te dedicou, sei que és dotada de uma nobre alma!!!
    Só não quero que fique triste! Sugiro que troque o título desse lindo bog por Rosa Alegria...nome que iria combinar mais com você, pela doçura da tua alma, pela beleza contida em tuas palavras...

    Um beijo!
    Nos vemos.

    Deixe-me acrescentar: é lindo teu blog!!!

    ResponderEliminar
  34. Flor querida!
    Desejo que ventos de amor e felicidades soprem em sua vida e levem para bem longe toda solidão.
    Beijo doce

    ResponderEliminar
  35. Adorei o acróstico feito pela Majoli. Um retrato de doce amizade!

    E as dores tão insistentemente ditas, também alcançaram-me, quando pensava delas poder me esquivar... Então hoje compartilho o que também é sentido. A vida surpreendeu-me, mesmo num enredo já sabido, pois a dor, embora se mostrasse, ainda não havia sido sentida... E quando dói é que de fato se sabe dela.

    Fica então o clamor à esperança... Que ela se instale logo...

    Meu carinho a você, Rosa Sonhadora!

    ResponderEliminar
  36. Escreves muito bem Sonhadora, sua poesia tem sentimento, são lindas, parabéns. Bjs.
    Que belos gatinhos ao lado.

    ResponderEliminar
  37. Fico encantada com o sucesso de seu blog, o meu é tão abandonadinho, coitadinho!
    Teus escritos são lindos, adoro todos!
    Bjão e obrigada por sua constante visita, amiga que não me abandona!
    Bjsssssssssss
    Gena

    ResponderEliminar
  38. Amiga Sonhadora
    Venho te ver para te fazer companhia e poder deixar que a solidão que sentes e tanto exprimes fique mais suave.
    Que tenhas nesses amigos virtuais que aqui enchem de comentários a razão de acabar com sua solidão e tristeza.
    Vamos viver de saudades e sonhos que nos iluminam, nos revivem, nos enchem de vida.
    A M@myrene hoje fala dessa saudade.

    Beijos e um bom domingo

    ResponderEliminar
  39. "Finos clarins que não ouvimos devem
    soar por dentro da terra, nesse mundo
    confidencial das raízes, — e arautos sutis
    acordarão as cores e os perfumes e a
    alegria de nascer, no espírito das flores."

    Cecília Meirelles

    Feliz Domingo e excelente semana prá voce!Sempre Beijos...M@ria

    ResponderEliminar
  40. Minha amiga, quero dizer que teu poema diz muito à alma. É esta aflição, é esta dor, que nos prende à vida, que faz com que ela ainda tenha seu sentido.
    Um fraternal abraço, bom domingo, beijos.

    ResponderEliminar
  41. Rosa:

    Amiga!

    Lindo Texto!

    *****

    Olho-me no espelho...apenas vejo o meu fantasma
    Mulher morta...apenas a dor me prende à vida
    Chorei por mim...chorei-me...no vazio da minha alma
    Tempo e eternidade...abismo profundo...tão perdida

    *****

    A Vida é feita de dôr nos moméntos de solidão,
    que por vezes nos fortalesse:

    Grato pelos bons moméntos de leitura.

    Tenha um otimo Domingo em Luz, Paz


    Com Carinho Abraço Meu


    Antònìo Manuel

    ResponderEliminar
  42. "Olho-me no espelho...apena vejo o meu fantasma

    Mulher morta...apenas a dor me prende à vida

    Chorei por mim...chorei-me...no vazio da minha
    alma

    Tempo e eternidade...abismo profundo...tão perdida."

    E depois de ler teus versos que posso dizer?

    Nada! Nada! Nada!

    Desculpa, fugiram as palavras...
    Ficou a tristeza e a beleza
    De teus versos

    E eu não tenho nada...
    Interrogo os fantasmas
    E pergunto...
    Quem É?

    E como costumeiro
    Não respondem Nada...

    Breve Homenagem...

    Maria Luísa


    O interrogar no ar

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  43. Querida poetiza do Monte da Lua.

    A amenizar a solidão que exprimes em mais este legado de amor que é teu poema, o meu desejo de um domingo sereno e cheio de paz. Eu aqui bem perto, concentro minhas energias para que assim seja. Será que resulta?
    O desejo é muito, a vontade oxalá fizesse o complementar e acontecer!

    Beijo carinhoso e meu kandando sereno.

    ResponderEliminar
  44. Ao ler isto apetece vestimos de solidão e compartilharmos o leito da poesia como um rio voluptuoso caminhando rumo ao mar do êxtase...

    E esse mar, abrindo os braços, nos recebe e nos acaricia num amplexo paternal...

    ResponderEliminar
  45. ola minha linda! vim te buscar sem vc no seria o mesmo vem? bjos!

    ResponderEliminar
  46. Olá Amiga Sonhadora!

    Ainda que doa(tanto)...temos que olhar o amanhã sereno!

    Para si com muito, muito carinho, Bjs dos Alpes

    ResponderEliminar
  47. Hoje acordei bem cedo, olhei para a praia e chovia, desci mesmo assim, dei uma corrida na areia e um mergulho no mar. É bom. Relaxa o corpo, acaricia a alma,e desperta os sentidos.
    Hoje acordei leve e feliz...e qdo acordo assim, gosto de dividir minha felicidades.
    Um belo domingo pra voce.
    Maurizio

    ResponderEliminar
  48. Vim deixar o meu beijo minha Rosa querida.
    Obrigado pelo seu carinho.
    Eu li todinha a sua postagem,ameiiiii... embora a tristeza e a solidão estejam tão presentes.
    Beijo grande minha flor.

    ResponderEliminar
  49. Beijo carinhoso de bom domingo e uma linda semana pra ti querida.

    ResponderEliminar
  50. Olho-me no espelho...apenas vejo o meu fantasma
    Mulher morta...apenas a dor me prende à vida
    Chorei por mim...chorei-me...no vazio da minha alma
    Tempo e eternidade...abismo profundo...tão perdida..

    Dizem que a lagrima é o erco iris dos olhos.
    Tristeza e solidão passa..
    Beijos minha querida amiga e um restinho de domingo cheio de carinho

    ResponderEliminar
  51. Abras um sorriso, que a solidão fica mais leve
    Parabéns, tens uma sentimento que se tranforma em poesia suas escritas...
    Tenhas uma semana regada de muito amor
    Preciosa Maria

    ResponderEliminar
  52. "Sem a voz do amor que diz meu nome!..."

    Reli seu comentário e reparei que nestas últimas palavras, se reviu nelas e pensei...

    Será que perdeu alguém a quem amava?

    Fiquei triste por si e sinto que não me enganei, ou enganei?...

    Diga-me que sim!...

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  53. "...este eterno grito...esta vontade de infinito..."
    Essa frase (maravilhosa) resume o tema desse poema assim como dos outros. Sabe, houve uma época da minha vida que me senti assim e é realmente uma solidão gelada, paralizante, um rio de tristeza que corre dentro da gente e afoga a vontade de viver e leva embora em suas águas toda a esperança. Meus poemas, meus textos desse período apesar de menos belos que os seus, tinham a mesma tristeza, o mesmo desamparo, a mesma desesperança e tristeza.
    Espero de todo coração que vc supere isso. A vida tem muito pra nos dar, mas precisamos ter olhos pra ver e uma alma disposta a ser "tocada". A tristeza nos faz herméticos a qualquer beleza, a qualquer sonho, a qualquer luz. Creia, minha amiga, eu compreendo teu momento.
    Beijokas.

    ResponderEliminar
  54. Eterna Sonhadora: Tem esperança porque essa é a ultima a morrer, apesar de achar um pouco triste adorei.Peço desculpa por andar um pouco fugido, mas não posso estar mais do que 2 horas no computador dai a minha demora.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  55. Te queda hermoso el poema aunque triste,
    es un placer pasar a leerte.
    que tengas una feliz semana.
    un abrazo.

    ResponderEliminar
  56. Minha querida , nossa voce descreveu a dor e solidão, tão bem que deu para sentir
    Parabéns
    bjs

    ResponderEliminar
  57. Rosa!

    Há poetas que falam em solidão de forma tão lamentosa que é triste ler!!!

    Você,amiga poetisa,fala suavemente e não nos dá vontade de parar de ler!!!

    Se é que posso falar deste modo é uma linda tristeza!

    Admiro-a muito!

    Beijo!

    Sonia Regina.

    ResponderEliminar
  58. sua poesia é magica invade a alma ...adoro.marcinha.bjs!

    ResponderEliminar
  59. Quero muito que esses sentimentos tão tristes sejam levados pra bem longe.

    Embora lindo de se ler...cruel para sentir e conviver.

    Beijinho com carinho

    ResponderEliminar
  60. Só por nos dar tanta inspiraçao, a solidao ja deveria ser tratada por uma mestra boa e justa, gosto muito do que voce aqui faz :) e a sua visita ao meu blog é das poucas que me faz sentir "importante" hehe

    continue o excelente trabalho, bjs!

    ResponderEliminar
  61. Um beijinho enorme, querida. Caio de sono, mas pelo que pude ler, é daqueles, que doem só de ler.
    E o eu e daí? Esqueceu-se deste blogue?
    Carinho
    Renata

    ResponderEliminar
  62. Ou Sonhadora! Você sim nos presenteia com belos poemas. Adoro ler você. E seus poemas chegam como Cascata de Luzes. Clareiam nossa alma.
    Beijos Carinhosos!

    ResponderEliminar
  63. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  64. Rosa,

    Sim, a solidão, a tristeza que se acumulam nos dias, nas noites, acabam mesmo por provocar até uma dor em quem a sente...uma agonia e um vazio que nada preenche...mas veja, amanhã o sol vai nascer, independente de tudo, e com ele novas esperanças...e assim vamos vivendo...

    Lindo Fado!!!

    Um grande beijo e abençoada semana!!

    Reggina Moon

    ResponderEliminar
  65. Tuas palavras fazem pulsar nossos sentidos. Parabéns! Abraços!

    ResponderEliminar
  66. Olá, Sonhadora querida
    Esse desenho me fez lembrar do coroado por amor... Solidão total...
    Aproveito e:
    venho propor-lhe algo no meu post de amanhã...
    Conto com sua participação amiga.
    Excelente semana,cheia de ricas bênçãos!!!
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
  67. Vestido de amargura, doem-me as palavras,
    no entanto amiga não deixes que o desalento se apodere do teu coração, ele é o que de mais precioso tens de teu.

    Beijinhossssss!

    ResponderEliminar
  68. Metade de mim é solidão a outra metade solitude. A dor também possui sua beleza poética. Gostei muito de ler, Sonhadora. Forte abraço.

    ResponderEliminar
  69. Já tinha saudades de passar por aqui para deixar um beijinho.
    E alma doi tanto e tantas vezes...

    Angel

    ResponderEliminar
  70. a sensação sempre amarga da dor, deixa no peito um doloroso ardor

    ResponderEliminar
  71. Sonhadora.

    Lindo poema, como sempre..Cheio de palavras ternas e verdadeiras..Paixões recriadas da tristeza e um amor profundo reinventado da solidão..Estes sentimentos em ti jamais morrerão..!
    Beijos..

    ResponderEliminar
  72. Muitas vezes, minha querida é assim que me sinto.

    BeijooO*

    ResponderEliminar
  73. Ao ler te doi no meu coração as tuas palavras...falas de dor...da solidão com um lamento...que doi na alma...
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  74. Querida

    Estás tão viva e tão presente que as palavras desenham os teus sentidos.

    Arrepia ler o que vai dentro de ti.

    Beijo

    ResponderEliminar
  75. Sempre bela a tua poesia. Gosto de te ler.
    Querida amiga, boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  76. Querida Rosa, amiga!

    Sei que dói, mas tens aqui tantos amigos que te querem bem.
    Dava tudo para te saber a sorrir e feliz.
    Vá lá!
    Vira essa página!

    Hoje deixo-te um dos meus raríssimos poemas.


    Entrelaçar

    Amor, chama flamejante, sagrada
    que arde eternamente, sem tino.
    Nada o ofusca, nem a alvorada
    o faz alterar o seu destino.
    Amor fala em tons meigos
    Constantemente, com carinho,
    Amor dá de coração aberto,
    desfaz medos, abre caminho.
    Amores que nada pedem, só ternura,
    não governam, não prendem, nem amarram.

    Amores que com suas mãos trémulas seguram
    corações que simplesmente se entrelaçam.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  77. Saio daqui renovada, com sabor de poesia, com esse toque dolorido de fado, pulsando, à flor da pele... Bjs querida.

    ResponderEliminar
  78. Coragem, minha querida amiga...

    Passei a deixar-lhe uma beijoca e votos de uma boa semana

    ResponderEliminar
  79. Amiga,
    Sem bom passar por aqui!...
    A alma doi sempre que não encontra um sitio calmo para sossegar... desejo que encontres esse lugar, e nunca desistas, nunca é tarde...

    Beijinhos
    Angel

    ResponderEliminar
  80. Amiga seu poema lindo, é triste é fado sentido.
    É dor tortura mas que nos reconforta a alma.
    Beijinhos de luz e muita paz

    ResponderEliminar
  81. Minha querida e linda amiga.
    Teu escrito consola a alma que chora. Chora a dor do querer a paz a seguriridade de um amor que foi tão cruel em tua vida e em muitas outras.

    Assim se passou também comigo ,e eu quase morta de tanta dor tomei a melhor solução..JESUS CRISTO. Me dediquei de corpo e alma a esta êssencia e de repente já não sofria mais . Dei lugar a vida e ao amor verdaeiro.

    Me encanta a tua luta eterna amiga pois este amor tão grande que rasga tua alma te preenche todos os vasios aponto de farlar a ti mesmo " ESTA DOR PREENCHE A MINHA VIDA.

    Te respeito e te quero muito amiga linda.

    Tua amiga de sempre Rachel Gusmán

    ResponderEliminar
  82. Un poema cifrado en la soledad y la angustia de la pena que embarga los adentros de un alma devota de la tristeza.

    Bien narrado lo que siente el espíritu. Descripción perfecta de los otoños del alma que no quiere transformar sino desfallecer.

    Con mi cariño solidario Víctor Manuel

    ResponderEliminar
  83. Se ao menos essa dor sangrasse!

    Lindo texto, minha querida. Diria até que é uma bela poesia!

    Beijos ternos,
    Inês

    ResponderEliminar
  84. Minha querida,

    ... hoje sinto-me tão assim.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  85. A dor faz parte da vida,, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  86. Olá! Grata pelo sorriso deixado no Luz... Voltes quantas vezes quiseres e te sintas à vontade para expressares teus sentimentos... Gosto disso...

    Fiquei encantada com as ideias contraditórias que percebi aqui... cor quente contrastando com a fria solidão de que falas... E o fundo musical... maravilhoso!

    Eu sou bem espaçosa... vim pra ficar...

    Abraço!

    ResponderEliminar
  87. Sonhadora querida!
    És tão transparente nos teus posts que chega a doer em mim!
    Beijos e boa semana!

    ResponderEliminar
  88. Rosa Solidão

    A tua forma poética de sofrimento, confrange mesmo. Gostar é assim como também uma forma de sofrer.
    Beijos

    ResponderEliminar
  89. Uma otima terça feira pra ti amiga,,,grande beijo.

    ResponderEliminar
  90. Uma boa semana para você amiga, e obrigado por estar sempre presente e sempre compartilhando seus sentimentos em palavras, bjs

    ResponderEliminar
  91. Este poema não vem só... a tristeza parece-nos tantas vezes envolta num manto eterno, porque o que dói, nem que seja por pouco tempo, parece-nos sempre uma eternidade.
    Bem escrita a solidão e a dor neste poema!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  92. Leio, leio e sinto a tristeza que nos transmite. De repente o meu coração brilha com a alegria e a magia com que a sua poesia o alimenta.
    Obrigado. Um beijinho

    ResponderEliminar
  93. Sempre importantes mensagens, beijo Lisette.

    ResponderEliminar
  94. doi-me essa dor que vives nesta dorida vida, doi-me ler sempre tão belas poesias escritas com o sentimento que vive em ti.
    Bj

    ResponderEliminar
  95. Sonhadora

    Triste... e lindo!

    Doce ambiguidade que somente tuas poesias conseguem conter e suportar!

    Abraços, amiga, abraços!

    ResponderEliminar
  96. Querida amiga, mais uma expressiva e linda poesia, mas triste! É tempo de se erguer e despertar para a vida, afinal o ser humano não é um ser isolado, é sociável e precisa de se sentir amado e querido.

    Tem uma linda noite amiga.

    Bjs

    Sãozita

    ResponderEliminar
  97. Rosa,fico feliz que não tenha ficado muito tempo distante de nós,gosto das suas poesias,são profundamente triste,mas quem de nós nunca sentiu alma assim ...

    Há em mim...uma solidão imensa...a fria madrugada
    Um silêncio profundo...uma noite sem fim
    Um cansaço...uma tristeza...a vida...o nada
    Doi tanto cada instante...saudade infinita de ti.


    Boa noite.Beijos com carinho.Lia...

    ResponderEliminar
  98. Tem tanta solidão, tanta dor...mas tem tambem uma grandeza de alma e de sentimentos aqui que é impossivel não se encantar...
    Tens uma beleza e uma pureza de alma que se irradia por tudo aqui...

    ResponderEliminar
  99. Solidão
    dói-me não apenas a palavra
    o sonho do que não venço
    talvez por ser ela pequena
    e bruto o meu abraço

    dou o nada por tudo
    mas a marcar o rumo de minh'alma
    sem fundo há um solido prisma
    negro e um segredo (solidão)

    que parece pleonasmo
    e distorce o sentido
    das palavras que amo
    mas rasgo depois de lido
    (Rosa Solidão)

    Jorge santos
    (a minha oferta )

    ResponderEliminar
  100. de furar os olhos!

    sigo te seguindo...


    espero uma visita!ficarei vermelhamente honrada!

    beijos fardados!

    ResponderEliminar
  101. Boa noite amada amiga, doce, triste, profundo, lamentos da alma, um beijo carinhoso em teu coração

    ResponderEliminar

Amigos são velas acesas ao fundo da escuridão
alumiando o caminhode volta...a presença doce e
serena numa noite de tempestade...são o abraço
suave da vida...palavras ditas muitas vezes em
silêncio aquecendo a alma e o coração.

Um beijinho carinhoso a todos que por aqui passam.
Sonhadora